China/Cultura Chinesa/Dicas de Shanghai/Palestras e Assessoria intercultural/Viagens/viver na China

Templo do Buda de Jade

Antes de começar aqui, tenho que confessar que eu tinha um preconceito com esse templo. Logo que mudamos para Shanghai, fomos visitar e o local estava bem bagunçado, com só uma ala aberta ao público, e o ‘tal Buda de Jade’ nem me impressionou tanto assim.

E descartei o local das minhas visitas e indicações para leitores e clientes. Sempre indico (pois para mim ele continua sendo o mais lindo Templo de Shanghai) o Jing’an Temple. Ele é super bem localizado, maravilhoso e imponente com seus telhados dourados.

Mas… outro dia recebi uma pessoa, que ficou comigo muitos dias, e ela queria muito conhecer esse templo. Como tínhamos tempo de disponível, porque não visitar O Buda de Jade? Deixei claro que não era um local tão lindo como o Jing’an e lá fomos nós.

Gente, paguei a língua!

O templo está todo modificado, algumas partes ainda estão em construção, mas já é possível ver a beleza de cada detalhe, cada pavilhão e agora tem dois Budas de jade: o sentado, mais precioso e bem guardado, que dá nome ao templo, e o deitado, que também é lindo, mas não está envolto em tanto mistério!

Agora, se vocês querem saber, o Buda de Jade principal, me decepcionou um pouco. Quase como ver a ‘Monalisa’ ao vivo. Você espera muito, alimenta uma expectativa imensa e quando chega perto… ok, é bonito. Dá para entender?

Só que mesmo mantendo o ‘Jing’an Temple’ como meu predileto, o templo do Buda de Jade merece ser visitado. A atmosfera é de harmonia, beleza e paz. Um local que dá para ir e ficar lá por horas apreciando cada entalhe nas paredes e colunas, cada imagem esculpidas em diversos materiais, os pequenos jardins e seus bonsais. Enfim, tem que entrar para perceber tudo isso.

História do Templo do Buda de Jade

O Templo do Buda de Jade, fica mais afastado do burburinho da Nanjing Lu, mas não muito distante do Jing’an. E é um dos templos mais famosos da cidade.

Em 1882, um antigo templo foi construído para manter duas estátuas de Buda de Jade, que tinham sido trazidas de Burma por um monge chamado Huigen. Esse templo foi destruído durante a revolução que derrubou a dinastia Qing (1911). Mas, felizmente, as estátuas foram salvas e um novo templo foi construído em 1928. E foi nomeado o Templo do Buda de Jade – Jade Buddha Temple, ou em mandarim, 玉佛禅寺 –  Yùfó Chán Sì.

Em 1966, durante a Revolução Cultural, os monges ganharam a vida vendendo artesanato.

Em 1983, o Instituto de Budismo de Shanghai foi estabelecido no templo, sob a administração da  Associação Budista de Shanghai.

Em 1985, as palestras regulares das escrituras, a meditação e outras características da vida do templo foram retomadas e o templo voltou a sua atividade plena.

Os Budas

As duas preciosas estátuas de jade, não são apenas relíquias culturais raras, mas também obras de arte. Tanto o Buda sentado como o Buda deitado são esculpidas em jade branco. O jade branco espumante e cristalino dá aos Budas a beleza da santidade e tornaram suas expressões vivas.

O Buda sentado tem 1,90 metros de altura e é incrustado com ágatas e a esmeraldas (por isso ele fica super protegido!), retratando o Buda no momento de sua meditação e iluminação.

242234844133725491.jpg

O Buda reclinado tem 96 centímetros de comprimento, deitado sobre o lado direito com a mão direita apoiando o cabeça e a mão esquerda colocada sobre a perna esquerda. Esta forma é chamada de “repouso da sorte”. O rosto calmo mostra o clima pacífico de Sakyamuni, quando ele deixou este mundo.

No templo há também um outro Buda reclinado, que é de 4 metros de comprimento e foi trazido de Singapura em 1989.

Além disso, existem muitas outras pinturas antigas e escrituras budistas distribuídas nas inúmeras salas e pavilhões do templo. Bem como outras imagens de Budas e dos guardiões do templo.

Tradição

Embora a história do Templo do Buda de Jade não é muito longa, o estilo arquitetônico clássico o torna único.

‘Devajara Hall’, ‘Mahavira Hall’ e a ‘Jade Buddha Tower’ compõem a estrutura principal do templo e aos lados estão o  ‘Kwan-yin Dian Hall’, o ‘Amitabha Dian Hall’, o ‘Zen Tang Hall’.

O Buda de Jade reclinado tem um ‘hall’ somente para ele. Já o Buda de Jade sentado está na ‘Jade Buddha Tower’.

Ainda na ‘Jade Buddha Tower’, são mantidos mais de 7.000 sutras Dazang –  relíquias de cultura inestimáveis.

366289870981300327

Se quiser seguir as atividades do templo através do wechat, rede social chinesa, é só escanear o QR Code. Tempos modernos…

 

Visitas

Então gente, agora, se você tiver tempo na cidade, recomendo a visita nesse templo. Ele não é tão imponente, nem vistoso como o Jing’an, mas realmente tem uma beleza que transcende o ouro e a imponência que a localização privilegiada dá ao Jing’an Temple.

O endereço é: 170 Anyuan Lu, Jing’an – Shanghai

Espero que gostem!

Zái Jián!

Anúncios

4 pensamentos sobre “Templo do Buda de Jade

  1. Oieee…está vendo só, vc tinha preconceito com esse templo, p ver q a primeira impressão é q fica, mas foi ótimo vc retornar e ter outra visão.
    Mas um lugar p vc levar seus hóspedes…rsrsrs
    Bjs

    Curtido por 1 pessoa

  2. oi!
    bom dia!
    hoje o dia amanheceu cheio de luz, e parece que vamos ter sol o dia todo, apesar do friooooooo!
    tivemos muita chuva!
    como sempre uma matéria deliciosa!
    beijo grande para vc e familia!

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s