Blog/China/Palestras e Assessoria intercultural

Enfim a esperança…

Esse texto, escrevi no dia que recebi a primeira dose da vacina, a primeira dose de esperança, o primeiro respiro de alivio de pois de meses de incertezas. Aqui compartilho com vocês não só esse testemunho, mas também outros artigos muito pontuais que escrevi durante a pandemia (os links estão no final do texto). Quero com isso, deixar aqui registrado um caminho, de dor, de luta, de incertezas, mas que como sempre acreditei: vai passar!

E está passando, e estamos começando a respirar e ver a luz no fim do túnel. Quem me acompanha há algum tempo, certamente já os leu, mesmo assim, vale a pena clicar nos links e relembrar por tudo que já passamos juntos nessa caminhada! Espero que vocês venham comigo por essas e outras lembranças de um tempo não tão distante, mas que parece que percorremos décadas e décadas.

A esperança

São exatos 1 ano e 5 meses desde que tudo isso começou, de que vivemos a incerteza do que que aconteceria com esse vírus, de que vimos o mundo colapsar frente a um inimigo invisível, mas que se faz presente como uma sombra ao nosso lado. 

Enquanto a enfermeira me vacinava, em questão de segundos se passou um filme na minha frente: o dia que acordei e recebi a notícia que não poderíamos mais sair de casa, que havia um vírus que ninguém conhecia e que estava matando muita gente em Wuhan. E chorei, quase soluçando. E a moça, sem entender nada, não sabia o que fazer com o meu choro – Te machuquei? Ela perguntou.

Não, você me injetou esperança, me confirmou que tudo vai passar, me disse com seu carinho que tudo ficará bem. Chorei de emoção, de alívio, de gratidão (e estou chorando ainda agora, escrevendo esse texto). 

Nesse filme mental, tantas coisas vieram à tona, tantas emoções contidas, porque precisávamos ser fortes, tantas lembranças de pessoas e situações que estamos vivendo nesses 17 meses, tão intensos que parecem que valem mais que todos os 56 anos que já vivi. 

Passamos por questionamentos , incertezas, dúvidas, tristeza, perdas, angústia, mas em momento algum me faltou esperança. 

E a única certeza que temos é que tudo vai passar. Que ficaremos mais fortes, que teremos muitas lições a aprender (e já estamos aprendendo).

Sabemos, mais do que nunca, que nada é imutável, que a vida não está totalmente sob nosso controle, que somos vulneráveis e, principalmente, que o que importa é o que vivemos hoje. Amanhã poderá ser tarde. 

Não, não podemos deixar tudo a cargo do universo. Temos que continuar planejando, trabalhando, sonhando e realizando tudo a que nos propomos na vida, mas…

✅ temos que saber que desvios na rota podem acontecer e tudo bem.
✅ que nossas certezas não são únicas, e tudo bem.
✅ que podemos mudar de opinião, de rota, de crença e tudo bem. 
✅ que precisamos exercitar a humildade, a caridade, a solidariedade, a resiliência e o amor próprio . Tudo assim, junto e misturado mesmo. 

Aprendemos que nada será como antes, apesar de não sabermos como será esse amanhã. 

O importante é que chegamos aqui, que sobrevivemos, que temos a vacina e a esperança de que isso terá um fim. 

Só peço a Deus que mais e mais pessoas tenham acesso a vacina, que ela traga a proteção que tanto precisamos para voltar a rodar pelo mundo, a ver e abraçar quem amamos, para encurtar as distâncias e continuarmos nossa jornada! 

E assim, mais uma vez, seguimos! 
🙏🏼❤️

Obrigada meu Deus, por mais essa benção! 

As reflexões do tempo de pandemia

Quando ainda tudo estava na China;

Jiayou (força), China!

Quando já sabíamos que as coisas seriam diferentes

Nada será como antes

Quando o mundo percebeu que não existem fronteiras

Reflexões de uma época de crise

Quando percebi que era uma pandemia sem data para acabar

A vida que começa agora

Recordar é viver

Nesse caso, recordar é perceber o quanto caminhamos, mesmo aos tropeços chegamos aqui. Me emocionei relendo esses textos, talvez por efeito colateral da vacina? Quem sabe!

Infelizmente nem tudo foi final feliz, muitas vidas foram ceifadas, muitas coisas perderam o sentido, mas se chegamos até aqui, é porque ainda temos muito a caminhar.

Então seguimos, na certeza que tudo vai passar!

Jiayou! Força!

Um pensamento sobre “Enfim a esperança…

  1. Pingback: Enfim a esperança… – Agora é notícia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s