Blog/Cenas da China real/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

Significado das cores na China.

No último artigo falei sobre as crenças chinesas, e o quanto elas são fortes, estejam vinculadas ou não a alguma religião. Na realidade, pelas minhas observações nesse tempo que estou aqui, a coisa vai para superstição, aquela que se passa de geração a geração, e num determinado momento estamos repetindo e nem sabemos ao certo a razão, Mas ‘Deus nos livre’ de ir contra os ensinamentos das avós!

E esse tipo de coisa também tem aos montes no Brasil: não colocar guarda chuva em cima da cama, não abrir guarda chuva dentro de casa, não colocar dinheiro em cima da mesa que se faz refeição, não deixar sapato virado, e por aí vai… Realmente não sei o significado de nenhuma dessas superstições, só que cresci as ouvindo.

Mas aqui na China a coisa extrapola. E além dos hábitos como os citados acima, que aqui são muito semelhantes, há a questão dos sons, e se duas palavras tem o som parecido, e uma delas for de ‘mau agouro’ segundo os chineses, a outra palavra caiu em desgraça! O número quatro e a palavra morte é um dos mais famosos. E aí, os prédios não tem o quarto andar, telefones com o número quatro são mais baratos, dia quatro não se casa e por aí vai. Nesse post tem mais umas coisas interessantes sobre os números.

E com as cores não é diferente. Só que nós, no ocidente, também atribuímos ‘poderes’ às cores, mas o que é intrigante em relação a elas, é que os significados são completamente diferentes. E aí reforço o que sempre escrevo aqui: os códigos culturais, os sinais de comunicação e a linguagem corporal, muitas vezes podem nos colocar numa situação constrangedora por aqui.

Baseado no taoísmo (e aí entra a medicina, feng shui e outras tradições chinesas) tudo parte dos cinco elementos, que são água, fogo, madeira, metal e terra, nessa ordem. Inclusive as cores que, na ordem acima, correspondem ao preto, vermelho, azul e verde (juntos), branco e amarelo. Os chineses entendem que cor alimenta o espírito e expressa a profundidade da experiência humana.

Vejam só:

Vermelho – Hongsè
Na China – fortuna, alegria, bom, brilhante, verão, sul. No ocidente – perigo, proibição, guerra, paixão.
A influência do vermelho aqui é tão forte que as noivas costumam usar vermelho (até em vestidos com padrão ocidental), os bebês usam ‘amuletos’ e roupas vermelhas, e a quantidade de outras coisas que vocês já leram por aqui sobre o uso dessa cor.
O que é complicado é o que a cor representa no nosso inconsciente, com o significado assimilado no ocidente, e o que ela representa aqui. E ter que lidar com isso, às vezes dá um ‘nó’ (rs). Por exemplo, quando faço compras online e depois tenho que avaliar o vendedor, a florzinha vermelha é a mais linda, depois vem à amarela não tão feliz, e por último a verde, toda murcha. Como assim, eu vou colocar uma avaliação vermelha para um bom vendedor? Mas aqui é assim… E se não tivessem as florzinhas para me chamar a atenção, provavelmente teria clicado no sinal verde, e detonado com o coitado do comerciante! =/

IMG_2768

Amarelo – Huangsè e Dourado – Jinsè
China – imperador, terra, centro e China. E no ocidente – precaução, inveja, avareza, covardia.
Para os chineses, o amarelo corresponde a terra, considerada a cor mais bonita e de prestígio. Associado com, mas classificado acima do marrom em ‘prestígio’, amarelo significa neutralidade e boa sorte. Amarelo é combinado com vermelho no lugar do ouro.
Amarelo foi a cor da China Imperial e é tido como a cor simbólica dos cinco imperadores lendários da China antiga, decorando palácios reais, altares e templos. Na época do Império, somente o imperador tinha o direito de usar o amarelo nas suas roupas!
Amarelo também representa a liberdade das coisas mundanas e é, portanto, usado no budismo.

Kang Xi 康熙, segundo imperador da dinastia Qing (1661-1722 DC)

Kang Xi 康熙, segundo imperador da dinastia Qing (1661-1722 DC)

Azul – Lánsè e Verde – Lüsè
Essa merece uma explicação melhor, pois na China antiga elas eram uma ‘mistura’, agrupada dos tons de azul aos de verde sob o nome 青(qing), que deriva da ideia de vegetal e representa à natureza e a renovação, vigor e vitalidade.
Geralmente verde está associada à saúde, prosperidade e harmonia. Só que boné verde representa infidelidade e quando utilizado, é ironicamente sinal de ‘chifrudo’, se é que vocês me entendem… E olha nós, brasileiros, trazendo boné verde da seleção brasileira para dar de presente para os chineses. Se for um contato comercial, esqueça… Perdeu o negócio!
Ocidente – as duas cores só representam coisas boas, tranquilidade, natureza, harmonia…

Olha o nosso patriotismo virando confusão! =]

Olha o nosso patriotismo virando confusão! =]

Branco – Báisè
Na China representa o ouro e simboliza o brilho, pureza e plenitude, mas também é a cor do luto, associada com a morte e é usada predominantemente em funerais. Antigamente somente se usava roupas brancas e chapéus quando choravam pelos mortos.
No Ocidente é a pureza, a plenitude também, mas nada ligado com funerais!

Preto – Heisè
Na China correspondente à água, é uma cor neutra. O I Ching, ou Livro das Mutações, considera o preto como cor do céu. O símbolo do Yin e Yang usa preto e branco para representar a unidade. Antes da dinastia Tang, preto era considerado como o rei das cores e honrado de forma mais consistente do que qualquer outra cor. Inclusive era essa a cor usada em tudo, desde roupas até utensílios e até essa época o Imperador não tinha exclusividade da cor amarela. Ele usava preto! Hoje o preto é usado como qualquer outra cor, sem a nobreza, que perdeu para o vermelho, mas também sem o estigma de ser a cor dos funerais.
No ocidente, preto sempre foi vinculado ao luto, mas todos sabem que não há uma mulher que não tenha no guarda roupa um pretinho básico (mesmo não gostando muito da cor). Também representa austeridade, discrição.

Outra curiosidade
Um fato relativo ao uso das cores que também chama muito a atenção dos estrangeiros, é que não há o estigma do azul e rosa vinculado aos sexos. Para eles tanto faz, é mais um dos nossos códigos que não tem significado por aqui. Logo que cheguei a Shanghai, fui numa celebração de 100 dias, veja o que é aqui, de um bebê menino. Quando entramos no salão, toda a decoração, das bexigas ao bolo, era cor de rosa! Primeiro achei que havíamos entrado na festa errada… Mas logo veio o pai do homenageado nos receber e acabou a dúvida! A partir daí comecei a prestar mais atenção e realmente isso é um padrão que não existe aqui. Ou pelo menos não existia… Com tanta influência ocidental, alguns padrões acabam se incorporando. Vai saber… O que é uma pena perder essa peculiaridade e entrar na padronização!

300983_506845609344327_687843941_n

Na realidade, de maneira geral, o que difere entre o ocidente e o oriente, no caso a China, é o tamanho do significado cultural e o peso que cada cor exerce na sociedade.

E a lição mais importante que fica aqui é que códigos, sinais, hábitos, são muito específicos de cada cultura. Se eles podem mudar completamente seu significado do sul para o norte do Brasil, imaginem do Brasil para a China!

Fica a dica!

Zài Jiàn!

 

Anúncios

14 pensamentos sobre “Significado das cores na China.

  1. Pingback: Significado das cores: qual cor vende e converte melhor?

  2. Olá, tem alguns sites que dizem que a cor verde, na china, tem haver com exorcismo. Saberia dizer algo a respeito? Obrigada

    Curtir

    • Olá Carla,
      Obrigada pela visita.
      Nunca ouvi nada à respeito.
      O que é popularmente conhecido é que homens não podem usar chapéu verde, por uma questão de honra – pois significa que ele foi traído pela esposa, ou no popular, que é ‘corno’…rs.
      Fora isso, não conheço outro significado. Mas vou procurar saber se tem fundamento.
      Abraço.

      Curtir

  3. Ola!! Minha filha precisa fazer um trabalho sobre como os chineses ecaram a morte e como se vestem durante o luto. Poderiam me ajudar? Desde já agradeço

    Curtido por 1 pessoa

  4. Pingback: O Cavalo e o dinheiro na cultura chinesa. | China na minha vida

  5. Minha cor favorita é vermelho… e preto. Minha mãe diz até que eu sou uma pomba-gira uahauhaa…. adoro, acho super quente e super linda! Quanto o 4… no Japão eu sei que é por causa do Shi será o mesmo kanji (ideograma)?

    Kisu!

    Curtir

  6. Olha só eu aprendendo mais sobre as cores. Se o vermelho seguido pelo branco já eram as minhas cores favoritas, depois de ler esse texto posso afirmar que elas serão insubstituíveis kkk.

    Por aqui, os suecos também não fazem essa distinção entre o azul (para meninos) e o rosa (para meninas). Aqui é comum ambos usarem essas cores. Inclusive, é permitido também meninos brincarem de boneca e meninas brincarem de carrinho. Eles alegam que isso ajuda a formar a personalidade da criança e futuramente não terem preconceitos quando chegarem na fase adulta.

    Esse mundinho nosso é cheio de surpresas!

    Beijos.

    Curtir

  7. oi! muito interessante o lance das cores e, os contrastes entre oriente e ocidente!
    ………………Anselmo manda lembranças!!!!!!!!!!!!!!
    continue escrevendo mais e mais e, espero que o livro já esteja perto de ir para o prelo! ………………………..beijo grande para vs e familia!

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s