Blog/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/Viagens/viver na China

Cruzeiro pelo Rio Yantzé – 3 Gargantas

Como já havia escrito no artigo anterior, nesse final de semana, que foi feriado na China, fomos fazer um cruzeiro pelo Rio Yangtzé, ou Yangzi, como é chamado hoje em dia.

Na realidade nunca havia pensado em fazer cruzeiros pela China, muito menos num rio. Mas vi um post da Youlantours, e tudo me encantou. A proposta, o barco (que é chinês, mas com serviço internacional), as acomodações muito boas e, principalmente, o destino final que é a Hidrelétrica de 3 Gargantas. Já havia lido à respeito e sempre tive curiosidade em conhecer.

Pedi mais detalhes, e recebi as datas possíveis – há dois tipos de cruzeiros com 4 (de domingo a quinta-feira) ou 3 (de quinta-feira a domingo) noites à bordo. Busquei um feriado, e esse do Dragon Boat era exatamente do tamanho do cruzeiro de 3 noites. Perfeito.

A diferença entre os dois roteiros é que o mais longo sai de Yichang e vai para Chongqing, subindo o rio. O mais curto, sai de Chongqing e desce o rio para Yichang.

13116620_1715414132066722_1463112515_n(1)

Depois da viagem finalizada, eu posso dar minha opinião: apesar de termos comprado o de 3 noites por uma questão de conveniência de datas, sem querer fizemos a melhor opção.

Porque? Pois a parte mais interessante do passeio é justamente perto de Yichang. Sábado, o terceiro dia a bordo, foi o pico de atrações e coisas super interessantes, como Shennong Stream – deslumbrante –  depois entramos na terceira garganta e logo chegamos na eclusa da Hidrelétrica – fascinante.  Domingo pela manhã visitamos a área da hidrelétrica e viemos embora. Com um belo ‘gran finale’.

Se o passeio começa por Yichang, essas atrações são logo no inicio e os demais dias são mais monótonos. Monótonos, pois o rio é cercado de cidades e a paisagem não muda muito. Apesar de sempre nos surpreendermos com as estruturas criadas pelo governo chinês para acomodar a cheia do rio após a abertura da hidrelétrica, e com as pontes… gente, nunca vi tanta ponte, num percurso tão curto, em toda minha vida.

O itinerário

Aqui descrevo o itinerário para entenderem a viagem, mas vou fazer outras postagens contando sobre as coisas que vi em cada um desses pontos e colocando mais fotos. Foram 4 dias e 3 noites de muita informação e surpresas.

Mas vamos ao roteiro básico.

Dia 1

Saímos de Shanghai na hora do almoço, com um voo para Chongqing (não tem como ir de trem…). O atraso foi só de uma hora e tivemos um tempinho na cidade.

Às 17:30 entramos no barco. Foi servido um jantar as 19:00, e 22:00 deixamos o porto.

Cruzeiro Yangtze

O novo e o antigo, contraste em Chongqing.

Dia 2

No dia seguinte acordamos cedo (aqui não dá para perder tempo, a agenda é super cheia) e já estávamos em outro atracadouro – Fengdu, a cidade fantasma! Às 8:30 saímos do barco, pegamos um ônibus e fomos dar uma volta pela cidade, que foi construída para relocar as pessoas que viviam a margem do rio. Estava chovendo muito, mas mesmo assim deu para ter uma ideia.

Depois disso fomos visitar duas casas de moradores locais. Uma delas foi de relocação da família  e a outra de uma família que não precisou sair do local em que vivia, um tipo de sítio. Como estava chovendo demais, não pudemos subir até a pagoda no alto do morro. Uma pena!

Voltamos ao navio para almoço, e a tarde foi toda de navegação e atividades promovidas pela tripulação: jogos, palestras sobre as pérolas, cerimônia do chá, medicina chinesa e por aí vai, que são diferentes todos os dias.

Dia 3

Esse foi o grande dia, o ápice do passeio! Mas tivemos que acordar mais cedo ainda!

7:00, já estávamos no deck para apreciar a entrada na primeira garganta, Qutang Gorge, que tem apenas 8km. As 8:30, entramos na segunda garganta, Wu Gorge. Essa é mais longa e possui 45km de extensão.

No meio dela, chegamos a cidade de Badong, onde descemos do barco, num pier flutuante, e pegamos uma balsa para ir até a entrada de Shennong Stream (afluente). No meio do caminho, paramos em um outro pier, bem menor, e usamos as ‘canoas’ locais com seus remadores, da etnia Tu Jia. Esse passeio levou 3 horas.

De volta ao barco, almoçamos e fomos ver a entrada da terceira garganta, Xiling Gorge. É a mais perigosa de todas, pois já está muito perto da hidrelétrica.

No final da tarde entramos na área da eclusa, onde o barco tem que descer 5 lances/andares. Todo o processo leva de 3 a 4 horas. IMPRESSIONANTE.

Dia 4

Nada de dar uma dormidinha…

8:00 deixamos o barco, ancorado do outro lado da hidrelética de 3 Gargantas e fomos visitar o museu da construção da hidrelétrica e uma parque que fica na área externa da mesma. Uma pena que não pudemos entrar e ver de perto toda a estrutura. Mas valeu mesmo assim.

5d412117851c0d6a454d371e6999972d_

vista da Hidrelétrica do parque na área aberta ao público.

Voltamos ao nosso barco e navegamos pelo final da Xiling Gorge, por mais uma hora e meia. Ao meio-dia chegamos a Yichang.

Nosso voo era somente às 16:45, então demos uma volta pela cidade, cheia de contrastes, e fomos para o aeroporto. E dessa vez não posso nem reclamar: o voo foi super pontual!

O Barco

Sinceramente fico na dúvida de como chamar esse barco – se é barco ou navio. Ele não é grande, mas também nada pequeno. Possui 6 andares e as instalações são muito confortáveis.

Ficamos numa suite no quinto andar, com varanda, uma cortesia da Youlan Tours, que nos deixou super feliz. Nossa opção quando compramos o pacote foi pela cabine de luxo. Mas o barco ainda tem mais quatro suites presidenciais. Lindas.

As áreas comuns e o restaurante são muito agradáveis, limpos e bem decorados. Realmente esse cruzeiro nos surpreendeu. Haviam algumas famílias chinesas, mas muitos estrangeiros que estavam fazendo turismo na China, então tudo era novidade para esse grupo.

Uma experiência e tanto

Esse é mais um roteiro que super recomendo fazer na China. Adoramos o tempo no barco, os passeios extras, a experiência de ver esse lado da China.

O único senão é que escolhemos uma época complicada, por conta da estação das chuvas (que esse ano está mais intensa), mas o passeio acontece praticamente o ano inteiro, só parando no inverno.

Se quiserem dar uma olhada em mais detalhes acessem o link da Youlantours. O nosso barco era o Yangtzi Explorer.

Existem outras empresas de cruzeiros atuando na área. Vimos barcos maiores, alguns um pouco mais novos. Mas escolhemos a Youlan Tours, por ser uma agência especializada em atender turistas estrangeiros (a dona é espanhola), e realmente a estrutura do barco não nos decepcionou. E também já havíamos contrado os serviços oferecidos pela Irene, na nossa viagem à Nanjing.

Nas próximas semanas vou contar mais sobre cada pedaço interessante dessa viagem. Acompanhem a gente.

Zài Jiàn!

 

Anúncios

12 pensamentos sobre “Cruzeiro pelo Rio Yantzé – 3 Gargantas

  1. Maravilhoso Chistine! .Esta viagem ,como você colocou não está disponível no inverno,certo?Tenho também uma dúvida a repeito de Zhangjiajie que quero muito incluir no meu roteiro para dezembro 2017/janeiro 2018…Li que não é época muito propícia e pode nevar ,o chão fica escorregadio,etc,etc…Será que é possível visitar – elevador Bailong,teleférico,sem andar muito a pé pelo parque?Será que ´pode acontecer do parque fechar pelo mau tempo? O que você acha – vale a pena arriscar?
    Muito obrigada.
    Beijos
    Claudete

    Curtir

    • Olá Claudete.
      Eu ainda não fui para Zhangjiajie. Mas estive em HuangShan no inverno, são montanhas também. E realmente é muito, mas muito frio. Muitas das trilhas e acessos ficam fechados por conta do perigo de acidentes e pela própria neve. E, sim, se houver risco de nevasca, ou chuva forte, o parque poderá ser fechado sem aviso prévio. Então, incluir esse local, será uma ‘loteria’.
      Quanto ao cruzeiro, eu acredito que não funcione no inverno, mas não custa você contatar a agência que organiza:
      http://www.youlantours.com/
      Abraço!

      Curtir

  2. Pingback: Hidrelétrica de 3 Gargantas – China | China na minha vida

  3. Pingback: Navegando pelas 3 Gargantas | China na minha vida

  4. Pingback: As Montanhas se Separam – dica de filme sobre a China | China na minha vida

  5. Pingback: Fengdu – a Cidade Fantasma. | China na minha vida

  6. Pingback: Cruzeiro pelo Rio Yantzé – 3 Gargantas – youlantourswordpresscom

  7. Pingback: A rápida visita a Chongqing | China na minha vida

  8. A viagem é linda mesmo, mas babei na suíte, gente….
    É uma obra bela sim mas é coisa moderna assim como as pontes estaidas que estão virando febre pelo mundo.
    O que me encanta ainda são esses telhados, verdadeiras obras de arte.

    Curtir

  9. oi!
    bom dia por aqui!
    hoje amanhecemos com 10°
    o frio anda brabo por aqui!
    adorei o post e, acredito que deva ser muito legal!
    fotos, muitas fotos para a gente viver junto o passeio,
    apesar que vc sabe descrever muito bem!
    beijo grande para vc e familia!

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s