Blog/Cenas da China real/China/China na NOSSA vida/Curiosidades/Palestras e Assessoria intercultural/viver na China

Cidades chinesas: como é viver em Harbin

Esse é o primeiro artigo do Projeto ‘Viver na China’, que escrevi aqui, há algumas semanas.

Vamos conhecer Harbin, através do relato da Ana Cristina Nasguewitz. Sim, ela mora na cidade do gelo, onde as temperaturas chegam aos inimagináveis – 38°C., e veremos que além de turismo de inverno, a cidade tem vida própria.

Sobre o turismo em Harbin, já escrevi bastante e super recomendo para quem vem a China, visitar essa cidade. Confiram nesse link.

Partindo de um ‘esquema’ onde vamos tentar mostrar o que a cidade tem de melhor, como o estrangeiro pode se adaptar, a comunidade de expatriados etc, cada colaboradora está colocando suas impressões pessoais.

Então vamos lá?

Como é a cidade 

Harbin é a capital e maior cidade da província de Heilongjiang, na região nordeste da China, a cidade fica á 2h de vôo de Pequim. Harbin é a oitava cidade chinesa mais populosa e a cidade mais populosa do nordeste da China (10,635,971 de pessoas – censo 2010). Harbin serve como um centro político, econômico, científico, cultural e de comunicações chave no Nordeste da China, bem como uma importante base industrial da nação.

O solo de chernozem em Harbin, chamado “terra negra”, é um dos mais ricos em nutrientes de toda a China, tornando-o valioso para o cultivo alimentar e têxteis. Como resultado, Harbin é a base da China para a produção de grãos e uma localização ideal para a criação de empresas agrícolas. Harbin também tem indústrias como têxtil, medicina, alimentos, aeronaves, automóveis, metalurgia, eletrônica, materiais de construção e produtos químicos que ajudam a formar um sistema industrial bastante abrangente.

O que tem de atrativo 

Tendo os invernos mais amargamente frios entre as principais cidades chinesas, Harbin é anunciada como a cidade do gelo pelo seu turismo de inverno e recreações bem conhecidas.  Harbin é notável pelo lindo festival de escultura de gelo no inverno. Além de ser bem conhecida pelo seu histórico legado russo, a cidade serve como uma entrada importante no comércio sino-russo hoje, contendo uma população considerável da diáspora russa. Na década de 1920, a cidade era considerada a capital da moda da China, já que novos projetos de Paris e Moscou chegavam primeiro em Harbin antes de chegarem a Xangai.

A cultura local de Harbin baseia-se na cultura Han, combinada com cultura manchu e cultura russa.  Essa combinação de culturas influencia o estilo, a comida, a música e os costumes da arquitetura local. A cidade de Harbin foi nomeada Cidade da Música pela UNESCO em 22 de junho de 2010 como parte da Rede de Ciências Criativas.

Como Harbin serve como uma base industrial militar importante após a fundação da RPC, é o lar de várias universidades-chave, principalmente focadas no serviço de ciência e tecnologia da indústria militar e aeroespacial nacional. Entre essas universidades, a mais conhecida é Harbin Institute of Technology (HIT), uma das universidades mais conhecidas da China.

Os atrativos mais famosos de Harbin são:

  1. Harbin International Ice and Snow Sculpture Festival – é um festival anual de inverno, e agora é o maior festival de gelo e neve do mundo.
  2. Harbin Central Street – é uma rua de paralelepípedos apenas para pedestres, com mais de um quilometro de extensão, com lojas, restaurantes, arquitetura antiga, datada da era russa e centros comerciais. Central Street fazia parte da cidade original construída pelos russos cerca de 110 anos atrás.
  3. Sun Island – é o segundo maior local do festival anual Harbin Ice and Snow Sculpture. Também tem um zoológico para tigres da Sibéria. Tornou-se o principal parque de Harbin / área de recreação e é usado durante todo o ano.sas
  4. Saint Sophia Cathedral – A Catedral Ortodoxa de Santa Sofia foi construída em 1907 após a conclusão da Ferrovia Transiberiana em 1903, que ligou Vladivostok ao nordeste da China. A Divisão do Exército russo no.4 chegou a esta região logo após a perda da Rússia para os japoneses na Guerra Russo-Japonesa (1904-1905). A igreja de Santa Sofia foi construída e completada em março de 1907 como parte de um plano para reconsolidar a confiança do exército construindo um símbolo espiritual imponente.
  5. Siberean Tiger Park – O Parque do Tigre da Sibéria cobre uma área de mais de um milhão de metros quadrados (mais de 250 acres) na Sun Island. O parque foi criado como um lugar para criar e abrigar tigres siberianos. O tigre siberiano é o maior dos grandes gatos. O programa de reprodução tem sido muito bem sucedido, e agora existem cerca de 800 tigres siberianos (cerca de 100 podem ser vistos), juntamente com outros gatos grandes, como leões e pumas. Isso é surpreendente, já que é estimado que existem apenas cerca de 500 tigres siberianos na natureza.
  6. Unit 731 Museum – A unidade 731 foi uma ala de pesquisa e desenvolvimento de guerra biológica e química secreta do Exército Imperial Japonês que realizou experimentações humanas letais durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa (1937-1945) e Segunda Guerra Mundial. Comandado pelo general Shiro Ishii, um oficial no Exército Kwantung, o número exato de homens, mulheres e crianças que morreram dentro de suas paredes permanecem desconhecidos, mas as estimativas conservadoras o colocam em torno dos vários milhares de marcas. Hoje, existe um museu dentro dos restos da Unidade 731 para relembrar a perda de vida e a humanidade que ocorreu dentro de seus muros.rrr
  7. Harbin Grand Theatre Opera House – Com a sua arquitetura excepcional, o Harbin Grand Theatre é o novo destaque na cidade de Harbin, no norte da China. O edifício, projetado por MAD Architects de Pequim, foi recentemente escolhido entre 3.000 projetos que surgiram em 2015 como construção cultural do ano de 2015 por 55.000 leitores do prestigiado ArchDaily.

Comunidade estrangeira e de brasileiros

Tem uma comunidade considerável de estrangeiros. Muitos vem pra cá para estudar nas universidades ou a trabalho nas indústrias. Sobre brasileiros, atualmente temos um grupo no Wechat contendo 12 brasileiros, geralmente nos encontramos para jantar ou ir a bares.

Como é a vida do estrangeiro na cidade (lazer, escolas internacionais, hospitais, comunidades)

Harbin tem bastante opções de lazer, além das já mencionadas nos pontos turísticos acima. Aqui tem bastante parques, restaurantes com comidas estrangeiras, shoppings e atividades ao ar livre. Sobre escolas internacionais sei que tem uma escola privada de ensino fundamental e médio que se chama Harbin Zhongshi – Canadian International School, aqui tem muitos jardins de infância internacionais também, mas a cidade é mais conhecida pelas suas universidades as quais têm os cursos  também lecionados na língua inglesa. Aqui tem bastante hospitais públicos, porém dificilmente vc vai encontrar um doutor que fale inglês.

Custo de vida 

Custo de vida para um casal sem mto luxo fica em torno de 4.000 a 5.000RMB mensais (contando aluguel (incluindo luz, água e internet), lazer e alimentação) . Com relação ao aluguel, um bom apartamento (mais novo e mobiliado – 1 quarto – sala e cozinha) fica em torno de 2.000 a 3.000 RMB mensais dependendo da localização. Uma refeição em um restaurante internacional custa em torno de 100 a 200RMB por pessoa (com cerveja em torno de 150 a 250RMB por pessoa). Visite o Numbeo  para mais informações sobre custo de vida.

China por Ana Cristina

Harbin é uma cidade bem organizada e limpa, aqui vc encontra bastante comida internacional e  as pessoas de Harbin são abertas a estrangeiros. O único ponto negativo na minha opinião seria a poluição pesada no inverno que vem da queima de carvão para o funcionamento dos aquecedores.

A China é um país que eu amo e odeio ao mesmo tempo, é engraçado falar assim, mas não existe meio termo. Eu amo como tudo aqui funciona e funciona rápido, a facilidade de ir e vir, o baixo custo de vida, a hospitalidade dos Chineses, a infraestrutura excepcional e o conforto. Porém, muitas vezes odeio pois temos o problema com a poluição e o mais estressante seria o choque cultural que nem sempre, mas algumas vezes, estressa hahaha (principalmente o barulho que eles fazem ao comer, os arrotos na sua cara, as barulhentas cuspidas no chão e o xixi das crianças em qualquer lugar).

cris4

Ana Cristina Nasguewitz, 30 anos, casada, graduada em Letras (Português e Inglês, pós-graduada em Metodologia do Ensino da Língua Portuguesa e Línguas Estrangeiras, professora de inglês há 8 anos (3 anos e meio deles na China). Morou em Hangzhou de 2012 a 2014, em Zhuhai de 2014 a 2015, voltou para o Brasil em 2015 e retornou a China em fevereiro de 2017, atualmente leciona inglês em um jardim de infância internacional em Harbin. Visitem seu canal no Youtube.

Zái Jián!

Você vive na China? Quer contar sobre sua cidade? Entre em contato!

 

Anúncios

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s