Blog/China/China na NOSSA vida/Curiosidades/viver na China

Meu casamento chinês

Então… já fazem alguns meses que isso aconteceu, na realidade quase 1 ano. Mas, apesar de muitas pessoas terem me sugerido escrever sobre isso, na época eu não quis. Só que nesse final de semana uma amiga me recomendou um blog de uma moça finlandesa que se casou com um chinês! Me encantei com sua história e recomendo o blog a quem interessar (mas está em inglês): “Leaving a Dream in China”

Vivendo um sonho na China.

Ela é jovem, mas sempre nutriu um amor pela China, já que seus pais moraram aqui antes dela nascer, e resolveu vir estudar mandarim. Foi para uma cidade de interior. Fala, lê e escreve em mandarim e está se graduando para lecionar mandarim para estrangeiros. E… conheceu o amor da sua vida, segundo ela, um rapaz chinês. E casou, na China, como manda o figurino.

Bom, mas porque o espanto? Porque homens ocidentais casarem com moças chinesas é muito comum por aqui. Agora uma moça ocidental que veio morar aqui, namorar e casar com um chinês é coisa rara de se ver.

Um parênteses: não estou falando de ocidentais que se casam com descendentes no seu país de origem, como no Brasil. Afinal, apesar da diferença de descendência, no final foram todos criados na mesma cultura, com os mesmos valores. Apesar que, com a emigração atual dos chineses para o mundo, acho que essa diferença tenderá a diminuir.

Meu casamento chinês

Aí me animei para contar a história do meu casamento chinês…só que com o mesmo marido brasileiro!

Faziam 8 anos que eu possuía meu visto de residente vinculado ao visto do meu marido. Na realidade no Brasil temos um ‘Contrato de União Estável’, e com esse documento tirávamos nosso visto todo ano.

Mas um dia as regras mudaram (porque aqui as leis sempre mudam da noite para o dia) e aí pediram que fizéssemos a tradução da nossa ‘certidão de casamento’ para o mandarim. Bom, nem preciso dizer que foi o caos. Nós somos divorciados, e na certidão de união estável, consta os nomes dos ‘ex’ de cada um e dos filhos do primeiro casamento. Fico só imaginando a cara dos chineses lendo aquilo e não entendendo nada.

Bateram o martelo e disseram que aquilo não era casamento e com aquele documento eu não teria direito ao visto de residente como esposa. Não adiantou explicar que a lei brasileira permite e reconhece isso, que foi feito em cartório e nem falar que eu já tinha visto de residente há tantos anos, que diferença iria fazer, não é?

Mas uma coisa que chinês não faz, tecnicamente, é exceção. E como já disse no artigo sobre vistos chineses, se tem uma coisa que não há aqui é ‘jeitinho brasileiro’ para visas. Nem todos os argumentos do mundo mudaram a situação. Tínhamos que casar de verdade.

O que fui descobrir depois é que não só nós tivemos que casar, mas todos os casais de brasileiros que estavam aqui na mesma situação… e tinha gente! Acho que nunca antes o Consulado Brasileiro expediu tanta certidão de casamento na China!

A documentação

Fui eu ao consulado, e aí começa a burocracia, afinal, consulado é território nacional, tem que seguir as regras brasileiras! Teríamos que apresentar a nossa certidão de nascimento original com menos de 6 meses de expedição. E eu nem sabia que agora era assim, essa coisa de certidão de nascimento ter prazo de validade. Ainda bem que nascemos na mesma cidade e meu pai pode providenciar para nós e enviar por DHL, o que levou 5 dias úteis.

Certidões aqui, descobrimos que teríamos que dar entrada no consulado, esperar 90 dias para sair os proclamas (!?!) e só depois poderíamos casar ali, com duas testemunhas. Mas não podíamos esperar todo esse tempo, pois os vistos venciam antes.

Nesse ponto do desespero, alguém nos deu a brilhante ideia de casar no cartório chinês, que na realidade tem o pomposo nome de “Wedding Ceremony Plaza” e fica no ‘Shanghai Civil Administration Bureau’ (mas vamos continuar chamando de cartório para facilitar a vida de todos…), pois existe um que faz somente casamentos para estrangeiros. Fomos nos informar do que era necessário: somente uma declaração do consulado que éramos desimpedidos traduzida para o mandarim, uma foto do casal em tamanho padrão e nosso passaporte. Casa-se na hora! Ufa…

Voltamos para o consulado, que para dar essa certidão ainda precisava das duas testemunhas e das certidões de nascimento originais (ai descobri que agora as certidões de nascimento vem com sua vida desenhada no verso (rs), lá constava casamento, divórcio, tudo que aconteceu na nossa vida…).

Feito isso, fomos procurar um tradutor juramentado de português – chinês, que em 2 dias providenciou a certidão em mandarim. E fui até o cartório para agendar o casamento. O rapaz que me deu informação disse: pode ser agora! Mas não dava, porque o noivo não estava presente… básico.

E outra… já que eu ia casar na China, tinha que ser de vermelho, como manda a tradição chinesa. Marcamos a data para duas semanas depois, pois era, coincidentemente, a data que todo ano celebravamos nossa união. E assim foi.

O casamento

No dia marcado, lembramos que não tínhamos as tais das fotos. Passamos num fotógrafo na esquina de casa para tirar. A moça baixou o fundo branco para passaporte. Eu disse para ela que tinha que ser os dois juntos. Gente, ela ficou tão feliz: então é casamento! Correu no painel baixou um fundo vermelho e nos colocou na frente dele. Na hora de bater a foto, pediu que inclinasse a cabeça, assim formava um coração. Não preciso dizer que sai de lá chorando de rir… e eu nem sabia para que eram as fotos.

casório

Chegamos no cartório, decorado no melhor estilo chinês que se pode imaginar: flores artificiais para todos os lados, o teto que imitava o céu e corações, muitos corações, espalhados pelas paredes. Mas não era tudo…

Entregamos o passaporte, fotos e certidão, eles nos deram um papel para preencher e assinar. Aqueles formulários básicos: data de nascimento, local, endereço… Então nos disseram que teríamos que ir para a sala ao lado para a cerimônia. Cerimônia?

casório1

Sim, com a bandeira chinesa ao fundo e tudo mais!

Uma moça do cartório leu um script, muito parecido com o que o se fala no Brasil, e perguntou para cada um se queríamos mesmo casar um com o outro… Bom depois de tantos anos juntos, isso foi muito engraçado… tipo: posso pensar?

casório3

Depois disso, ela nos declarou casados e nos entregou a certidão, ou melhor, as certidões de casamento e aí eu descobri qual o objetivo da foto! Aqui cada um recebe a sua certidão, é documento pessoal. E é um livreto, tipo passaporte.

casorio2

Não precisava de mais ninguém além do casal, mas claro que minhas amigas que serviram de testemunha no Consulado quiseram ver a cena completa. Uma delas me levou até um bouquet lindo de rosas vermelhas!

Final feliz!

Saímos de lá casados pelas leis chinesas. No dia seguinte, demos entrada no visto. E muito antes de se completar os 90 dias que o Consulado precisava para os proclamas, já estávamos casados e com visto em mãos.

No final foi muito divertido e inusitado.

E mais uma vez falo: Ah… essa ‘China Na Minha Vida’, o que mais ela guarda para nós?

Zài Jiàn!

Para quem precisar casar em Shanghai, fica o endereço:

Marriage Registration Center of Shanghai Civil Affairs Bureau

3/F, Wing E, Everbright Exhibition Center

82 Caobao Road, Shanghai

翼 E、 光大會展中心、 上海市漕寶路 82 號 3 樓

Anúncios

27 pensamentos sobre “Meu casamento chinês

  1. Pingback: Livro: Garotas da Fábrica – Da aldeia a cidade, numa China em transformação. | China na minha vida

  2. Que legal, Christine!!! É lindo, Tb!

    Eu não sabia (até começar minhas pesquisas pre-viagem) que a tradição de se usar vermelho nos casamentos ainda se mantinha.

    E para satisfazer toda a minha curiosidade, no dia em que visitamos o Templo do Céu, tinha um monte de casais fazendo ensaios fotográficos!!! Algumas estavam super bonitas e bem produzidas!!

    Una coisa que achei curiosa foi o terno dos noivos. Muitos eram enfeitados com dragões e fênix bordadas nos ombros e costas. Dessa parte ai eu não gostei não, viu…rs

    Adoro conhecer mais sobre as diferenças culturais!!

    Muitos Bjos

    Curtir

  3. Olá Cris! Não sei se você poderia me ajudar mas mesmo assim vou explicar meu drama. Tenho dois filhos adolescentes e eles estão participando de uma feira cultural no colégio cuja equipe é da China. Uma das tarefas é conseguir uma certidão de nascimento chinesa. Infelizmente na nossa cidade *Fortaleza -Ce) não temos colônia chinesa e essa tarefa está se tornando impossível! Pode ser uma cópia ou foto enviada por email ou fax. Será que você conhece algum chinês que nos ajudasse?

    Curtir

  4. Nooooossa Chris eu ameeeei esse post! Acho que foi o meu favorito até agora! Que história mais legal 😀 ❤ Menina eu imagino a correria viu, esses Chineses têm cada coisa, cada dia me impressiono. Acho que você deveria escrever logo um livro, sou a a primeira à comprar 😀
    E esse negócio de certidão de nascimento vencer me lembra muito a carteira de identidade aqui da Alemanha, a carteira de motorista não vence, mas a de identidade sim! Qual a lógica mesmo? hahaha

    Acabei de pensar que já faz um bom tempo que não passo por aqui… estou precisando "catch up" com os seus posts! 😀

    Curtir

  5. Foi mais ou menos oque aconteceu comigo,tinha uniao estavel,e nao consegui renovar o visto,mais descobri isso 1 semana antes só,ai corre pro Brasil casar!!!!pelo menos nao tinha como o Rogerio fugir mais….kkkkkkk.

    Curtir

  6. oi!
    Maravilha! Mais uma vez parabens, pois vc já tinha contado do casamento! Acho
    que vcs não voltam tão cedo dai, se é que vão voltar! Na verdade o que importa é vossa felicidade e realização!Sempre na torcida por vcs! Beijão para vcs e familia!

    Curtir

  7. Que lindo sua história Cris, em breve contarei a minha também rs, eu brasileira ele chines, e a família dele tradicional chinesa já concordou com a o relacionamento coisa rara de acontecer rsrs.
    Acredito que vou ter muita coisa pra contar até formalizarmos a união.Felicidades a vocês e parabens novamente pela união!! 😉abraços

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s