Cenas da China real/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/Dicas de Shanghai/Palestras e Assessoria intercultural/viver na China

 Tour gastronômico – café da manhã em Shanghai

Quem segue o blog já deve ter notado que estou ficando expert em tours gastronômicos. Só que descobri uma maneira de se descobrir mais da culinária local, sem me aventurar demais, com segurança, pois os guias sempre nos levam em locais que eles conhecem, já testaram, essas coisas básicas quando se fala de comida na China.

O primeiro que fiz com o Lost Plate Food Tour foi o de Beijing (que continua sendo meu preferido), depois o de Shanghai a noite e agora o café da manhã, também em Shanghai.

As experiências foram todas tão interessantes e surpreendentes, que hoje em dia, quando alguém me pergunta sobre guias aqui na China, sempre indico os que conheço para passeios, mas mostro essas opções de tour gastronômico, por considerar uma experiência única, principalmente para quem vem como turista, que tem tempo limitado aqui e quer ir embora com a certeza que aproveitou todas as facetas da sua viagem a tão distante China.

Além do que, hoje a Lost Plate, oferece desconto aos leitores do blog! Uma ótima noticia para quem quer fazer esse tour. Basta, quando pedir o seu orçamento, colocar o código CNMV, ou citar que chegou até eles através do blog. E porque não aproveitar, não é mesmo?

Esse foi nosso grupo:

WechatIMG39

A comida de rua na China é uma das grandes peculiaridades desse país, mas de vez em quando assusta, pois não sabemos o que tem ali naquele bolinho de aparência diferente ou muito semelhante a algo que conhecemos. Só que estamos na China, e aqui tudo é cercado de pré-conceito e alguns temores. A degustação guiada, nos livra, ao menos, da dúvida e nos coloca dentro dessa realidade da vida chinesa que, muitas vezes, ficamos à margem por pura falta de coragem.

Mas vamos ao que interessa…

Café da manhã pelas ruas de Shanghai

Nosso ponto de encontro foi numa saída de metro, num bairro um pouco afastado da cidade. Eu nunca havia estado lá, o que foi mais interessante ainda.

Nossa primeira parada foi num restaurante que pertence a um templo budista que, por estar fora do circuito turístico, é frequentado pelos locais. Por conta do tempo (relógio) e do tempo (condições climáticas) não visitamos o interior do mesmo. Mais um local na minha lista de coisas a fazer em Shanghai.

Um parêntese: como muitos sabem, vivo nessa cidade desde 2009 e ainda descubro coisas novas quase todos os dias. Isso é algo que sempre me surpreende aqui.

Entramos no restaurante, que é vegetariano, e iniciamos nossa aventura.

Para começar, é necessário entender que o café da manhã chinês foge muito do nosso padrão ocidental da primeira refeição do dia. Na realidade, as 3 refeições básicas na mesa chinesa possuem praticamente o mesmo cardápio, com algumas diferenças no preparo entre café da manhã, almoço e jantar.

Tendo isso em mente, posso mostrar nosso primeiro prato saboreado no dia: um noodle, macarrão, chamado “Oito tesouros do Buda”, que é servido num caldo preparado com oito vegetais sazonais diferentes.

 

O segundo prato, nesse mesmo restaurante foi o wonton vegetariano. Wonton lembra bem o dumpling (só para facilitar o entendimento) e é um prato shanghainês típico. O wonton vegetariano é recheado com espinafre e cogumelo, refogado em óleo de gergelim e servido como uma sopa.

 

Posso dizer que começamos bem o dia, pois os pratos estavam deliciosos e aqueceram nosso corpo para nossa caminhada, já que lá fora a temperatura estava perto de zero e com bastante vento. Todos os outros pratos que provamos, foi em pequenas lojinhas de rua.

Bolo ‘Scallion’, também faz parte do café da manhã Shanghainês tradicional, consite numa massa fresca misturada com óleo de feijão e cebolinha, é frito primeiro, depois vai ao forno apenas para secar o óleo extra (as frituras são meu grande desafio na culinária chinesa) e torná-lo extremamente crocante.

Escolhemos o nosso recheado com ovo frito. DE-LI-CI-O-SO!

Além de degustarmos esse bolinho, mais parecido com uma panqueca, pudemos ver como eles fazem os noodles. Esse local nos pareceu ser um fornecedor do tradicional macarrão chinês para os restaurantes e habitantes locais.

 

Bolinho frito, na realidade não sei se ‘bun’ pode ser traduzido como ‘bolinho’, acho que seria mais para ‘pão’. Esse prato também é super tradicional, lembra um dumpling frito, e requer técnica especial para cozinhar, a massa é recheada com carne de porco e um caldo dentro, depois é frito numa espécie de chapa. Outro prato que eu comeria novamente, sem dúvida.

Bolo de arroz frito, podemos dizer que seria o nosso tradicional bolinho de arroz repaginado (eles são cortados em retângulos) e sem tempero… nenhum! E aí, arroz sem tempero não rola, não é? Vamos dizer que não é ruim, mas não é saboroso, se é que vocês me entendem.

Panquecas (wok seared scallops), esse prato faz parte do café da manhã tradicional em toda a China e o processo de cozimento em si é uma arte! Espalha a farinha úmida na chapa fumegante, com ovos e outros ingredientes que não reconheci. Se coloca a espécie de ‘churros’, que já estava preparado, na ponta e enrola a massa como a panqueca que conhecemos. A diferença é que essa massa fica durinha, crocante. Para quem gosta, eles servem com molho especial de feijão fermentado.

De todos os pratos, os dois últimos eu não repetiria. O bolinho de arroz pela falta de tempero e as panquecas pelo excesso…rs

E o ‘gran finale’…

Como já escrevi, estava bem frio. E na volta ao nosso ponto de encontro, Nick, nosso guia, nos levou a um lugar que parecia ser uma farmácia de ervas, medicina chinesa. A maioria do que estava exposto eram xaropes em enormes potes de vidro, recheados de ervas imersas em algum tipo de bebida alcoólica.

E aí, ele nos apresentou a nossa ‘poção mágica’ que, segundo reza a lenda, serve para esquentar o corpo e curar hematomas: Snake Herbal Alcohol, ou em bom português seria uma beberagem de ervas e cobra!

Até tentei experimentar, mas a visão do pote e o cheiro do liquido, me fizeram repensar minha vontade de romper barreiras gastronômicas. Como muitos já sabem, ADORO o inverno, estava bem agasalhada e meus hematomas curo com arnica. Passei!

Para terminar…

O que posso dizer é que foi mais uma experiência única. Não só pela comida, pois já havia visto a maioria desses pratos pelas ruas de Shanghai, mas nunca havia provado, mas também pelo passeio em si. Visitei uma Shanghai que nao conhecia, ou melhor, que achei que não mais existia.

Na ‘bolha’ em que vivemos, de uma cidade hi-tech, cheia de arranha céus, tecnologia em cada esquina, facilidades que não temos em muitos lugares do mundo, acabamos esquecendo das raízes desse povo.

WechatIMG74

Brasileiras e chinesas! Foto by Brian @lostplatefoodtour

E muito me surpreendi com a alegria das pessoas, das tentativas de nos abordar, dezenas de fotos do nosso grupo estão espalhadas por essa Shanghai que, longe dos olhos dos estrangeiros, vive latente e plena.

Você já provou algum desses pratos?

Gostou das dicas? Deixa sua curtida aqui em baixo e compartilhe esse artigo com seus amigos.

Zài Jián!

 

Anúncios

10 pensamentos sobre “ Tour gastronômico – café da manhã em Shanghai

  1. Estou adorando seu blog!!!A primeira parada, a templo com comida vegetariana…você poderia me dizer o nome??é muito longe do centro de Shanghai?

    • Oi Juliana,
      Não sei o nome e, sim, ele fica numa área que não é turística. Mas tem muitos templos budistas espalhados pela cidade, e existem restaurantes vegetarianos a volta deles.
      Abraço

  2. Li seu blog antes de fazer minha viagem e peguei a dica do Lost Plate! Fiz o tour em Shanghai também, mas a noite. Foi uma meg mega experiência!! Obrigada!!
    Acabei de voltar da China e estou apaixonada pelo país!
    Seu blog é muito bom!!

    • Oi Ligia!
      Que bom que gostou.
      Eu sempre procuro recomendar o que realmente gosto. Uma delícia receber seu feedback!
      Obrigada.
      Se quiser, manda fotos para a fanpage no Facebook – China pelos olhos de...
      Abraço
      Christine

  3. Amei!!!

    Estou adorando visitar esse blog maravilhoso, sempre tem posts legais.

    Parabéns!!!

    Posso compartilhar esse post no meu facebook?

    Quero compartilhar com as minhas amigas!

  4. Olá! Adoro ler o blog pois cada post vem recheado de novidades, e assim vou conhecendo a China, país que tenho muita vontade de visitar. Confesso que fico com uma “invejinha” de você, pois os passeios que realiza são como eu gostaria de fazer, desbravando cada canto por onde passa e não apenas os cartões postais.
    Um abraço

    • Olá Isabel!
      Ri alto aqui com sua ‘invejinha’ rs, mas para chegar a esse ponto, já fiz muito roteiro ‘lugar comum’. Essa é a vantagem que tem que vive em algum lugar como a China: temos tempo de desbravar cada cantinho!
      Abraço e espero que vc venha a China em breve. E use as dicas do blog… hehehe 😍😘

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.