Cenas da China real/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/Viagens/viver na China

Cidade Proibida – fatos que você não conhece

Há um tempo eu escrevi alguns fatos interessantes sobre a Muralha da China, e havia guardado outras informações interessantes que acabei por esquecer… às vezes é tanta coisa que anoto, arquivo, para contar sobre a China que acabo me enrolando nas minhas próprias anotações…

Mas hoje vamos falar sobre a Cidade Proibida, Forbidden City (em inglês) ou simplesmente 紫禁城 – Zijinchéng.

Claro que hoje em dia a cidade não é mais proibida, é um dos passeios obrigatórios que se faz ao visitar a China: um dos complexos medievais mais bem preservados do mundo e tombado pela UNESCO.

Vamos aos fatos:

  • A Cidade Proibida é um imenso complexo situado no centro da capital da China, Beijing. Possui cerca de 1000 edifícios (incluindo palácios, templos, parques, lagos) que ocupam 720 mil metros quadrados de área. Reza a lenda que há 9999 salas/quartos, mas alguns dizem que é uma lenda por conta do número 9 ser auspicioso. É também o maior palácio antigo do mundo.

O seu nome em mandarim “Zijin Cheng”possui muitos significados. Zi, roxo/violeta, refere-se a Estrela do Norte, que na China antiga, foi chamado de estrela Ziwei -紫微, e na astrologia tradicional chinesa foi a morada do Imperador Celestial. A Cidade Proibida, seria a residência do Imperador Terrestre, sua contra parte terrena. Jin, ou “proibido”, referia-se ao fato de que ninguém poderia entrar ou sair do palácio sem a permissão do imperador. Cheng significa uma cidade.

  • Hoje, o local é mais conhecido pelos chineses como GuGong (故宫), que significa o ex-palácio. E também como Museu do Palácio故宫 博物院 – GuGong Bówùyù

A construção da Cidade Proibida foi ordenada pelo imperador Chengzu da dinastia Ming em 1406. A Cidade Proibida tem mais de 600 anos, e levou 14 anos para ser construída.

  • A Cidade Proibida foi construída como uma fortaleza para proteger o imperador e sua família, e é rodeada por um muro de quase 8 metros de altura, com 9 metros de largura na base e quase 6.6 metros no topo. Além de um fosso que circunda todo o complexo.
imagem by pixabay.com

imagem by pixabay.com

Mais de 100 mil artesãos e artífices, e um total 1 milhão de trabalhadores estiveram envolvidos na sua construção.

  • A Cidade Proibida foi originalmente decorado com dragões, animais de pedra e escadarias revestidas com tons amarelos e vermelhos.

Foi a residência oficial  para as dinastias Ming e Qing até 1911, quando a revolução republicana assumiu o Palácio.

  • Em 1925, a Cidade Proibida foi transformada em ‘Museu do Palácio’ e foi aberta ao público para visitação em 1950.

A Cidade Proibida foi declarada Património Mundial pela UNESCO em 1987.

  • Com mais de um milhão de artefatos, mobiliário, porcelanas, armas, jóias – patrimônios históricos, este palácio é visitado por milhares de turistas todos os dias (tanto chineses como estrangeiros).

O filme ‘O Último Imperador’ foi filmado no interior da Cidade Proibida.

  • O desenho da Cidade Proibida, a partir do seu layout geral ao mais ínfimo detalhe, foi meticulosamente planejado para refletir os princípios filosóficos e religiosos e, sobretudo, para simbolizar a majestade do poder imperial.

Amarelo é a cor do Imperador. Assim, quase todos os telhados da Cidade Proibida são amarelos. Há apenas duas exceções: A biblioteca no Pavilhão da ‘Profundidade Literária’ (文渊 阁) leva telhas pretas, pois a cor é associada com água e, portanto, com a prevenção de incêndios. Da mesma forma, a residência do príncipe herdeiro possui telhas verdes, que é associada com madeira – crescimento.

  • Os principais corredores dos tribunais exterior e interior são todos organizados em grupos de três – a forma da triagrama de Qian, representando o Céu. As residências do Pátio Interior, por outro lado são organizados em grupos de seis -. A forma do triagrama Kun, representando a Terra.

As cristas inclinadas de telhados de edifícios são decorados com uma linha de estatuetas liderados por um homem que monta uma Fênix e seguido por um Dragão Imperial. O número de estatuetas representa o estado do edifício – um edifício menor pode ter 3 ou 5. O Salão da ‘Harmonia Suprema’ tem 10.

china-1269610_1920

  • O layout de edifícios segue costumes antigos estabelecidos. Templos ancestrais estão em frente ao palácio. As áreas oficiais (de trabalho) e de armazenamento são colocados na parte da frente do complexo do palácio, e as residências na parte de trás.

A Cidade Proibida está dividida em duas partes. A Corte Exterior (外 朝) inclui as seções do sul, e foi usado para fins cerimoniais. A Corte Interior (内廷) inclui as seções do norte, foi a residência do Imperador e sua família e foi usado para assuntos do dia-a-dia do Estado.

  • A Cidade Proibida tem três eixos verticais. Os edifícios mais importantes situam-se no eixo norte-sul central.
Forbidden_city_map_wp_1

Imagem da Wikipédia.com

Planta da Cidade Proibida

  1. Portão Principal (A)
  2. Porta do Poder Divino (B)
  3. Glorioso Portão Oeste (C)
  4. Glorioso Portão Leste (D)
  5. Canto das Torres (E)
  6. Portão da Harmonia Suprema (F)
  7. Hall da Suprema Harmonia (G)
  8. Hall da Eminência Militar (H)
  9. Hall da Glória Literária (I)
  10. Lado Sul (J)
  11. Palácio da Pureza Celestial (L)
  12. Jardim Imperial (M)
  13. Hall do Cultivo Mental (N)
  14. Palácio da Tranquila Longevidade (O)

Percebendo os pequenos detalhes

Em todos esses anos de China, já visitei a Cidade Proibida algumas vezes. E cada vez que vou, sempre tenho algo novo a observar…

São tantos detalhes, tantas regras, mistérios e lendas envolvendo esse local, que ainda acho que teremos muitas surpresas a cada visita!

Já visitou esse local? O que achou? Conta aqui para nós.

Zái Jián!

Colabore com a gente! Faça sua reserva (para qualquer lugar do mundo) clicando no logo do Booking.com acima ou na lateral da página. Xie xie! Obrigada!

Colabore com a gente! Faça sua reserva (para qualquer lugar do mundo) clicando no logo do Booking.com acima ou na lateral da página. Xie xie! Obrigada!

Anúncios

15 pensamentos sobre “Cidade Proibida – fatos que você não conhece

  1. Estive em Beijing em julho do ano passado, e visitei a Cidade Proibida em um dia de MUITO calor, o que dificultou um pouco andar por todo o complexo, mas não tirou a beleza e a magnitude do lugar.. voltaria com mais calma (e em um dia mais fresco rs) com certeza!

    Curtir

  2. Se, ou melhor, quando voltarmos à China, gostaria de visitar novamente a Cidade Proibida… Só que o ideal é dedicar o dia todo a ela, para conhecer o máximo de recantos. Quando fomos, já estavamos cansados de outras visitas, o calor era muito forte e acabamos não conhecendo tudo (se é que é possível numa só visita… rsrsrs), mas adorei, um espetáculo à parte!!!!

    Curtir

  3. Boa tarde Christine! Como sempre muito rica as informações. Adorei.
    Procurei no seu espaço mas sou meio ruim nisso, então pergunto, você já fez alguma matéria sobre os templos Shaolin? Gostaria muito mas não sei se isso é permitido. Andei pesquisando e vi que há pelo menos um que é citado bem na rede que seria o CHUZU. 🙂

    Zái Jián!

    Curtir

  4. oi!
    bom dia!
    fotos, se tivesse mais fotos feitas por vc, seria incrível!
    se é que se permite fotografar lá dentro! fica a sugestão!
    beijo grande para vc e familia!

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s