China/Cultura Chinesa/Viagens/viver na China

Guilin – um passeio pela natureza na China.

Guilin 桂林 significa “floresta de osmanthus”, procurei a tradução do nome dessa flor para o português e não encontrei, então vai a foto e se alguém souber, deixa o nome no comentário, por favor!

Quem souber o nome em português, deixa recado...rs

Quem souber o nome em português, deixa recado…rs

Bom, mas esse nome é devido à abundância das pequenas árvores floridas na cidade.

Guilin é um destino turístico popular e está localizado na região autônoma de Guangxi, no sul da China. As áreas da cidade e arredores são famosos por suas montanhas de pedra calcária, rios, lagos, cavernas e vegetação exuberante. Perto da cidade, o distrito de Longsheng é também conhecido pelas seus pitorescos terraços de arroz Longji.

Segundo nosso guia, Guilin é uma grande cidade, formada por 11 distritos, com o total de 4 milhões de habitantes. Mas Guilin mesmo, a cidade possui somente 500 mil (esses números são aproximados).

Location of Guilin City jurisdiction in Guangxi

Localização de Guilin na Província de Guanxi.

Administrative divisions of Guilin

As 11 regiões administrativas de Guilin.

 Guilin tem uma longa história de mais de 2300 anos. A cidade teve um passado muito turbulento, com inúmeros grupos que lutaram pelo seu controle. Grande parte da história da cidade é o resultado de sua localização estratégica, ligando a cidade ao centro e ao sul do país.

Hoje, esses tempos de guerra são passado e a cidade desenvolveu uma forte indústria do turismo, aproveitando suas belezas naturais e muitos passeios, atrações e facilidades para os visitantes.

Festivais

A cidade promove vários festivais no decorrer do ano, que dizem ser muito bonitos de se ver. Os principais são:

  • Festival de Arte de Guangxi Zhuang (03 de março) – começou como um “festival de música” da etnia Zhuang e hoje é um grande Festival de Arte local.
  • Ano Novo Miao (outubro, mas data varia de acordo com calendário lunar e localização) – O festival é sobre namoro juvenil. Os homens tocam flautas de bambu para atrair a atenção de jovens mulheres, que se vestem para impressionar (essa é a etnia dos adereços de prata).
  • Festival dos Fogos de artifício (data móvel) – Este festival pertence ao povo Dong. Durante a celebração, três fogos são lançados para a prosperidade, boa sorte, e uma boa colheita. Sempre a superstição…

Nossa visita foi num final de semana comum, então não havia nada de especial. Mesmo assim tinha muita gente. Nem quero imaginar durante um desses festivais. =)

Slide2

As diferentes etnias da região: Yang, Miao e Zhuang (os nomes estão na ordem das fotos)

ATRAÇÕES

Muitas das atrações de Guilin estão relacionados com a deslumbrante paisagem natural da região. Atrações como Elephant Trunk Hill (ícone de Guilin), Reed Flute Cave, e os Longji Rice Terraces são populares com turistas locais e internacionais. Outra atividade que não dá para perder é o passeio de barco ao longo do rio Li até Yangshuo. Cruzeiro com o cenário de montanhas, rios, lagos, fazendas, plantações de arroz e vegetação diversificada. Além do espetáculo de dança e luzes na beira do Rio Li chamado Impression.

Slide7

Pescador local e artista com sua flauta de bambu.

E nosso roteiro foi assim

Passamos 3 dias em Guilin, e pudemos fazer todos os passeios básicos sem estresse. Saímos de Shanghai com voo direto, que leva em torno de 2,5 horas (sem contar os atrasos em voos chineses).

O hotel que escolhemos era excelente, mas um pouco afastado do centro ‘nervoso’ da cidade. E isso foi um ponto desfavorável. Para quem quer optar por hotel internacional, o Sheraton é, em termos de localização, muito melhor que o Shangri-lá. E esses são os únicos hotéis de padrão internacional na cidade. A gente sempre opta por hotéis assim quando viajamos pela China, pois no mínimo teremos um café da manhã do jeito que gostamos. E mesmo se não der muito certo as outras refeições, já nos garantimos com algo! Rs.

Algumas pessoas nos sugeriram ficar em Yangshuo ao menos uma noite, mas como já havia feito a reserva no hotel em Guilin, resolvi não mudar. A nossa opção foi contratar um motorista que nos deixou no pier em Guilin para o cruzeiro, nos pegou em Yangshuo após o show Impression e voltamos de carro para Guilin.

Dia 1

Chegamos na hora do almoço, o que deu para aproveitar bem a tarde. Visitamos:

Reed Flute Cave – recebeu esse nome por conta dos canaviais ao seu redor, que são usados para fazer flautas. Dentro da caverna, nos deparamos com estalagmites, estalactites, colunas e diversas formações rochosas, algumas são acentuados com luzes coloridas (o que dá um ar meio ‘fake’ ao local, mas sem dúvida nos surpreende). O Palácio de Cristal (o nome para uma área da caverna) é particularmente fascinante, como os estalactites iluminados no lago. ‘Reed Flute Cave’ é um AAAA Scenic Spot (maior prêmio da China National Tourism Administration).

Slide1

Elephant Trunk Hill – a ‘Colina Trompa do Elefante’(na tradução literal) fica na margem ocidental do rio Li. Este ‘elefante’ em forma de colina, é mais um símbolo da região. O pico de Elephant Trunk Hill é 55 m de altura.

Slide6

Moon and Sun Pagodas –  são iluminados com as cores do sol e da lua à noite. Eles são ícones de Guilin. ‘The Moon Pagoda’ possui sete andares e foi  construído em mármore, com 35 metros de altura. O ‘Sun Pagoda’ é com nove andares feito de cobre. Com 41 metros de altura é o mais alto pagoda de cobre do mundo.

Slide4

Dia e noite, duas atrações diferentes…

Dia 2

Cruzeiro no Rio Li – de Guilin até Yangshuo – Esta é uma das atividades mais populares ao visitar Guilin. O trajeto leva 4 horas. A paisagem repleta de morros, montanhas cáusticas, penhascos e arrozais é maravilhosa. O almoço foi servido no barco, em sistema de buffet, muito gostoso. E o que mais me impressionou em se tratando de um passeio chinês, foi a limpeza dos banheiros. Algo inusitado por esses lados.

Slide5

Passeio pelo centrinho de Yangshuo – uma vilazinha com ruas de pedras, charmosa e cheia de lojinhas… muitas lojinhas. Restaurantes de todos os tipos (desde comida italiana, alemã até a chinesa, claro). Ali pode-se alugar bicicletas ou motos elétricas para se aventurar pela cidade. Ou sentar num dos muitos cafés e ficar apreciando a vida local.

Slide8

A pacata vila de Yangshuo e o conturbado tráfego, na outra esquina! Tipicamente chinês.

Espetáculo Impression Sanjie Liu – é um show de musicas folclóricas, dança e luzes, com o Rio Li como cenário. É algo difícil de descrever, pois você precisa estar lá. Ver com os próprios olhos. As fotos que tenho para recordação, são do catálogo do show, pois nenhuma das que tirei condizia com o que vimos lá.

Slide9

Essa foi a única foto que fiz que realmente ficou boa, no início do espetáculo. Esse é o tipo de coisa que não dá para descrever…

Dia 3

Longji Rice Terraces –  são os campos de arroz em degraus, construídos cerca de 650 anos atrás. A área é conhecida por quatro principais produtos que são chamados  de os ‘Quatro Tesouros de Longji’: chá, arroz glutinoso, pimentas e álcool. A região é a ‘casa’ das minorias étnicas Zhuang e Yao, mas também encontramos mulheres Miao por aqui.

Slide3

A subida é íngreme, mas vale à pena, a vista é deslumbrante. Almoçamos num restaurante local, que servia arroz glutinoso cozido no bambu. Nada mal.

As impressões

Essa era uma das viagens na China que eu mais queria fazer. E não me decepcionei. O lugar é lindo e ainda é possível ver céu azul e estrelas ao anoitecer na China (as estrelas são praticamente impossíveis de se ver em Shanghai).

Como disse antes, algumas pessoas preferem ficar em Yangshuo, mas ainda acho Guilin mais fácil. Fica no meio de tudo.

Mais um passeio que vale à pena colocar na sua lista de ‘locais a visitar na China’.

Tem algumas curiosidades locais que escrevo num outro post!

Zài Jiàn.

Anúncios

24 pensamentos sobre “Guilin – um passeio pela natureza na China.

  1. olá, bom dia !!! olha, vamos em JANEIRO/FEVEREIRO para china. Sabemos que é inverno mas já enfrentamos outras paragens frias nessa época. 🙂
    Minha dúvida é, vale a pena ir a Guilin no inverno? o que vc acha?

    Curtir

    • Oi Frederico,
      Obrigada pelo contato.
      Bom, acho que não vale a pena, pois a maioria das atrações dessa época ficam fechadas ou com acesso limitado em Guilin. De outubro a marco, fica tudo meio parado.
      Mas já que vcs virão a China nesse período e lidam bem com o frio, super recomendo ir a Harbin. Tem vários posta sobre essa cidade no blog. Da uma olhada. 2 dias são suficientes, maximo 3.
      Abraço.

      Curtir

  2. Olá! Adorei seu post. Muito util
    Eu vou sozinha e sem guia. Vou ficar três dias também e queria fazer um tour exatamente igual o seu rs.. Já tinha me programado para este tour, e acabei de achar seu post que caiu como uma luva!! rs
    Se eu me hospedar num hotel tipo Sheraton, você acha que consigo de lá providenciar todos os passeios?
    O passeio que você fez no rio Li, você comentou que um motorista te buscou depois em Yangshuo. Como você conseguiu este motorista? Qual foi o preço?
    Existe outra opção para voltar além de motorista?

    Obrigada!

    Curtir

    • OI Beatriz,
      Acho que o Sheraton pode te dar um suporte sim. Como disse, fiquei no Shangri-la. E eles davam todo o suporte, inclusive indicando guias. Só que fica muito fora de mão. O nome do guia era Oscar, mas só tenho o celular dele, pois aqui a gente só se comunica por wechat. Ele ficou conosco todos os dias. Nos levou até o barco e depois foi nos buscar em Yangshuo. Vou tentar pegar um contato de email com ele e te passo.
      Abraço.

      Curtir

      • Ola Christine e Beatriz, permitam comentar minha experiencia em Guilin.
        Quanto ao hotel, para quem deseja uma relação custo benefício recomendo o Guilin Central Hostel – ver Booking – que fica exatamente em frente do Sheraton, Este hostel possui apartamentos individuais e assim como o Sheraton esta em uma excelente localização, junto dos calçadões e comércio popular da cidade.
        A grande preciosidade do local é um “centro gastronômico” exótico que esta em frente ao hotel com as mais variadas comidas, próprio para quem tem “estomago forte” ou “visão curta”, mas os aromas são para ficar a vida toda na lembrança, é um programa imperdível.
        A cidade de Guilin é muito bonita, vale circular por sua avenidas e becos, mas com a paciência e cuidados dobrados em relação a grande maldição da China: as motocicletas elétricas.
        Quanto ao passei pelo rio Li, é muito fácil comprar o pacote, há varias agencias pela cidade mas pessoalmente prefiro sempre comprar no hotel, se algo der errado você vai ter a quem reclamar. O passeio pelo rio é realmente belo e por paisagens únicas, quanto a comida no barco (pelo menos no que eu viajei) foi terrível, recomendo levar lanche para o caso de não querer “encarar” a refeição. O meu retorno não foi feito de barco e sim de Van, que é a foma como a operadora do barco faz retornar os passageiros, a parte negativa é que o tempo de permanecia em Yangshuo foi pouco para desfrutar o lugar que é encantador, assim recomendo que questione sobre o retorno quando compras o seu pacote.
        Não deixe ainda de fazer a visitação aos campos de arroz, que junto com a passeio do rio Li são o ponto alto da região. Três dias é suficiente para curtir a viagem, eu fiquei quatro e se fosse possível nem teria voltado.
        Foi minha oitava viagem a China, um país que me encanta mais a cada viagem que realizo para lá… saudades!
        Boa Viagem, você vai adorar.
        Renato

        Curtir

      • Olá Rentato e Christine. Muito obrigada pelos comentários e dicas. Quando vamos viajar para um lugar assim, que é muito diferente do país em que vivemos, em termos de cultura, lingua, alimentaçao, os comentários de pessoas que já foram, blogs como o seu Christine, ajudam muito!
        Obrigada mesmo. Já li quase todos os seus posts Christine rs
        Até mais!

        Curtir

  3. Nós amamos Guilin, porém apenas ficamos 2 dias (uma pena!). Ficamos num hostel, se não me engano Prince alguma coisa (bela ajuda :P). depois pegamos um ônibus local para Xinping – e lá ficamos mais 2 dias. Xinping tem a parte mais bonita do trajeto Guilin-Yanshuo, e o nosso hostel era bem na beira do rio. Foram dias mágicos, de passear a pé, andar de barco de bambu e de bicicleta, no meio dessa paisagem deslumbrante!

    Curtir

  4. Olá, Christine, estou programando uma viagem para a China em maio de 2016 e seus posts têm sido ótimos! Chegarei primeiro a Hong Kong (em pleno feriado do dia do trabalho…) e depois vou para Guilin/Yangshuo. Só que estou com muita dificuldade de descobrir de onde devo sair de Hong Kong e para qual cidade devo ir. Será que você poderia me ajudar? Acho os nomes das cidades confusos, estou muito perdida. Alguns blogs dizem que devo sair Shenzhen (em HK), mas não está claro para qual destino devemos comprar. Você tem ideia de quanto tempo dura essa viagem? E
    qual companhia faz o trajeto?
    Preferimos ir de trem porque, neste momento, o valor do dólar está surreal, então avião está impraticável.
    Sei que você não fez exatamente esse caminho, mas imagino que você já esteja bem mais acostumada com o sistema de transporte chinês.
    Agradeço muito, de qualquer forma! Abraço, Juliana.

    Curtir

    • Olá Juliana,
      Obrigada pela visita!
      Bem, Shenzhen não é HK. Essa cidade já faz parte da China Continental e para sair de HK e entrar nela, você já terá que apresentar seu VISA de turista na China.
      Tirando isso, acho que esse é o ponto de partida para sua viagem sim. A travessia de HK para SZ é simples, mas nunca fiz. Mas acho que será fácil pegar uma informação no prórpio hotel.
      De lá vc pega um trem para Guilin. Yangshuo é um distrito de Guilin.
      Nesse site vc encontra informações do trem.
      http://www.chinahighlights.com/china-trains/search-result.asp
      Abraço.

      Curtir

  5. Muito útil seu post, graças a iniciativas como a sua viajar pelo mundo ficou muito mais proveitoso. Fiz diversas viagens a trabalho para a China, e sempre incluí boa fração de turismo a elas, desta forma tive a oportunidade de estar nos quatro cantos deste país que me fascina a cada experiência. No final de outubro estarei em Wuhan, e agora finalmente chegou a hora de Guilin e Yangshuo. Sua experiência me é util para otimizar os quatro dias que destinei para esse evento. Obrigado Christine.

    Curtir

  6. Pingback: Guilin –  minorias etnicas chinesas | China na minha vida

  7. Olá Christine! 🙂 cá ando pela China da sua vida! Hoje fiquei no hotel, pois um problemazito de estômago não me deixou ir aos arrozais 😦 Sim, estou em Guilin, estou a gostar muito, obrigada, quando estiver em Portugal partilho umas fotos . Beijinho

    Curtir

    • Que legal Carmo! Espero que se recupere logo. As vezes as pessoas estranham o tempero quando vem para a China. São comidas muito diferentes. Aproveite, porque vale a pena! E mande mais notícias. E dessa vez não vou a Portugal. Mas ano que vem, com certeza! Abraço.

      Curtir

  8. Olá. Adorei o Post. Este lugar já estava na minha lista para visitar e espero fazê-lo em breve. Vou todo ano para a China com meu marido a trabalho mas sempre fazia Cantão e outras cidades menores (não turísticas). Da última vez ele voltou para o Brasil e eu resolvi ficar sozinha para explorar um pouco mais. Obviamente escolhi Beijing e Shanghai. Adorei a experiência e agora quero conhecer outros lugares mas terei que ir sozinha pois ele já disse que não quer fazer turismo na China, acho que ficou traumatizado pois quando ele começou a ir para a China nos anos 90 não tinha nem Mac Donalds. Aguardo um post sobre Huangshan Mountains !!!!! Abs

    Curtir

  9. oi!
    delicia de post! me conta uma coisa, a foto do pescador com as aves, pelo que sei, as aves que pescam, são treinadas para isso, não são?
    Agora, acho que vc está fazendo o que eu gostaria de fazer, ir mais para o interior, mais natureza, mais figuras típicas chinesas!
    Adorei! Beijo grande para vc e familia!

    Curtir

    • Sim, Edson, são as aves que pescam. Eles colocam o tipo de uma coleira nas probezinhas, e quando elas abocanham o peixe… eles puxam para que não engulam. Não gostei muito disso e não fiz o passeio de canos onde você pode ver os pássaros pescando…rs
      Abraço.

      Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s