Blog/China/Cultura Chinesa/Viagens/viver na China

Chengdu – China: além dos pandas…

Quem costuma seguir o blog já sabe de cor que Chengdu é o habitat natural do panda gigante e o local em que eu amassei (ops…) abracei um panda de verdade. Mas hoje vou falar da cidade de Chengdu e o que se pode fazer por lá além de visitar os pandas fofos!

Como a capital do “Estado Celestial” da Província de Sichuan, Chengdu tem uma profunda herança histórica e cultural. Situada  no sudoeste da China. Com quase 8 milhões  de habitantes nos nove distritos urbanos do município, fora a zona rural e suburbana que gira em torno de 6 milhões de pessoas. De acordo com o censo de 2010, Chengdu está entre as cinco cidades mais populosas da China, além de ser um dos mais importantes centros econômico do país.

chc

A Estação Ferroviária de Chengdu é a sexta maior da China, enquanto o Aeroporto Internacional está entre os top 50 aeroportos  do mundo. Figura também entre as 10 melhores cidades chinesas para o Investimento. Por conta disso, mais de 250 empresas da lista da Fortune 500 e 10 consulados se estabeleceram em Chengdu.

Chengdu possui um solo muito fértil e é também conhecido como o “País do Céu” (天府之国; Tiānfǔzhiguó), que pode ser traduzido como “A Terra da Abundância”.

Como vocês podem perceber, a cidade vai muito além dos pandas…

Nos arredores de Chengdu, há locais de beleza natural inigualável  como Mt. Leshan e Emei, Jiuzhaigou e Huanglong Valley, que estão listados pela Unesco como patrimônios da humanidade. Infelizmente não deu tempo de ir até esses locais, já que demandam ao menos três dias a mais no roteiro, e nosso tempo era curto para isso.

A culinária de Sichuan também é muito famosa na China, mas é para quem gosta de pratos ‘quentes’ (o que não é meu caso). Pimenta malagueta nessa região é para os fracos!

Então com toda essa descrição vocês podem imaginar o quanto nos surpreendemos com a cidade. Uma arquitetura admirável, pontos históricos preservados, lindos jardins e templos. Somente os museus que visitamos deixaram um pouco a desejar pelo abandono nas instalações.

Além dos pandas, que foi o motivo principal da nossa visita, fomos há alguns lugares interessantes como o museu Chengdu DuFu Thatched Cottage Museum, a cidade velha e Chengdu Wuhou Shrine.

chengdu temple

Nesses museus, que na realidade são um imenso jardim com algumas construções típicas, o que realmente chamou nossa atenção foi um  jardim de Bonsais. Algo inexplicável e as fotos não traduzem toda a beleza do local.

bonsais

A rua com prédios antigos é interessante, mas não sei o quanto disso é original. Como sempre os telhados e as portas chamam minha atenção.

DUFU

Assistimos a um show local, que ficava trás do nosso hotel. Mas acho que escolhemos mal, já que em Shanghai havíamos assistido um show de máscaras muito mais elaborado. Mas esse show é característico de Sichuan também, então acredito que existam melhores opções.

show

Tem a praça central onde há a maior estátua de Mao T’se Tung da China.  Claro que a mesma é imensa e todos os dias ao meio dia e as 8 da noite acontece um maravilhoso espetáculo de águas dançantes. Nós só vimos o do dia. À noite, com os efeitos de luz que só os chineses sabem fazer, deve ser muito mais lindo.

chen

Agora a nova atração da cidade fica por conta de um gigantesco (sem nenhum exagero) shopping: o ‘New Century Global Center’, que além de shopping (lojas, supermercado, praça de alimentação), tem um parque aquático coberto, com praia artificial, pista de patinação no gelo, 5 hotéis e por aí vai…

global2

global

A coisa é tão gigantesca, que por mais que eu tente não vou conseguir descrever e quem é curioso pode conferir aqui. Só para ter uma noção, é o maior prédio do gênero do mundo, com o tamanho equivalente a 20 ‘Opera House’ de Sidney.

Como sempre falo, se quer aprender a como usar facilmente os superlativos, venha para a China!

Zái Jiàn!

17 pensamentos sobre “Chengdu – China: além dos pandas…

  1. Olá, Christine! Estarei em uma conexão de 7:30 em Chengdu e resolvi separar dois pontos centrais para poder conhecer/fotografar: o Mosteiro Wenshu e a Jinli Pedestrian Street. Como tenho pouquíssimo tempo, optei por esses dois pontos turísticos. Você indicar alguma coisa diferente disso? Obrigado!

    • Oi Gabriel.
      Esses pontos são interessantes, mas não são o cartão de visitas de Chengdu.
      Mas nessa conexão, não sei se a imigração te deixa sair do aeroporto. Pq já tive experiência na Asia em que não deixavam sair com menos de 10 horas de conexão.
      Se conseguir me avisa, por favor!
      Gosto de saber desses detalhes…rs

  2. Olá, estarei em Chengdu para uma conexão longa de 12 horas, gostaria de aproveitar para conhecer um pouco da cidade! Qual a melhor forma de ir do aeroporto ao centro da cidade? E quais os lugares que não posso deixar de visitar?? Parabéns pelo blog, ótimos posts!

    • Oi Leticia,
      De taxi vocė anda bem na China, mas precisa de um endereço em mandarim. Sempre.
      O lugar imperdivel em Chengdu, sem sombra de duvidas, é a reserva dos pandas. (sou suspeita…rs)
      Fora isso, tem o centro antigo e algumas atrações ao redor da cidade, que não seria possivel no seu tempo.
      Ir a Chengdu e não ver os pandas, é algo como ir a Paris e não visitar a Torre Eiffel…hehehe
      Abraço.
      ET: não esqueça do tempo de passagem na imigração na entrada e saida do aeroporto. Geralmente p processo é lento. Vai depender do floxo de voos internacionais chegando ao mesmo tempo.

  3. Pingback: Hábitos e preferências dos turistas que visitam a China | China na minha vida

  4. Pingback: Sobre a Reserva dos Pandas em Chengdu | China na minha vida

    • Olá Ana Luisa,
      Se for somente Chengdu, uns 3 dias é mais que suficiente. Mas se quiser conhecer LeShan (que tem o Buda esculpido na montanha) e Emei Shan, vale ficar mais uns 3 dias. Os dois locais tem post no blog. É só colocar na busca os nomes.
      Abraço.

  5. Olá Christine eu e meu marido descobrimos seu blog e estamos amando!!vamos pra china em novembro agora, adoramos seu posto sobre a visita aos panda de chegou. Queremos abraçar eles também. Por favor pode nos dar mais detalhes de como conseguir os tickets e quando comprar se caso agora antes de irmos .. obrigado

    • Olá Vanessa, no post que falo sobre a visita especificamente, tem o link da instituição que cuida dos pandas. Mas até junho desse ano , as visitas estavam proibidas. Então é bom conformar no site deles. Se precisar de mais algum suporte me contata inbox. Abraço. E obrigada pelo comentário ao blog!!! 😍🇨🇳

  6. Christine, adoro seu blog. Me mudei ha quase 1 mes para Chengdu, e antes de me mudar para ca li varios posts seus, e foram eles que acalmaram meu coracao e me mostraram que muita coisa que eu pensava da China estava errado. Vim com o coracao aberto e tem sido uma otima experiencia. Que voce continue seu trabalho maravilhoso! Estava com dificuldades de abrir seu blog ( sei la pq, rsrs), fiquei feliz que hoje tentei pela milhagesima vez e consegui!! Obrigada!

    • Oi Giuliana,
      Obrigada pelo carinho.
      Aqui sem VPN fica difícil… com VPN já não é muito fácil…rs
      Vou precisar voltar para Chengdu, com uma tarde livre para conhecer vcs e poder papear mais, pois com Julianna foi uma visita de médico… Mas como tem as cidades próximas que quero conhecer, no ano que vem estarei por aí de novo! Abraço.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.