brasileiras pelo mundo/Cenas da China real/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

Mitos e verdades sobre a China.

Na hora que você estiver lendo esse texto, devo estar em algum lugar do planeta dentro do avião… Então, curta mais esse texto que foi publicado primeiro no ‘Brasileiras pelo Mundo’, e logo terei mais novidades direto da China. Preparem os dumplings, por estou voltando!

Em se falando de China, sempre há as grandes interrogações, questionamentos, dúvidas – sim, todos sinônimos – mas com uma sutil diferença entre cada expressão, palavra falada ou não.

escrevi aqui que uma das primeiras reações das pessoas quando falo que moro na China é: “‘o que você come?”

Esse, porém, não é o único mito, lenda, história que se propaga boca a boca pelo mundo inteiro.

Por isso, resolvi elencar algumas aqui. Vocês vão notar que a maioria são ‘meias verdades’, no sentido de que o fato tem um fundo de verdade, mas que na realidade não é bem assim como as pessoas propagam a história. Alguns são atitudes que aconteciam há 2 mil anos; outras, há 5 mil. E também, muitas coisas são estranhas diante dos nossos olhos, mas para eles fazem todo o sentido do mundo.

Confiram:

Os chineses dormem em qualquer lugar

Fato mais do que verídico – segundo a filosofia de Confúcio e os princípios da Medicina Tradicional Chinesa, você tem que respeitar as manifestações de seu corpo. Então, se dá aquela soneca no meio do dia, depois do almoço, seja lá onde for, eles encostam e dormem. Mas dormem mesmo! Não saberia descrever aqui todas as cenas que já presenciei nesses 11 anos de China. Eles dormem em pé, de cócoras, no ponto de ônibus, encostados nas paredes dos shoppings…

raquel custódio
Essa foto foi feita pela Raquel Custódio, dentro da IKEA, uma loja de departamento.

Os chineses são mal educados e cospem onde estiverem

Mentira e verdade – é verdade que eles cospem, escarram, arrotam e soltam ‘pum’ em qualquer lugar. Mas é mentira que são mal educados.

Calma… Eu explico!

Baseados nos mesmos princípios de se dormir quando tem sono, eles acreditam que TUDO que o corpo quer colocar para fora tem que ser expelido – assim, na hora. Isso é cultural e vem desde a época dos imperadores, 5 mil anos atrás, baseados na medicina chinesa e nos ensinamentos do filósofo Confúcio. Nesse caso, para eles, mal educados somos nós que não respeitamos os sinais e reações do nosso corpo.

Sobre esse fato, tive uma experiência bem interessante com uma amiga chinesa que descrevi neste link.

Chineses só comem coisas estranhas e insetos

Outra meia verdade – Realmente eles comem algumas coisas estranhas para o nosso paladar (e adoram), mas eles não comem só isso. A culinária chinesa é bem diversificada e tem pratos para todos os gostos.

Aí, vocês perguntam: mas e os escorpiões, baratas e outras coisinhas mais? Desculpem-me! Hoje em dia isso é coisa para turista! Principalmente em Pequim, onde há uma viela que vende de tudo que você imaginar e onde a maioria dos meios de comunicação vão fazer matérias sobre a China. E quem é turista também vai gostar de mostrar isso aos seus amigos na volta: é super exótico!

O fato é que a China teve vários períodos de fome na sua história – alguns, muito severos, em que as pessoas ferviam pedras para tomar a água com algum nutriente, comiam casca de árvores e tudo que pudesse virar alimento era bem-vindo. Mas você faria diferente? Acho que não. Isso, hoje, é passado. Nunca vi tanta fartura e até desperdício de alimentos como existe aqui.

Slide2
De coxinha de galinha a focinho de porco, pode escolher!

Os chineses preferem filhos do sexo masculino por conta da lei do filho único

Falso – a lei do filho único só piorou a situação das meninas na China quando foi implantada. Hoje já está muito mais branda essa preferência, inclusive com campanhas do governo valorizando a chegada de bebês meninas à família. Mas o motivo pelo qual eles preferiam meninos é porque na época do império, no passado milenar chinês, o governo dava uma gleba de terra para o casal que tivesse um filho homem; se tivesse dois, eram duas glebas e assim por diante, e não dava nada para os que tinham meninas.

Como assim? A tradição na China é que os filhos homens ficam responsáveis pelos pais e, quando casarem, vão trazer a esposa para morar com eles e fazer parte da família. Dentro desse costume, as moças deixavam de fazer parte da família de origem. Os pais recebiam um dote por dar a filha em casamento e muitas moças ficavam anos sem visitar os pais, com o intuito de cortar o vínculo.

Resumindo, ter meninas (segundo o pensamento da época) era só prejuízo, pois teriam que alimentar, vestir; elas não seriam força de trabalho como os homens, não cuidariam dos pais na velhice e ainda não trariam nenhum benefício material para a família, uma triste realidade; no entanto, a discriminação contra a mulher nunca foi uma exclusividade chinesa, isso é fato.

Os chineses acreditam que a China é o centro do mundo

Verdade – e isso também vem lá de longe, de milênios. Os chineses sempre acreditaram que a China fosse o centro do mundo e que nada aconteceria, existiria, sem que ela fosse o epicentro. Chamavam os estrangeiros de ‘bárbaros’ e os consideravam povos ‘estranhos’.

O próprio nome do país em mandarim, significa, literalmente ‘país do meio’ – 中国 – Zhōngguó.

Bebês chineses fazem suas necessidades no meio da rua

Verdade – mas isso também faz parte da tradição cultural desse povo. Em algumas regiões da China já se tira a fralda do bebê com 2 meses de vida. E aí começa um treinamento: cada vez que o bebê mama, em seguida ele é colocado no colo numa posição semelhante a de cócoras e fica assim até fazer suas necessidades. E o processo se repete cada vez que ele se alimenta. Chega uma hora que a criança, o bebê, está condicionado, e onde ele está ele solta o que tiver que soltar…

Até as roupas de bebê aqui na China são feitas para esse fim: as calças são abertas na parte de baixo. É a coisa mais comum encontrá-las para vender nas lojas. Difícil é achar as calças e macacões devidamente costurados no gancho! E, mais uma vez, eles não se conformam que nossos bebês usam fraldas, pois dizem que isso faz mal para a pele das crianças; e há mais uma lista de motivos para descartar as fraldas. Em cidades como Xangai, mais ocidentalizadas, isso vai se tornando menos comum, porém no interior ou nos bairros afastados do centro, só se vê bebês de bundinha de fora!

slide22
Foto da Ana Paula Merchan.

Esses mitos são somente a ‘ponta do iceberg’ de todos os mistérios e lendas que envolvem a China, sua história e cultura. Eu poderia ficar elencando dezenas deles.

O objetivo de colocar aqui todas essas histórias é que no fundo tudo é cultural e faz parte da vida desse povo desde sempre. É a civilização mais antiga do mundo, com suas tradições milenares.

O interessante é que mesmo com toda a modernidade – a tal da globalização -, os chineses cresceram, viraram consumidores vorazes, estão desbravando o mundo, mas não abandonam a maioria dos costumes que datam da época do império.

Como sempre digo, o concreto é fácil de mudar. Se destrói o prédio velho e desgastado, num piscar de olhos eles constroem um arranha-céu de vidro e aço. Mas a cabeça das pessoas, a raiz cultural, o inconsciente coletivo… Isso ninguém consegue mudar com uma martelada!

Zái Jiàn!

Anúncios

11 pensamentos sobre “Mitos e verdades sobre a China.

  1. Pingback: Vou mudar para a China: e agora? Parte 1 | China na minha vida

    • Olá Aristóteles,
      Hoje em dia não. Aqui em Shanghai está cada vez mais difícil ver essa prática, ao menos no centro da cidade, nos bairros mais cosmopolitas. Mas eles buscam um ‘cantinho’ se é que vc me entende. Nunca vi nada assim, no meio da calçada… hehehe
      Abraço.

      Curtir

  2. Adorei seu texto! Morei 9 meses em Changsha, província de Hunan em 2004 e é bem por aí…Apesar de td isso tenho mta vontade de voltar pra lá…

    Curtir

    • Olá Luciana,
      Obrigada pelo comentário. E se vc já quer voltar tendo estado aqui em 2004, se vier de novo não vai mais querer ir embora!rs. As coisas mudaram bastante, e para melhor em muitos aspectos. Estamos na China desde 2004 também.
      Beijo

      Curtir

  3. Parabéns, eu achei super legal suas explicações e corretas. Tem muita gente que fala muita besteira sobre a China. Principalmente a mídia ocidental, que não tem como se comunicar em chinês. Você que está aí há muito tempo, sabe que ainda nessa geração quase 100% dos chineses que mandam só falam chinês. Só os jovens e alguns professores falam inglês , mas não tem poder de decisão. Vou deixar para você uma curiosidade que não sei se você já presenciou. Uma vez fui num lugar perto de Guilin. Lá fui na casa de camponeses que me mostraram a confecção de um caixão mortuário, para uma pessoa que ainda estava viva. A senhora idosa veio falar comigo e me mostrou com todo orgulho , o caixão que os filhos, netos, etc.. estavam fazendo para ela. Detalhe: o caixão ficava na sala. Isso é uma mostra de carinho e profundo respeito. Eu até tirei uma foto com ela e o caixão. rs. Coisas da China. Abs

    Curtir

  4. oi! delicia de texto!
    que a viajem seja tranquila e espero que tenhas aproveitado e matado
    a saudades do verão daqui!
    passou rápido e não nos vimos!
    beijo grande para vc e familia!

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s