Blog/Cenas da China real/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/Viagens/viver na China

Navegando pelas 3 Gargantas

E hoje vou contar para vocês sobre o terceiro dia do nosso cruzeiro pelo Yangtzé: o dia que navegamos pelas 3 gargantas, que dão o nome a maior hidrelétrica do mundo.

Como disse no primeiro artigo dessa série, essa viagem não foi para dar aquela esticada debaixo do edredon pelas manhãs. Durante todo o dia haviam atividades e começavam bem cedo. No terceiro dia da viagem, levantamos às 6:30 e, antes do café da manhã, já estávamos no deck do barco apreciando a entrada da primeira garganta do Rio Yangtzé.

Qutang Xia瞿塘峡

A Garganta Qutang é a mais curta e espetacular das 3 Gargantas, com uma extensão de apenas 8 km. No total, levamos 20 minutos para cruzar o local. Também é a garganta mais estreita – o ponto mais largo dela tem 150 metros.

Próxima da vila Baidicheng (白帝城), ela passa entre a Montanha Chijia (赤 甲 山), a norte, e a Montanha Baiyan (白 盐山) ao sul. O ponto onde o rio passa entre estas montanhas é chamado de Portão Kuimen (夔门) e é a entrada para o desfiladeiro de Qutang – a primeira das três gargantas do Yangtze. As montanhas de ambos os lados chegam a  1.200 metros de altura.

E é esta combinação de gargantas estreitas entre altas montanhas com vários ziguezagues em apenas 8 km que cria vistas espetaculares.

Após a passagem por Qutang, fomos tomar o café da manhã, mas logo voltamos ao deck para apreciar a entrada da segunda garganta:

Wu Xia巫峡

A Garganta Wu, que às vezes é chamada de Dà Xia大 峡 – a Grande Garganta, é o segundo desfiladeiro do sistema de Três Gargantas, no rio Yangtze. Formada pelo rio Wu, estende-se 45 km de Wushan para Guandukou, e está localizada entre as Gargantas Qutang e Xiling. Nessa garganta se atravessa a fronteira entre Chongqing (anteriormente parte da província de Sichuan) a Província de Hubei.

42.JPG

O desfiladeiro tem sido conhecido como Garganta Wu pelo menos desde o período dos Três Reinos, quando foi gravado no tratado geográfico Shui Jing Zhu. Em 589 dC, o general Lü Zhongsu da dinastia Chen colocou suas  tropas nas gargantas de  Wu e Xiling numa tentativa de parar o avanço dos exércitos da dinastia Sui.

As montanhas de ambos os lados da Garganta Wu, são conhecidas como as Montanhas Wu (巫山, Wu Shan) e nelas existem 12 picos únicos.

Shennu Feng

Um dos picos mais atrativos da Garganta Wu, é o Pico da Deusa (Shennu Feng ou Goddess Peak), por ser o mais proeminente. O pico parece uma bela moça de pé, graciosamente, na margem norte. Daí o nome. Por milhares de anos, as pessoas compartilharam muitas lendas sobre o Pico da Deusa e os demais 11 picos da Garganta Wu.

Entre elas, a mais popular é assim:

Nos tempos pré-históricos, viviam muitas fadas no palácio do céu, entre elas, uma especialmente inteligente e bonita, chamada Yao Ji. No tradicional Festival do Meio do Outono, ela convidou suas onze irmãs para visitar o mundo terreno.

Quando chegaram a Garganta Wu, encontraram Yu, o Grande – DaYu, tentando controlar um dilúvio. Movida por seu espírito, Yao Ji decide ajudar DaYu, enviando-lhe um livro selado relativo ao controle da água. No entanto, antes que Yao Ji decifrasse o livro para ele, ela e suas irmãs foram capturados pelos soldados do céu. Mas, a fim de ajudar DaYu, elas quebraram a cadeia usada para aprisioná-las, e voltaram para a terra. Com a ajuda de Yao Ji e suas 11 irmãs, a inundação foi finalmente superada.

Desde então, Yao Ji e suas irmãs permanecem na área de Três Gargantas e ajudam os locais a domar a água. Elas se esqueceram de voltar e se transformaram em doze picos elegantes ao longo das margens da Garganta Wu. Shennu Peak, Pico da Deusa, é a encarnação do Yao Ji.

Mas se vocês pensam que isso foi tudo que a Garganta Wu nos proporcionou, estão enganados! Apesar da Qutang ser considerada a mais bonita, a Garganta Wu tem muito mais atrativos para nos encantar.

Depois de uns 20 minutos navegando pela segunda garganta, paramos num pier em Badong. Nesse pier, entramos num barco menor, que eles chamam de balsa e navegamos por uns 15 minutos, até umas barcaças, que formavam um pequeno atracadouro na entrada do Estreito de Shennong.

Saímos da balsa e embarcamos nas canoas usadas pelos barqueiros locais, da etnia Tu Jia. No passado eles remavam nus e por isso ficaram conhecidos como os ‘Barqueiros Nus’. Mas agora isso é só lenda. A única coisa que ainda mantém a tradição deles, é a sandália de palha, feita num tear rudimentar pelos próprios barqueiros.

Shennong Xi神农溪

O estreito de Shennong é um afluente da margem esquerda do rio Yangtze, localizado na província de Hubei. Alimentado por afluentes de Shennong jia, a corrente flui para o sul, caindo no Yangtze em frente à cidade de Badong.

Originalmente, o curso de água de Shennong consistia em um rio selvagem atravessando um alinhamento tortuosa ladeado por falésias calcárias quase verticais. No entanto, desde o início da construção da Barragem das Três Gargantas, o nível da água subiu cerca de 155 metros.

Com a extensão de 60 km, o Shennong flui através de Três Gargantas com diferentes paisagens encantadoras.

As margens do Shennong estão habitadas pelo menos desde a dinastia Han.  o grupo étnico principal do vale do rio tem sido o povo Tu Jia. Essa etnia tem algumas características para enterrar seus mortos e para os casamentos super interessantes, mas conto sobre isso em outro artigo.

O Estreito de Shennong também foi o local de uma série de batalhas históricas na história da China. Na batalha de Xiaoting, por exemplo, Liu Bei, um imperador durante o período dos Três Reinos, incinerou a frota de Lu Xun, comandante das forças Wu oriental.

Histórias à parte, o local é MARAVILHOSO! Uma paz, uma beleza ímpar. Não há palavras que possam descrever o que vimos ali. Saímos das águas turvas do Yangtzé, com muita sujeira ainda na entrada do estreito, para de repente navegar por um local onde a água é limpa, e reflete as montanhas rochosas tal e qual um grande espelho. Os sons da natureza predominavam e podia se ouvir as batidas dos remos, como uma música.

 

Da saída do nosso barco, até o retorno, usamos 3 horas para esse passeio. Mas na realidade, nem percebemos que foi tanto tempo!

A China realmente tem muita coisa bonita para nos mostrar e nem sequer sabemos. As maiores belezas vão além dos guias básicos de turismo, não é?

Voltamos ao barco para almoçar e continuamos navegando pela Garganta Wu.

Às 16:00, entramos na última Garganta: Xiling.

Xiling Xia 西陵峡

A Garganta Xiling  é um canyon (desfiladeiro). É a maior e mais a próxima da hidrelétrica de Três Gargantas.

Xiling Gorge está localizado em Zigui County e Yiling District, ao oeste da província de Hubei, de Xiangxi até os subúrbios de Yichang.

75

Ela começa após Monte Xiling, um pico no extremo leste do desfiladeiro, e foi assim chamada desde o período dos Três Reinos, quando foi gravado no tratado geográfica Shui Jing Zhu.

Xiling, que constitui quase a metade do comprimento de toda a região das Três Gargantas, é na verdade uma série de quatro desfiladeiros diferentes. A Barragem das Três Gargantas foi construída em Sandouping no meio da Garganta Xiling. Antes da construção da Barragem, Xiling era conhecida por ser o mais perigoso dos três desfiladeiros para navegar, por causa de suas fortes corredeiras. Desde a construção das barragens, a profundidade do rio aumentou de 3 metros para bem mais de 100 metros em todo o comprimento do reservatório.

Por volta das 17:00, já podíamos avistar a Hidrelétrica ao longe.

511599593866045685

Mas as fotos do final desse dia e um pouco da história dessa obra que deixou a nossa ‘Itaipú’ para trás, fica para a próxima postagem, que é o final do passeio.

Que viagem longa essa!

Zài Jián!

Anúncios

7 pensamentos sobre “Navegando pelas 3 Gargantas

  1. Oieeeeee….affffff
    Consegui terminar o mês de JUNHO….rsrsrsrs, tinha visto as fotos, mas ler os relatos foi excelente, passeio maravilhoso pelas Três Gargantas…parabéns!!!
    Bjs

    Curtir

  2. Pingback: Navegando pelas 3 Gargantas (por China Na Minha Vida Blog) | Youlan Tours, especializados en China

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s