Blog/Cenas da China real/China/Compras/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

Bebes: Celebração de um mês ou 100 dias de vida.

Apesar dos trilhões de habitantes que há na China, a gravidez e a chegada de um bebê é um acontecimento de extrema importância na família. Como no ocidente, há a preocupação com a preservação do nome da família, da continuidade da vida (numa forma figurada) afinal todos querem ver seus filhos terem filhos um dia e reconhecer no novo integrante da família os traços de um ou de outro avô, bisavô, não é mesmo?

Bom, mas quando uma chinesa fica grávida, todo o cuidado é pouco com a saúde do bebê e a cobrança das atitudes da moça são coisas que acho que nem minha avó fazia! Por exemplo: grávidas não podem usar maquiagem, usar salto, subir escadas demais, carregar nada. As que trabalham em escritórios usam um avental de proteção contra radiação (tipo aqueles de raio x, mas não tão pesados), horroroso no meu ponto de vista! Depois do parto, existe toda uma alimentação especial (uma amiga que teve bebe aqui disse que queriam que ela tomasse uma sopa de sapo…argh… No final, ela ficou de me contar direito a história, mas passou e só fiquei com essa informação).

chinanaminhavida-radiation-protection-clothes-anti-radiation

chinanaminhavida-radiation-protection-clothes-anti-radiation1

Fora a convalescênça, um período chamado ‘zuó yué zi’ 坐月子, que literalmente quer dizer confinamento: um mês sem tomar banho (isso mesmo) e sem sair de casa (eu ia surtar), de preferência sem levantar da cama, para garantir a boa saúde dela no futuro. Sim, em pleno século 21 isso ainda acontece. E são essas coisas que às vezes me deixam perplexa na China – a modernidade e costumes arcaicos convivem juntos, em harmonia. São paradoxos com que nos deparamos todos os dias.

Mas a explicação é que a mãe deve se manter o mais ‘aquecida’ possível, consumindo alimentos quentes, ricos em ferro e cálcio, sempre usando meias nos pés e longe de golpes de ar para se prevenir de um resfriado ou alguma infecção. Quanto ao banho e a lavar os cabelos, a teoria é que com o banho ela poderá absorver muita água, ficar vulnerável ao choque de temperatura e, em consequência, pegar um resfriado. Escovar os cabelos também não é recomendado, já que isso poderá causar dor de cabeça (?!?!?!).

Claro que o bebe também não pode sair de casa nesse período. Geralmente a avó materna cuida da casa e da criança para que a mãe se recupere do parto. E os cuidados para que ele não contraia um resfriado ou qualquer outra doença são mais acirrados ainda. Eles têm o costume de ‘embrulhar’ o bebe em tantas mantas quantas estiverem ao alcance das mãos! E vemos pequenos ‘pacotes’ com as bochechas vermelhas, quase explodindo de calor.

Para finalizar esses 30 dias, tem uma celebração imensa: Celebração de um mês, que na tradução para o inglês, por conta do som, fica entre ‘full moon’ ou ‘full month celebration’, que indica que o bebe sobreviveu a 4 luas (celebração da lua cheia). Nessa festa é que a família conhece oficialmente o bebe, leva presentes e oferece os tradicionais símbolos de boa sorte chineses. Os pais distribuem os ‘ovos tingidos de vermelho’ que simbolizam harmonia, fertilidade e prosperidade e gengibre, que é o equilíbrio. Se for menino deve-se distribuir os ovos em numero ímpar e se for menina em numero par.

Chinanaminhavida-redegg

Há também a celebração dos 100 dias, que tem os mesmos moldes. Mas não consegui descobrir se as duas representam a mesma coisa. O que entendi é que antigamente acreditava-se que se o bebe superasse os 100 primeiros dias de vida, ele não corria mais riscos de morte. E que hoje eles preferem celebrar os 30 dias.

Seja lá o que for essa é a celebração mais importante para o bebê, pois aqui não é tradição grandes festas de aniversário de 1 ano. Na realidade a festa de aniversário nos moldes ocidentais não é uma celebração importante aqui. Algumas idades possuem celebração especial pelo que significam na vida da pessoa. Mas isso fica para a próxima! =]

Zài Jiàn!

Anúncios

11 pensamentos sobre “Bebes: Celebração de um mês ou 100 dias de vida.

  1. Pingback: Aniversário de 60 anos na China | China na minha vida

  2. Pingback: Significado das cores na China. | China na minha vida

  3. Isso até que é legal.
    Estou indo para Guiyang em Abril e meu marido já está por lá há 3 meses.
    São muitas as dúvidas sobre a China.
    E uma delas é engravidar por lá quais são as dificuldades de uma estrangeira ter um bebê neste país?

    Curtir

    • Oi Cecilia,
      Não conheço muito sobre a cidade que vc vai. Vou dar uma olhada e te respondo depois por email, ok? Mas te adianto que muitas brasileiras (estrangeiros de um modo geral) tem seus bebes em Shanghai e são super bem atendidas, sem problema algum, seja em hospital internacional como nos chineses.
      Abraço e obrigada pela visita! =]

      Curtir

  4. Christiane ,

    Parabéns para o texto. Como uma chinesa e uma mãe , posso dizer com toda letra que você mostrou a cultura chinesa com a realidade e profundidade. Mais uma vez parabéns para seu excelente trabalho e estudo!

    Curtir

  5. Nossa Chris, muito curioso, diferente. Acho que uma chinesa jamais se casaria com um ocidental!!!!!!!
    A avó daqui ia pirar !! Marcelinho precisa estar por dentro destes costumes para nunca se apaixonar por uma chinesa !!! hahaha
    Bjs

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s