China/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

Adornos Chineses

Sabem aquelas coisas que você vê por aí e nunca sabe direito o que é, para que servem ou seu significado para uma cultura? Hoje vou falar de dois deles!

O primeiro, Dudou, uma coisa mais esquisita para nós, difícil de captar o real significado disso. Mas a segunda, Miaozu Yinshi, são coisas que sempre olhei com admiração, mas nunca desconfiei do significado que havia em as chinesas Miao usarem eles.

Vamos ver?

Dudou

Sempre vi esses ‘babadores’ para vender nos mercados chineses, mas nunca entendia a serventia deles, até porque eles tem cordões para amarrar no pescoço, mas também algo que parece ser para amarrar nas pernas. Bem estranho…

f04da2db112211fd653344

Mas vamos combinar, que depois das calças com o gancho aberto para os bebês, nada pode ser tão estranho, não é mesmo?

Só que outro dia, descobri numa revista antiga aqui em casa uma explicação sobre o tal babador, que na realidade chama-se Dudou e… não é babador! Vivendo e aprendendo!

É classificado como ‘roupa de baixo’ que cobre a barriga e o peito, quase uma blusa frente única (para quem pensava que era babador…ai, ai, ai…)

Reza a lenda (porque na China tudo tem uma estória, uma explicação), que Yang Yuhuan, a favorita do imperador Xuanzong da Dinastia Tang, teve um romance com um general rebelde, que arranhou seu peito acidentalmente. Para esconder o machucado dos olhos do Imperador, Yang Yuhuan inventou o Dudou!

Eles são confeccionados em cetim, enfeitados com bordados que representam símbolos de boa sorte e fortuna. A peça se popularizou e as mulheres chinesas usavam muito até aparecer o sutiã.

E hoje, principalmente nas zonas rurais, as crianças usam essa peça no verão para proteger o peito de friagem. Ah… sabia que tinha algo que ver com o babador… afinal, eu via muito em Chang Chun, os bebês usando Dudou. E me lembro que trouxe até para algumas amigas que tinham bebês em casa…rs

IMG_3348

Mas pesquisando na net, vi que hoje as chinesas estão dando um tom que faz muito mais juz à lenda, do que os bebezinhos usarem como babador… mas deixa para lá!rs

Nos mercados que vendem produtos chineses para turistas, ainda é fácil encontrar essas peças. Ao menos dá para matar a curiosidade!

Miaozu Yinshi

E ai, como uma coisa puxa a outra, acabei aprendendo mais um detalhe sobre adornos chineses.

Muitas vezes já me deparei em vitrines com centenas de objetos de prata, maravilhosos, que são vendidos como peças de bijuteria (pulseiras, colares, brincos) e também de enfeites para casa, mas que não deixam de ser adornos femininos como tiaras, colares imensos, coroas. E sempre me perguntava como aquilo poderia ser usado, já que é muito comum ver nas fotos, as mulheres dessas etnias carregando aquelas coroas de prata imensas e visivelmente pesadas, como se fosse parte do próprio corpo! No post anterior tem uma foto linda de uma moça da etnia Miao.

download (1)

A tradição é que quando uma menina Miao nasce, os pais se sacrificam, a ponto de racionar comida, para montar um jogo completo de jóias de prata para ela. Com a intenção de as proteger.

O jogo é composto por, no mínimo, 8 peças: coroa, gargantilha larga, placa de peito, cinturão, algo como um ‘chifre’ (?!?), brincos, bracelete e ornamentos para enfeitar a roupa. Ufa… isso tudo junto pode pesar cerca de 15 quilos, mas tem algumas fotos que mostram que a coisa pode ultrapassar essa marca fácil! E a menina gasta mais de uma hora para vestir toda a roupa, os aparatos e finalizar a maquiagem.

O povo Miao tem uma forte inclinação por prata, pois adoram a beleza, a fortuna e a dignidade. A cor da prata simboliza o caráter desse povo que teme a tirania e são resistentes a tentação da fortuna e do status.

Eles também acreditam que usar a prata mantém os demônios afastados!

IslBG

Pode ser pesado e ‘meio’ desconfortável, mas que é lindo é…

E assim a gente sempre vai descobrindo mais coisas inusitadas e belas da cultura chinesa.

Zài Jiàn!

Anúncios

5 pensamentos sobre “Adornos Chineses

  1. Pingback: Guilin –  minorias etnicas chinesas | China na minha vida

      • Não Angelo, até onde eu sei. Um estrangeiro que case com um chinês e venha morar aqui, fica como que num ‘estágio probatório’, com um visto de um ano, depois de dois, de três anos, até conseguir o visa definitivo. E nos primeiros 5 anos não pode trabalhar aqui. Mas as leis sempre mudam aqui, então é bom consultar o Consulado ou outro órgão oficial que possa te dar informações mais precisas. Abraço.

        Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s