Blog/Cenas da China real/China/Curiosidades/viver na China

Shanghai e seus 567 quilômetros de metrô.

Já disse várias vezes que às vezes tenho meus dias de ‘bad China’, dias que tenho vontade de sumir daqui, bate uma saudade imensa das pessoas queridas etc, etc, etc. Mas para contrabalançar, manter o equilíbrio emocional (rs), eu também tenho os dias de ficar ‘de mal’ do Brasil.

E hoje é um deles. Talvez ficar ‘de mal’ não seja um bom termo, mas fico extremamente triste e decepcionada.

Shanghai inaugura durante essa semana as linhas 12 e 16, se tornando a maior linha de metrô do mundo, com os 567 quilômetros citados no titulo.

E sabe em quanto tempo isso foi construído? Menos de 20 anos. E não esqueçam que há 30 anos atrás a China era um país completamente destruído, onde só haviam bicicletas velhas, nenhum sistema viário nem de transporte público que pudesse ser utilizado.

Um vídeo com a reportagem da BBC Brasil, você pode conferir nesse link.

E isso é só um desabafo, pois em 2011, nesse post aqui, eu já havia ficado aturdida quando percebi o que havia sido com a rede viária de metrô em Shanghai em 3 anos (construíram 10  linhas de 2007 a 2010!) e postei os mapas comparativos. Sempre termino minhas palestras no Brasil com essas fotos. Acho que dá uma visão concreta de tudo que falei, e para as pessoas não pensarem que estou delirando quando falo do progresso e da tecnologia que temos nas terras de Mao.

Metro de Shanghai em 2007.

Metro de Shanghai em 2007.

Metro de Shanghai 3 anos depois, em 2010.

Metro de Shanghai 3 anos depois, em 2010.

Metrô de Shanghai em 2014.

Metrô de Shanghai em 2014.

Também no ano passado, foi uma febre de acessos na página do blog no facebook, quando dei um ‘share’ numa foto comparando o mesmo metro de Shanghai com o do Rio de Janeiro.

1377232_10151864869237295_837025346_n_thumb

Ah, gente… como escrevi para o Milton, um seguidor do blog que me enviou o link da BBC por email, não sou anti-nacionalista. Amo meu país e sei que voltar num futuro não muito distante. Por isso a minha revolta, minha incompreensão em como num país que oferece tudo que o Brasil oferece não se consegue nada se não for interesse de quem governa. E aí me deparo com os preparativos para a Copa, milhões sendo gastos em estádios, milhões sendo desperdiçados (para não dizer outra coisa), obras super faturadas quando a gente precisa de coisas mais básicas. Sei lá… Foi só um momento de frustração que resolvi dividir com vocês.

Há umas semanas atrás também vi no Facebook uma comparação entre a construção de uma ponte gigante sobre o mar aqui na China e uma não tão grande sobre um rio no Brasil. Gente é de chorar. A comparação era de tamanho em quilômetros, tempo e custo. Nem preciso dizer mais nada. Quem quiser conferir tem uma matéria nesse link de um website brasileiro.

Claro que sei, até porque vivo aqui, que a China não é o paraíso na terra. Tem suas coisas boas e as nem tão boas. Tem corrupção também (já estou me perguntando onde nesse mundo não tem…), não vivo a vida do chinês comum, mas vejo as pessoas crescerem, consumirem cada vez mais (fato que há cinco anos era bem diferente). E o governo oferecendo sempre mais e mais estrutura. As Olimpíadas de Beijing foram em 2008, mas o investimento (mesmo sendo maciço e concentrado naquela época em Beijing) continuou a passos largos e com a mesma intensidade.

E assim caminha a humanidade… às vezes me sinto muito mal por só falar (escrever no caso) e não fazer mais nada, não ter o poder de mudar nada. Mas ao menos divulgando essas noticias, sendo um testemunho ocular do que a China é, possa alertar mais e mais pessoas, a nova geração, sei lá. A minha arma, hoje, é a escrita. Então é ela que vou usar.

Zài Jiàn!

Anúncios

15 pensamentos sobre “Shanghai e seus 567 quilômetros de metrô.

  1. Pingback: Turismo em Shanghai de metro. | China na minha vida

  2. Muito bem colocadas todas as suas palavras, mas não devemos esquecer das outras coisas que são oferecidas ai e que aqui estão esquecidas por nossos governos, educação, saúde e o transporte, você já nos mostrou a grande diferença.

    Curtir

    • Sim Adriano, sem dúvida. Mas esse post foi específico sobre o metrô. Construído em tempo recorde. Podem falar o que for, mas quando o chinês tem metas, ele vai até o final… Obrigada pela visita! =]

      Curtir

  3. Gostei do seu blog,fale mais sobre curiosidade desse povo no dia-a-dia ,o que me chamou atenção também foi essa extensão de linha do metro e aquela ponte sobre o mar pois, como você sabe temos tudo para ser um país de primeiro mundo e o nosso rico dinheiro é pouco aproveitado e desviado de uma forma vergonhosa,não adianta pedir por justiça pois a própria justiça dificilmente os puni .

    Curtir

    • Manoel, aqui no blog tem bastante posts sobre o dia a dia chinês. Também escrevo sobre a cultura e as curiosidades que muitopouco sabemos no ocidente. Quanto a questão das nossas estradas, pontes e ferrovias, bem como linhas de metro… prefiro não comentar…rs
      Abraço, obrigada pela visita e volte sempre!

      Curtir

  4. Christine, recebo todos os seus posts por email e acabo esquecendo de visitar seu blog! Mas eu leio tudinho e ainda repasso aos meus amigos! heheh Adoro demais o jeito que você escreve, você é muito sensata em tudo. Vim aqui para parabenizá-la!! Continue assim! O meu blog, Cotidiano Chinês, infelizmente acabei abandonando quando voltei ao Brasil, por isso admiro tanto o seu trabalho e sua vontade de escrever sempre! 🙂 Beijos!!

    Curtir

    • Obrigada Camila! É muito gratificante receber um cometário positivo de alguém que conhece in loco. É como um ‘aval’, do tipo: tem mais gente que viu essa loucura…rs
      E entendo perfeitamente seu ‘abandono’ do blog. Sinceramente não sei se teria tanto estímulo para escrever se não estivesse aqui.
      Obrigada por ler meus posts (não tem problema que seja via email, na realidade minha ideia é facilitar a vida dos leitores quando envio o post na integra por email) e repassá-los.
      Essas coisas sempre me estimulam a seguir em frente!
      Beijo e Feliz Ano Novo!

      Curtir

  5. Em Santos, então, em 2014 (sic), obras de um tal de VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) ligando Santos e São Vicente, para “entupir” ainda mais as “espaçosas” ruas e avenidas dessas cidades. Em vez de optarem por metrô, os políticos daqui da região preferem esse “bondão” do século passado e, ainda, fazem muitos acreditarem que o solo da região inviabiliza o metrô. Snif…

    Curtir

  6. Pois é verdade. Aqui em Porto Alegre uma pequena turma de chineses terminaria em 3 semanas (há quem diga que num sábado a tarde) as dez obras para a Copa que vem se arrastando há dois anos e das quais prefeito já declarou que 9 nao ficarão prontas. Dá um sentimento de vergonha para o Brasil quando se vê o ritmo das obras ahi na China.

    Curtir

    • Sim Paulo. Até faço algumas ressalvas, sobre a mão de obra abundante, a necessidade de ter pessoas empregadas faz com que o numero de funcionários numa obra seja imenso… mas tem muito da ‘vontade’ politica também.
      Obrigada pela visita! =]

      Curtir

  7. oi!
    que desabafo! muitas vezes tenho receio de comentar aqui algumas coisas desta terra, para evitar dissabores! inclusive, sei lá quanta gente daqui da Praia Grande segue o teu blog. espero e desejo estar errado, mas acredito que praticamente ninguem!…………….nunca pensei que fosse chegar na velhice, vendo nosso pais, com tanto dinheiro e tudo sendo jogado pela janela……………………
    ………voce escreve muitoooooooooooooooooooooo! tenho orgulho de voce!
    beijão para vc e familia!

    Curtir

  8. Christine Marote, li uma reportagem do jornal o globo que falava do incentivo dos países asíaticos aos estudantes para que frequentassem as universidades americanas. Inclusive o maior número é de estudantes chineses e que a Córeia do Sul e que tem o maior número de estudantes em Harvard. Acredito que este seja o caminho e que o Brasil, vem muito timidamente adotando à politica de bolsas estudantis no exterior. Beijos. Luiz.

    Curtir

    • Olá Luiz, vc tem razão. Aqui na China mesmo temos hoje mais de 400 brasileiros pelo programa Ciencias sem Fronteiras. A Educação realmente é o caminho, mas a educação de fato. Com qualidade e respeito pelos profissionais nela envolvidos. Obrigada pela visita e pelo comentário. Abraço.

      Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s