China/Curiosidades/Viagens/viver na China

 Mas afinal: Beijing ou Pequim?

Quem segue o blog já deve estar acostumado com o nome da capital chinesa sendo Beijing, pois esse é o nome que reconheço e uso no dia a dia.

Apesar de a escrita correta na língua portuguesa para a capital da China ser ‘Pequim’, ninguém por aqui conhece esse nome. O nome usado pelos chineses e adotado por muitos países na sua língua mãe é ‘Beijing’.

Beijing é a palavra correta em mandarim, idioma oficial da China. Pequim vem de Pekin, usado no passado, quando essa região ainda usava o cantonês como idioma (que atualmente só é usado em Hong Kong e, extra oficialmente, no sul da China).

Hoje a língua oficial da China é o mandarim e desde que se começou a campanha da China para as Olimpíadas de 2008, o governo insiste em mostrar para o mundo que o nome da sua capital é Beijing.

26af02922801401e9d8c11bd1d7def74

É um assunto polêmico, pois esbarra em questões linguísticas. Mas para mim, que vivo aqui, Pequim não soa comum, não me diz nada. Assim como ‘Xangai’, que aqui é ‘Shanghai’ (mas essas ainda tem alguma semelhança no som).

Sei que pode parecer estranho, mas é assim.

Alguns nomes de cidades chinesas em pinyin e as equivalências em português:

Guangzhou – Cantão

Shanghai – Xangai

Beijing – Pequim

Nanjing – Nanquim

No caso de Hong Kong (que não é China) é que a tentativa do governo Chinês em adotar o nome em pinyin não deu muito certo em nenhum lugar do mundo, nem mesmo na China e muito menos em Hong Kong. Mas, nas escolas chinesas o nome que é ensinado é  ‘Xiang Gang’, que seria o nome de HK em mandarim.

1348349330-18137

Pequim

Li uma explicação do Professor Claudio Moreno sobre a questão. Claro que ele é linguista e fala sobre a ótica do português culto e correto (o qual todos deveriam ter mais conhecimento e usar no seu dia a dia), mas acho a posição bastante radical em se tratando de um nome de país, num idioma que não é mais reconhecido como idioma oficial do mesmo.

E a nossa língua, infelizmente, já adotou tantos nomes americanizados como ‘hot-dog’ para cachorro quente, ‘deletar’ para apagar e ‘check-in’ para apresentação do passageiro em voos e hotéis (essas duas inclusive constam nos dicionários da língua portuguesa), que adotar um nome de país (ou sua capital, no caso) como ele deve ser, não seria nenhum absurdo ortográfico.

Claro que sei que no exterior se usa o Brasil com Z, mas no final, mesmo escrevendo errado pela regra do português, a palavra praticamente não perde seu significado. Um estrangeiro diz que vai ao ‘Brazil’ e todos reconhecem o local sem nenhum problema.

Veja bem, não vou questionar professores, nem catedráticos em lingua portuguesa. Não tenho conhecimento para isso. A minha questão é puramente prática, opinião pessoal de quem vive na China, certo?

Beijing

Mas para defender meu ponto de vista, encontrei um texto da Janaína Silveira, que tem as mesmas indagações que fiz aqui, e pelos mesmos motivos que eu, ela prefere escrever e se referir às cidades chinesas com seus nomes em mandarim: Beijing, Shanghai, Nanjing.

No texto, ela explica que:

“Beijing resulta da reforma feita pelo governo chinês para padronizar a transliteração dos caracteres chineses para o alfabeto que conhecemos, o romano. Esse sistema chama-se pinyin e, pra quem mora por aqui e quer aprender o mandarim, acaba por ser fundamental. Pelo pinyin, então, o som destes dois caracteres 北京  fica Beijing, cujo significado é Capital do Norte.”

E depois, para justificar sua preferência:

“…Usar Beijing é acolher o nome que as pessoas do lugar usam. Acho até um sinal de carinho. É preciso falar Beijing, assim como aprender a dizer obrigado (xiexie) e desculpa (duibuqi) assim que se pisa aqui.”

Eu ainda complemento: você vai precisar do ‘nihao’ – olá, do ‘buyao’ – não quero e entender o ‘meiyou’- não tem. Ainda assim, sua estadia aqui será uma aventura linguística, com certeza.

beijing_beijing-chinese-character

O fato é que se sua intenção é visitar a China, incorpore desde já, ao menos, o nome Beijing em seu vocabulário! Pois se chegar aqui perguntando por Pequim, ninguém saberá te dar qualquer informação, nem nas placas escritas em pinyin ou inglês!

E depois que você vive aqui, como no meu caso, há anos, é impossível usar outro nome, outra grafia que não a usada em seu dia a dia, mesmo falando português!

Zái Jiàn!

Anúncios

13 pensamentos sobre “ Mas afinal: Beijing ou Pequim?

  1. Hong Kong não é China? Cuidado para não ser presa ao afirmar essas posições em público! Em língua portuguesa é Pequim, mesmo. Se você estivesse na Europa com uma passagem para Estugarda, emitida em Portugal, provavelmente perderia o avião: Stuttgart, Moscou, Copenhague, Amsterdã, etc (em português brasileiro) seriam Estugarda, Moscovo, Copenhaga, Amsterdão, etc (em português europeu). Duvido que seria compreendida no Brasil se se referisse a Copenhage como København ou a Casablanca como Dar-el-Beida, seus nomes nos idiomas de origem! 了解更多信息!

    Curtir

    • Olá Bertfel,
      Obrigada pelo comentário.
      Bom, repostando uma frase do texto “Veja bem, não vou questionar professores, nem catedráticos em língua portuguesa. Não tenho conhecimento para isso. A minha questão é puramente prática, opinião pessoal de quem vive na China, certo?”. E eu busco bastante informação, tanto que coloquei duas posições divergentes.
      Mas, sem nenhum tipo de afetação, esse é um espaço em que falo da minha experiência e do que vivo aqui, na China, no dia a dia.
      Abraço!

      Curtir

  2. OLAM estou aqui em Pekim, desde ontem, mas amanha ja vou pra Singapura; Comprei em Xangai, dois celulares XIAME, mas dizem que aqui em eh mais barato, voce tem alguma informação de onde posso compra-lo? Estou no hotel PRIME CAMPANILLA.

    Curtir

  3. Em quase todas as línguas, Pequim é chamado de PEQUIM e não BEIJING. Como é que alguém escreve estas informações num blog quando o nome Pequim e derivados é a palavra correcta na maioria das línguas? A escolha da palavra depende da lingua que estamos a falar/escrever, ou seja em português é Pequim e não Beijing.
    Brazilian Portuguese: Pequim
    Chinese: 北京
    Croatian: Peking
    Czech: Peking
    Danish: Beijing
    Dutch: Peking
    European Spanish: Pekín
    Finnish: Peking / Beijing
    French: Pékin
    German: Peking
    Greek: Πεκίνο – Pekíno
    Italian: Pechino
    Norwegian: Beijing
    Polish: Pekin
    Portuguese: Pequim
    Romanian: Beijing
    Russian: Пекин – PEkin
    Spanish: Pekín
    Swedish: Beijing
    Thai: กรุงปักกิ่ง – krung paking
    Turkish: Pekin

    Curtir

    • Olá Daniel,
      Obrigada por seu comentário, que é completamente correto. Mas como expliquei no texto, é uma escolha pessoal continuar escrevendo Beijing, moro na China há 12 anos e não consigo me referir a esta (e outras) cidades pelo nome antigo, baseado no cantonês, que não é mais a língua oficial na China.
      Se você voltar lá, vai ver que citei que existem opiniões controversas no Brasil em relação ao uso desses nomes. O português no Brasil é flexivel a ‘estrangeirismos’ (e não estou dizendo que isso é certo ou errado), só estou colocando que é diferente de Portugal nesse ponto.
      O meu blog é escrito à partir dos meus relatos e experiências, e para isso uso a minha linguagem coloquial. Quando escrevo para outros blogs ou páginas, respeito essas regras e sempre coloco os dois nomes, sendo um entre parênteses para mostrar que estou falando do mesmo lugar.
      Mas aqui me dou a liberdade de escrever como me é mais confortável.
      Agradeço seu comentário e sua explanação, e não lhe tiro a razão. Mas não acredito que esse ponto possa deixar o conteúdo que produzo menos interessante ou confiável.
      Abraço.

      Curtir

      • Sou aqui do Brasil e acho que se até o momento eu aprendi que o nome é Pequim, continuarei a usá-lo.
        Agora, quando eu for a China, e falar com nativos posso me referir a cidade como Beijing, como sinal de respeito.
        Não vou mudar a minha língua nativa por causa de uma vontade da China (mesmo que tenho sido sutil).
        Até porque Pequim é muito mais fácil de escrever e pronunciar. A língua portuguesa se adaptou dessa forma para melhor uso.
        Mas, achei interessante sua explicação :). Sanou minhas dúvidas.

        Curtir

      • Oi Clara,
        Que bom, eu vivendo aqui, me acostumei tanto que não consigo falar outro nome. O mesmo para Shanghai e Xangai!
        E a questão de usar Beijing se vier para China é mais do que respeito, é sobrevivência mesmo, pois ninguém usa Pequim aqui e não vão saber do que está falando…rs
        Abraço e obrigada pelo comentário.

        Curtir

  4. Ola Christine
    Bom Dia/Boa Noite
    De fato, concordo em numero, gênero e grau com suas considerações a respeito da pronuncia dos nomes das cidades. Somente pessoas que não conhecem ou visitaram a China tem estas pronuncias erradas e equivocadas, Pequim, Nanquin, Cantão, etc.
    Também esta completa de razão, pois se estiver na China e pronunciar o nome errado, você não irá sair do lugar, pois ninguém, mas ninguém mesmo (chines), irá saber ou entender.
    Falo isto, pois quando da primeira vez em visita a China, aconteceu comigo, e de fato ninguém entendeu, tive que me adequar as pronuncias corretas, Beijing, Nanjing, Guangzhou, e não encontrei mais nenhum problema de locomoção ou comunicação.
    Concordo também que, Ni hao, Xie Xie, Dui Bu Qi, Meyou La e Buyao, são muito importantes e quebram a barreira.
    Grande Abraço.

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s