China/China na NOSSA vida/Cultura Chinesa/Curiosidades/Viagens/viver na China

Beijing – Capital da China – roteiro de 4 dias

Além da Muralha da China, o que mais fizemos em Beijing?

Para começar: vocês sabiam que a rosa é a flor símbolo de Beijing? Eu não sabia e fiquei maravilhada de ver quantos canteiros e jardins repletos de rosas tem na cidade.

O mais pitoresco: rosas aos montes pelas ruas de uma das cidades mais poluídas da China!

Slide3

Fizemos um roteiro partindo de Shanghai de trem bala (speedy train), que sinceramente recomendo. Os trens na China não atrasam, são limpos e você ainda vai apreciando a paisagem no percurso. Já os aviões… como atrasam aqui! E o pior não é só o atraso. É que muitas vezes eles te colocam dentro da aeronave, fecham a porta e aí avisam que estão com o tráfego aéreo intenso e haverá um pequeno atraso na decolagem. Bem… para resumir, eu já fiquei 3 horas dentro de um avião no meio da pista! De Shanghai ao meu destino seriam 2:30 de vôo.

Slide14

Ou seja, vale muito mais à pena ir de trem para determinados locais. A viagem Shanghai-Beijing levou 5 horas. Além disso, não é necessário chegar uma hora antes da partida. O passaporte é apresentado quando se compra o ticket e na hora do embarque é como entrar em um trem qualquer, sem check-in.

Chegando em Beijing, pegamos o metro dentro da própria estação de trem e descemos na frente do hotel. Claro que escolhi esse hotel pois sabia que ele tinha essa facilidade. Mas o problema é que, diferente de Shanghai, as estações são bem antigas e não há escadas rolantes em todas elas. E isso é um pequeno contratempo se você tem malas. Mas tirando isso, foi muito fácil a locomoção usando transporte público.

Primeiro dia

Malas acomodadas, começamos nossa caminhada. O hotel que escolhemos é relativamente perto da tão famosa rua dos espetinhos de escorpião e afins. Cerca de 20 minutos andando. E foi esse nosso primeiro passeio com destino a rua Wangfujing.

Slide1

Visitamos o tão famoso ‘beco’ (Wangfujing food market) onde tem as mais estranhas iguarias no espeto, andamos pelas barraquinhas que vendem souvenirs e passeamos pela rua de pedestres, onde tem mais ‘lojinhas’! Terminamos o dia saboreando um belo ‘pato de pequim’ no famoso restaurante Quanjude, que também fica nessa rua.

Slide13

Segundo dia

Nesse dia contratamos o guia. Foi nosso primeiro dia com o Xiaowei e já vimos que o custo benefício do seu serviço valeu muito! Ele chegou com uma van com motorista e fomos visitar o Palácio de Verão.

Slide6

Já escrevi sobre esse local aqui. Mas dessa vez tive uma agradável surpresa: Xiaowei nos mostrou o outro lado do ‘Summer Palace’ que está fora dos principais roteiros que os guias geralmente fazem com seus clientes: o Jardim da Harmonia Divina.

Um local de paz, tranquilo, sem o tumulto das grandes excursões. Esse local era um dos jardins preferidos da Imperatriz Cixi e foi onde ela ficou presa, na época do exílio.

Slide5

Depois de um tempo ali, seguimos para a rota tradicional, pois não tem como visitar o Summer Palace e não andar sob o imenso corredor coberto e todo decorado com pinturas da época. É o maior corredor coberto do mundo. Fora toda a beleza do lago e da arquitetura local, além dos jardins de tirar o fôlego. Definitivamente um dos meus locais preferidos em Beijing.

Slide7

Contrapondo com esse ambiente calmo, fresco, lindo e relaxante, à tarde fomos visitar a Tian’men Square (Praça da Paz Celestial) e a Forbiden City (Cidade Proibida). Locais que impressionam pela sua imensidão, mas são áridos, sem quase nenhuma vegetação. Com o calor que estava (37°C), parecia que labaredas brotavam do chão de cimento sob nossos pés. Mas mesmo assim é um passeio maravilhoso.

Slide8

A Cidade Proibida com sua arquitetura imponente e a grandeza dos pavilhões impressionam sempre. Já a Tian’men Square, com seu imenso piso de cimento, impressiona pela imensidão do espaço. Você se sente uma formiga no meio daquilo tudo. Há também o mausoléu de Mao T’sé Tung (Mao Zedong), onde seu corpo está embalsamado e é aberto para visitação diariamente por duas horas, pelas manhãs. Acho que é das 9:30 às 11:30, mas não tenho certeza. Nunca tive interesse em visitar esse prédio. =/

Slide9

Terceiro dia

Fomos visitar a Muralha, na estação de Mutianyu, que escrevi no post anterior a esse, e depois passamos pela Vila Olímpica (Olimpic Villa). Eu nunca havia estado lá e fiquei impressionada com o tamanho de tudo. Se os estádios do Ninho dos Pássaros e o Cubo D’água já impressionam por fotos, imaginem ao vivo! Como sempre, na China, nada é grande – tudo é imenso!

Slide12

Xiaowei nos deixou na entrada principal. De lá pegamos um trenzinho que faz todo o percurso do complexo em 25 minutos. O valor é 30 RMB e vale muito a pena. Com o calor que estava e aquele caminho de concreto à perder de vista quando entramos na Villa, não teríamos andado nem 1/10 do trajeto nesse tempo.

Quarto dia

Tratamos um ‘late check-out’ no hotel e aproveitamos a manhã para ir ao Temple of Heaven (Templo do Céu). Ele também ficava a uma distancia possível de se ir à pé, mas resolvemos contratar ao menos o motorista para nos levar até lá. Além de estarmos mortos de cansaço, não era só o percurso hotel/templo/hotel… Depois de passar pelos portões principais, precisa andar muito. Mas muito mesmo para ver os pontos principais do complexo. Além do que ganhamos tempo de usufruir do local.

Slide11

Slide10

Outro ponto que nos motivou a ter o carro foi a volta ao aeroporto. Quando viemos foi bem complicado a questão das escadas com malas. E na volta as malas estavam mais pesadas. Até porque ao lado do Templo do Céu tem o Honqiao Pearl Market de Beijing. Lojinhas e mais lojinhas, que meus hóspedes jamais dispensaram! =]

Slide4

Dali fomos ao hotel, fechamos as malas e partimos para o aeroporto. Pois é… não sei porque comprei tickets aéreos para a volta. Lembram do que escrevi no início sobre o tempo, o trem e o avião? Teoria mais que comprovada. Nosso vôo atrasou 2 horas, mais o tempo de chegar no aeroporto, check-in, espera… nossa viagem de volta (de avião) levou 8 horas! Antes tivéssemos voltado de trem.

Slide2

Vivendo e aprendendo!

Zái Jiàn!

Anúncios

23 pensamentos sobre “Beijing – Capital da China – roteiro de 4 dias

  1. Parabéns pelo blog! Quantas coisas legais! Vou passar um mês na China em janeiro/2018.. já vi que estará bem frio.. Fiquei pensando se um mês não era muito… Daí poderia conhecer outro país 😃 A princípio estou pensando em ir a Shanghai, Beijing, Xian, Hong Kong, Macau e pensei em ir a Myanmar. Vc acha muita loucura???

    Curtir

    • Olá Monique,
      Desculpa a demora em responder, acabei de chegar ao Brasil.
      Bom, janeiro é realmente um mês bem duro e frio. Mas já que vc vem, não deixe de conhecer Harbin. E também ir até Nanjing, vale muito à pena Acho que em 25 dias vc consegue fazer isso tudo, mas se quiser um calorzinho sem sair da China, vá para Sanya, e preenche seus 30 dias por aqui mesmo. Coloque o nome das cidades na busca, que terá artigos sobre todas elas. Ah, lembre-se que HK e Macau ficam fora da China Continental, e para ir lá e voltar vc precisa de visto de dupla entrada.
      Abraço.

      Curtir

      • Que demora o que? Te achei bem rápida!! Obgda pelas dicas, irei procurar as cidades que vc sugeriu sim! Só mais uma pergunta, vc conhece alguém que foi para Butão? Sou enlouqueci por esse país e fiquei me perguntando se não conseguiria ir junto com a China 😃

        Curtido por 1 pessoa

      • Obgda pelas dicas! Seu blog está me ajudando muito!! Não consegui Ainda fazer uma estimativa de gastos.. Não tenho Luxos com hotel, mas gosto de fazer o máximo possível de atrações do lugar que visito. Em 1 mês na China quanto que eu gastaria? Será que você consegue me ajudar nisso? Abraço

        Curtir

      • Você trabalha como guia na China? Irei com mais 3 amigos, queríamos muito um guia que falasse português,pelo menos em Pequim. Ou indicar uma agência de turismo. Se puder nos ajudar, agradeço!! Obgdaaaaaa por tudo!! Abraço

        Curtir

  2. Olá, relato maravilhoso que está me auxiliando muito em meu planejamento, ficarei 4 noites em Beijing e 3 noites em Shangai. O trajeto entre as cidades farei de trem de alta velocidade pra ver com e hehe qual é o nome do hotel que ficou em Beijing? Muito obrigada 🙂

    Curtir

  3. Oi. Obrigada por todas essas dicas! Estou planejando passar tambem 4 dias em Beijing e mais 12 em Shagai e arrredores. Recomenda guia com carro? Obrigada e abracos, Andrea (astelet@yahoo.com.br)

    Curtir

  4. Olá!
    a cada post seu fico maravilhada e ao mesmo tempo chateada pelo fato de ter morado 10 anos no Japão e não ter ido à China. Conhecer este país faz parte dos meus sonhos e, quem sabe um dia passe a ser um projeto a ser realizado.
    Fico aqui admirando cada local que vc visita e imaginando um dia estar aí.
    Um abraço

    Curtir

  5. Oieeee…
    Realmente muita coisa para ser ver em Beijing….mas as caminhadas precisa se ter muito preparo.
    Bem, a comida de lá jamais fariam parte dos meus planos, quem me acompanhar pode
    ficar saboreando escorpiões e patos, q vou noutro, nem q for num fast ….rsrsrsr
    Bjs

    Curtir

  6. as fotos maravilhosas! mais uma vez vendo de como êles tiram partido do turismo!
    estou aqui babando! rsrsrsrsrsrsrsr ……….só dispenso os espetinhos! sou fã das estradas de ferro, sonhei com o trem bala , fazendo o trajeto entre rio e são paulo, mas não vou ver acontecer!……………beijo grande par vc e familia! escreva cada vez mais e mais, e
    continuo esperando o livro!

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s