Blog/Cenas da China real/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/Viagens/viver na China

Viagem a Emei Shan – China.

Na semana passada comecei a contar sobre a nossa viagem do último feriado, e escrevi sobre Leshan.

Agora vou falar sobre a segunda, e mais tumultuada, parte da aventura num feriado chinês: Emei Shan.

Emei Shan está na cidade com o mesmo nome (Emei), mas pelo que entendi, Emei é ainda subordinada administrativamente a cidade de Leshan. Também é um Património da Humanidade da UNESCO desde 1996.

mt-emei

Mapa da montanha – Emei Shan

Montanha sagrada

Monte Emei ou Emei Shan 峨嵋山, é uma montanha na província de Sichuan. É a mais alta das ‘Quatro Montanhas Sagradas Budistas’ na China e é tradicionalmente considerado como o Bodhimanda, ou local de iluminação, do Bodhisattva Samantabhadra. Samantabhadra é conhecido em mandarim como Pǔxián Pusa (普賢 菩薩).

Slide1

A primeira fila… ingressos na mão e vamos encarar a estrada!

Arquitetura budista na Emei Shan

Aqui foi construído o primeiro templo budista na China, no século 1 DC. A montanha abriga 76 mosteiros budistas do período Ming e Qing, a maioria deles localizados perto do topo da montanha. Os mosteiros possuem um estilo arquitetônico que se adapta à paisagem. Alguns, como os salões de Baoguosi, são construídos em terraços de vários níveis, enquanto outros, incluindo as estruturas de Leiyinsi, são levantadas sobre palafitas. Aqui os planos fixos de mosteiros budistas foram ignorados, a fim de fazer pleno uso do cenário natural.

Há alguns teleféricos para ajudar na subida, mas hoje tem uma estrada em boas condições para chegar quase até o ponto mais alto, que é o Golden Summit (Cúpula de ouro).

Na montanha, há quatro regiões cênicas: Baoguo Temple, Wannian Temple, Qingyin Pavilion e Cúpula de Ouro ou Golden Summit, ponto mais alto da montanha com 3.079,3 metros acima do nível do mar, aparentemente, atingindo o céu.

Slide6

Golden Summit e os locais para velas e incensos.

Também vivem muitos macacos espalhados pela montanha, e o caminho todo é cheio de avisos para tomar cuidado com eles. Dizem que são espertos e pegam as coisas dos turistas…rs Nós não vimos nenhum, e nem fomos na área onde eles estão mais concentrados.

Nascer do sol e mar de nuvens

Os maiores atrativos de Emei Shan são o nascer do sol e o mar de nuvens vistos à partir do Golden Summit. Um pela manhã (claro) e o outro no meio para o final da tarde. Não se vê nada abaixo, somente nuvens. A sensação é que estamos no céu!

Mas… precisa de tempo!

E esse foi nossa falha nessa viagem. Deixamos um dia para visitar o Monte Emei. Saímos pela manha do hotel, que ficava a 5 minutos da entrada da montanha. Lá pegamos um ônibus que nos levou até o teleférico, pois nosso destino era o Golden Summit, sem paradas. Apesar de que tivemos que fazer uma troca de ônibus no meio do caminho.

A estrada é boa, mas uma serra de duas mãos, cheia de ônibus de turismo. E como era feriado, a coisa fica um pouco mais complicada. Normalmente a subida é de 2 horas. Só que teve um deslizamento de terra por conta da chuva e nossa jornada se estendeu por 3 horas.

Quando chegamos no ponto final (do ônibus), descobrimos que o teleférico ficava a pelo menos 30 minutos de caminhada, escadas acima… E vamos nós no meio da multidão, até a estação do teleférico. Fila para comprar o ingresso, fila para entrar no bondinho… Mais 2 horas quase nesse ponto da história.

Slide4

Antes, durante e depois do teleférico…

Quando chegamos na estação, havia mais uma pequena escalada para se chegar ao Golden Summit. Resumindo: da entrada da montanha até o seu ponto mais alto levamos 5 horas.

Slide2

Nessa escadaria, haviam vendedores de tudo: de comida a souvenir…

Slide3

E também haviam os ‘carregadores’, com suas cadeirinhas que subiam com as pessoas que pagavam o valor estipulado. Como somos laowais, nem perguntei, pois provavelmente o preço seria 1000% mais alto. e também não havia necessidade desse serviço…

 

Para finalizar, sabíamos que o último ônibus sairia da estação as 18:00, e tínhamos que calcular ao menos 2 horas para chegar de volta nesse ponto. Ou seja, tivemos menos de meia hora para apreciar, tirar fotos, registrar toda aquela maravilha que estava ali, na nossa frente.

Aprendemos a lição: existem locais que não adianta querer fazer ‘speed tour’. A ideia inicial era ficar num hotel na montanha, perto do Golden Summit, mas não conseguimos quarto por ser no feriado. Sem sombra de dúvidas isso teria nos ajudado um pouco, mas mesmo assim, um dia na Emei Shan é muito pouco.

Slide5

A chegada ao topo do Emei Shan.

Slide7

Um vento frio, de lascar!

Os elefantes cercam toda a escadaria que leva ao monumento.

Os elefantes cercam toda a escadaria que leva ao monumento.

Se for para ver todas as atrações, mesmo rapidamente, são necessários 2 dias, e estar alojado na montanha. Ainda volto lá… Pois, mesmo num tempo recorde de visitação, não é possível descrever toda a magnitude desse monumento no alto da Emei Shan. E ele merece mais atenção!

templo ao lado do Golden Summit

Templo ao lado do Golden Summit.

Slide10

Templo ao lado do Golden Summit.

 

Acho que isso é uma característica da China. A maioria dos locais que visitei, possuem uma grandiosidade que as fotos não conseguem mostrar, por mais lindas e profissionais que elas sejam. Se deparar com a obra, construída sabe em que tempos e condições, a suntuosidade do monumento e ao mesmo tempo a simplicidade deles, é de nos deixar boquiabertos. Isso aconteceu no dia anterior, no Giant Buddha, em Xi’an com os Guerreiros de Terracota, em Beijing na Muralha da China… Impossível descrever o que são esses locais. Por mais palavras que use, fica ainda um vazio.

Templo ao lado do Golden Summit.

Templo ao lado do Golden Summit.

Golden Summit

Golden Summit

A saga da volta, conto no próximo post, na sexta feira!

Aguardem…

Zái Jiàn!

Anúncios

9 pensamentos sobre “Viagem a Emei Shan – China.

  1. Pingback: Sobre a Reserva dos Pandas em Chengdu | China na minha vida

  2. Pingback: A aventura da volta. Viagem a Emei Shan – China. | China na minha vida

  3. Olá Christine!
    Descobri seu blog esses dias, pois devo ir à Shanghai em meados de maio para um treinamento de 1 semana para um trabalho e possivelmente estender até o fim do ano.
    Tenho tentado ler bastante do que vc conta (e adorado), pois pelo visto há muito o que contar sobre esse país mas não consegui ler tudo ainda! hahaha

    Apesar da euforia inicial de saber que irei praí em breve, tenho momentos de apreensão e ansiedade, aquele medinho de imaginar como vai ser, sabe? Tenho 33 anos mas me sinto com 13 quando visito um país novo…rs
    Uma das coisas que eu soube é que eles restringem vários sites ocidentais, e notei um relato seu sobre vc ter postado uma foto no facebook. Como vc faz para ter acesso? Em Shanghai é permitido?

    Bem, sucesso com o blog! Continuarei acompanhando seu diário!
    =*

    Curtir

    • Oi Mari,
      Obrigada pelo seu depoimento. Muito bom saber que consigo ajudar um pouco pessoas que estão nessa ansiedade/dilema com a mudança.
      A boa notícia é que você vai descobrir um mundo novo… A não tão boa (rs) que isso não é tão simples assim para nós ocidentais. Mas não é impossível. Tem muitos, mas muitos mesmo, brasileiros aqui. Os desafios, principalmente para quem trabalha com o chinês são imemsos, mas todos possíveis de se contornar.
      Basta vir com seu coração e mentes abertos. É outra cultura, outros hábitos, outra cabeça. Entenda isso e sempre se lembre dessa regrinha básica na hora que der vontade de gritar! E grite também, não tem problema! hehehe
      Wuanto a internet, sim, temos restrições aqui para google, facebook e demais redes sociais internacionais. A solução é adquirir um pacote de VPN.
      Para facilitar sua busca, tem esse artigo sobre o serviço.
      https://chinanaminhavida.com/2013/07/21/censura-na-china/
      Hoje eu uso o que recomendo no artigo no meu computador. Mas no iphone uso o VIPVPN que vc pode comprar cotas, e acho mais interessante, pois não uso muito o VPN no celular.
      Bom, é isso.
      Se precisar de algo, pergunte!
      Abraço e boa viagem.

      Curtir

      • Ah, obrigada pela resposta, Christine!
        Gostei da parte de gritar! hahahaha
        Valeu pela dica do VPN, ja estava pesquisando algo a respeito, foi bom confirmar.

        Mente aberta sempre procuro ter, será minha 4a saída de casa…vai ser uma grande experiência de fato, nunca fui para nenhum país por essas bandas, o mais perto foi Turquia e por poucos dias.

        Obrigada, abração!

        Curtido por 1 pessoa

  4. oi! tudo bem?
    espero e desejo que vc volte lá com calma e tempo, para poder andar por tudo e, principalmente registrar suas emoções! com certeza será uma belo capitulo do teu livro………….Vc tem muita sensibilidade!
    beijo grande para vc e familia!

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s