Blog/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

Mandarim: mas como é difícil…

Não importa se você fale que o nome da língua é chinês, mandarim, tradicional, simplificado, pinyin. Se são letras, ideogramas, desenhos, representações. Nada muda a dificuldade de aprender essa língua! Falar, entender, ler, escrever, se fazer entender… Meu Deus!

Mas ainda não desisti, vou sair daqui falando alguma coisa além dos números e das outras 10 palavras com que consigo me fazer entender e, com certeza escrevendo e conseguindo ler alguns dos milhões (exageroooo) de ideogramas, que no final acho mais fácil do que falar. Porque são traços que possuem uma ordem correta para escrever, e um tracinho mais inclinado muda todo o sentido, ou melhor, muda o significado da palavra completamente. Mas ainda assim é mais fácil, porque tem uma técnica, os cadernos são quadriculados, existem livros e até sites que te ensinam o passo a passo. E ainda tem a questão da lógica em alguns ideogramas que vão se sobrepondo para formar outras palavras (aí que a coisa vai complicando, mas ainda é traço em cima de traço).

passoapasso

Peguei um exemplo aleatório num site (http://www.chinese-tools.com/learn/characters), só para que tenham uma idéia. Esse quer dizer ‘você’, ‘you’ em inglês e Ni em mandarim. Claro que há um acento aí que eu não consegui colocar.

Quantos caracteres existem em chinês? Realmente há controvérsias! O Grande Dicionário Chinês, que tem somente 8 volumes (publicado no ano 1990) inclui 56 mil caracteres chineses, mas sabe-se que três a cinco mil são os mais usados. Ouvi dizer que sabendo 3 mil você já está apto para ler o jornal. Realmente se eu conseguir ler palavras isoladas nas placas de rua e comercio, já ficarei muito feliz! J

Você deve estar pensando: mas escrever (ou desenhar) isso deve ser bem complicado, principalmente para nós que não fomos treinados para escrever exatamente igual e muito menos a desenhar. Acho que os artistas natos, os desenhistas, devem ter mais facilidade. Sim, realmente é. Mas acredite em mim, falar é infinitamente pior, mais difícil e mesmo quando você acha que aprendeu tudo e está arrasando o seu mandarim, tenta falar com um chinês e ele fica te olhando com aquela cara de interrogação ou rindo, ai a frustração é algo inexplicável.

E tudo isso, por causa dos benditos sons, entonações, que citei há um tempo atrás. São 4 diferentes acentos criados pelo pinyin que diferenciam as palavras. Então a palavra ‘ma’ pode ser escrita com 4 diferentes acentos e cada uma delas terá um significado diferente, dá uma olhada no post. O complicado mesmo é que essas palavras todas escritas com o ‘ma’, quando escritas em caracteres são completamente diferentes. Ou seja, a confusão maior fica na sua cabeça, porque cavalo (马mǎ) e mamãe ( 妈mā ), se escrevem ‘ma’ com acentos diferentes, mas se vc ver o caractere dos dois não tem haver.

chinesewritern

Desculpa gente, até eu já dei um nó na cabeça… Aí encontrei essa figura na net, que mostra direitinho o que acabei de falar no parágrafo acima. Mas nesse caso as palavras são escritas em pinyin e todas usam as letras ‘shi’ modificando a acentuação e com isso, todo o significado de cada uma.

Na primeira parte a escrita em ideograma, na segunda parte como seria se escrevêssemos em pinyin (haha, agora você me dará razão) e na terceira a tradução do texto em inglês. Mesmo que você não entenda inglês, vai notar que é um texto cheio de palavras diferentes. Se olhar para os ideogramas, vai ver o mesmo: são diferentes o que nos leva a concluir que é uma história, um texto. Mas e a parte em pinyin??? O que podemos dizer disso?

Agora se um chinês ler o texto, provavelmente vamos escutar um monte de ‘shi’ em diferentes tons, também. Me digam uma coisa: é de enlouquecer, não é?

Admiro, muito mesmo, os estrangeiros que são fluentes no mandarim. Para mim o inglês já foi um parto. O espanhol, que é uma língua com o mesma base latina, me enrola na pronuncia. Agora imagina esse monte de sons diferentes com a mesma grafia e significados diversos.

Mas vou aprender alguma coisa mais… ainda vou!

Zài Jiàn! (que se escreve assim: 再见)

 

Anúncios

3 pensamentos sobre “Mandarim: mas como é difícil…

  1. Pingback: Aprendendo Mandarim… | China na minha vida

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s