Blog/China/Cultura Chinesa/viver na China

Invenções Chinesas

Hoje em dia quase tudo que se consome, que se usa e, claro, que se compra é feito na China. Sabemos que a China é a grande ‘copiadora’ e executora das grandes idéias do mundo moderno. Esse país é o maior usuário do ditado popular que diz que ‘nada se cria, tudo se copia’. Mas não é bem assim.

O que realmente foi inventado aqui partindo da experiência e da sabedoria desse povo milenar? Pelo que pude encontrar existem coisas que os chineses inventaram e que fazeram uma enorme diferença para a humanidade.

 imagesCAYWA10F

Papel – esse invento data de aproximadamente 2000 anos atrás e realmente mudou a vida de todos (pelo menos antes do computador!). Começaram a escrita usando o bambu, que foi precursor do papel propriamente dito. Não se sabe ao certo quando, mas os créditos são dados a T’sai Lun ou Cai Lun. A ‘tecnologia’ do papel saiu da China após a invasão dos Muslims, que persuadiram os trabalhadores a contarem o ‘segredo’ da fabricação do papel. Depois passou para as mãos dos Espanhóis, até chegar aos Estados Unidos por volta de 1600 e se espalhar de verdade pelo mundo.

Pólvora – parece que esse foi mais uma das coisas descobertas por acaso. Sabe-se da pólvora presente na história da China desde a Dinastia Tang. A pólvora era um suposto ‘elixir da vida’, que poderia transformar o usuário em imortal (se ele escapasse da explosão… mas acho só perceberam isso depois…). Para fazer o ‘elixir’ precisavam de enxofre, carvão e salitre. Os alquimistas da Dinastia Tang começaram os experimentos com as substâncias. O resultado foi descrito num texto de meados do século 9 onde dizia que ‘resultou em fumaça e chamas e as mãos e rostos ficaram queimados, bem como a casa onde eles trabalhavam.’ Provavelmente não foram os mesmos que terminaram a pesquisa, não é?

Bússola – há alguma controvérsia na ‘patente’ dessa descoberta, mas sabe-se que a bússola apareceu na Dinastia Qin (200 A.C.), e também por acidente. O interessante é que naquela época ela não era usada para direção, mas sim para guiar o Feng Shui, onde eles procuram o norte e o sul, principalmente, para atrair boa sorte e fortuna para suas casas, escritórios etc. Só mais tarde que eles perceberam a utilidade de localização que a bússola pode proporcionar. A controvérsia sobre quem inventou é porque os europeus criaram uma versão própria da bússola antes que os chineses usassem a sua para a navegação. Mas isso foi no século 11.

Imprensa – foi a quarta maior invenção chinesa, que começou entre o século 4 e 7 (Dinastia Tang), aproximadamente. O processo se dava tal como conhecemos hoje a xilogravura. Desenhava-se numa superfície de madeira, que depois recebia tinta e essa era ‘carimbada’ no papel. Somente na Dinastia Song que Bi Cheng criou os tipos móveis de impressão, que chegaram até o mundo e foram se aperfeiçoando até os dias de hoje.

Bom, então podemos dizer que essas 4 invenções são realmente ‘Made in China’, certo? Nada haver com os ‘fakes’ que vemos em cada esquina!

Zái tian.

Anúncios

6 pensamentos sobre “Invenções Chinesas

    • Olá Isadora,
      Hoje em dia é opcional usar números romanos ou arábicos para século. Já tinha essa certeza há algum tempo, mas pesquisei novamente e achei várias fontes com essa informação, e a mais direta foi essa:
      “O Manual do Estadão recomenda que se usem os romanos apenas em nomes de reis, papas e nas transcrições de leis: “Parágrafo 4.º -IV – a inelegibilidade de que trata esse parágrafo…”. Nos demais casos, como séculos, capítulos, guerras, governos, planos, projetos, usinas, naves espaciais, zonas, distritos, regiões, festas, feiras, congressos, conferências, simpósios, competições esportivas, usar algarismos arábicos mesmo.”

      Abraço,

  1. Pingback: O que a China descobriu antes do Ocidente | China na minha vida

  2. Pingback: China e mais das suas invenções… | China na minha vida

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.