Blog/China/Compras/viver na China

Solidariedade com lenços ‘Made in China’

Já escrevi isso uma vez, mas nem lembro onde, então vou contar de novo. Algumas pessoas me perguntaram logo inicio do blog porque o nome e, se eu que mudei para China, porque não ‘minha vida na China’. E a resposta é: muito antes de eu começar a escrever, quando ainda os amigos ficavam ‘colocando ideias sem nexo’ na minha cabeça (hehehe), já havia decidido que se um dia isso fosse ter algum nexo, o nome seria ‘China na minha vida’, tão grande a revolução que esse país fez (e continua fazendo) comigo e minha família.

Pois bem, fiz essa introdução para vocês poderem entender porque meu post de hoje não vai falar da China, nem das coisas engraçadas, nem das admiráveis, nem da grandeza desse país. Hoje vou falar de solidariedade, aprendizado, mundo sem fronteiras. O quanto a vida nos coloca em locais e situações que a principio nos parecem estranhas, absurdas, mas que depois de passados meses, até anos, conseguimos enxergar o quanto o universo, a força Divina, as mãos de Deus (o nome que cada um quiser dar) podem estar presentes em cada gesto, cada atitude ou falta dela (vai saber?!).

A madrinha do meu filho, Silvana, minha amiga desde muitos anos sempre me surpreendeu com sua garra, sua capacidade de adaptação, sua força de Fênix, renascendo das cinzas a cada tropeço que a vida lhe causava. Talvez ela tenha me ensinado muitas coisas aos 18 anos que só fui entender quando aos 40 tive que mudar de pais, de casa, de hábitos etc.

Há exatamente um ano atrás, pelo Facebook (portador de boas e más noticias) recebi um update dela muito estranho e corri inbox para perguntar o que aquilo queria dizer, mas sabia que não era coisa muito boa. Dito e feito, ela havia descoberto um câncer de mama e iria começar os tratamentos. Nem preciso dizer que foi um choque. Chorei muito e nem sei explicar porque, mas no fundo acho que chorei pelos abraços que deixei de dar nela até aquele momento, das vezes que deixamos de nos ver porque estávamos morando muito longe (eu em Santos e ela em São Paulo, vejam que nessa vida tudo é relativo mesmo!) e só conseguia pensar em porque a gente é assim.

Silvana durante o tratamento -2012

    Silvana durante o tratamento, sempre com esse sorriso no rosto -2012

Após o diagnóstico de cura. Linda e cabeluda! 2013

Após o diagnóstico de cura. Linda e cabeluda! 2013

Mas, como não poderia deixar de ser, Silvana Cotrim não deixou a bola cair (mesmo que em alguns momentos precisasse de alguém para ajudar ela a se equilibrar), e entre o sofrimento e a vontade de viver foi lutando dia a dia, e venceu! Quase um ano depois foi diagnosticada curada! Ah, meu Deus! Chorei de novo, mas de alegria e gratidão. E por saber que ela merecia isso.

Eis que num dia desses, vi um blog no FB que me chamou a atenção pelo título do post: ‘O câncer da alma’ e quando vi o nome do blog aí que corri lá mesmo: ‘Minha vida comigo’. Já achei que tínhamos algo em comum. =]

Além do ‘minha vida’ no nome dos nossos blogs e da relação que acabei fazendo entre as atitudes da Vânia e da Silvana, o que mais me identificou foi a visão da vida e da doença que a Vânia possui. Realista mas com um otimismo, uma esperança e um amor pela vida que transborda pela tela enquanto lemos. Assim que li corri nos contatos e escrevi um ‘bilhetinho’ ao meu estilo reduzido, parabenizando-a pela coragem, atitude e determinação de, mesmo completamente vulnerável pela doença, encontrar forças para ser feliz e dar esperança a outras mulheres na mesma situação, mas nem sempre com a mesma visão de mundo, da vida e de como se levantar e lutar. Ela, mesmo com a doença e suas dores, está distribuindo sorrisos, alegrias e luz. Simplesmente maravilhoso.

Vânia com os lenços já arrecadados no Brasil.

Vânia com os lenços já arrecadados no Brasil.

E de que forma? Com uma campanha simples, de arrecadação de lenços para que as mulheres usem e se vejam mais bonitas, consigam entender e superar o momento pelo qual estão passando. Às vezes nos preocupamos demais com dinheiro e remédios (que são realmente fundamentais), mas esquecemos de cuidar da alma, da pessoa fragilizada que além do tratamento médico, precisa de abraço, carinho, atenção e algo que a faça sorrir.

Gente, eu vivo na China. Lenço aqui dá em árvore quase (rs). Como começamos a trocar e-mails, disse a ela que levaria alguns para doar quando fosse ao Brasil em final de setembro. Pensei comigo em pedir para algumas amigas, colocar na comunidade talvez.

Cartaz de divulgação da campanha que Vania está promovendo.

Cartaz de divulgação da campanha que Vania está promovendo.

Mas hoje pela manhã, estressadíssima com meu exame de mandarim, abri meu email e havia uma mensagem da Mirela, uma brasileira que morou por 2 anos aqui em Shanghai (e sempre colaborou muito com fotos da China real para o blog). O titulo da mensagem era ‘ajuda’. Claro que fui abrir direto e para minha surpresa, ela pedia que eu ajudasse a divulgar a campanha da Vânia (já que na China lenço dá em árvore) que, pasmem, é casada com um primo dela, ou seja, a Vania é prima da Mirela.

Agora me digam, esse mundo é ou não é uma ‘ervilha’ como disse a Vânia? E a China ainda continua aprontando na minha vida e na de muita gente! Entenderam porque de toda aquela introdução?

Então, quem está no Brasil visitem o blog da Vania e divulguem a campanha. Para os brasileiros de Shanghai que quiserem colaborar, pode entrar em contato comigo a qualquer tempo. Sempre tem brasileiro indo e vindo e um pacote de lenço dá para encaixar na mala. Principalmente por uma boa causa!

Conto com vocês!

Zái Jián!

Esqueci de mencionar: A Vania é portuguesa e quer estender a campanha para seu país também. Então se você conhece algum português aqui em Shanghai, passe o link adiante, que também arrumaremos uma maneira das doações chegarem até lá!

Um exemplo de determinação e fé na vida! =]

Um exemplo de determinação e fé na vida! =]

Anúncios

5 pensamentos sobre “Solidariedade com lenços ‘Made in China’

  1. Pingback: Agora é vez dos lenços made in China irem para Portugal! | China na minha vida

  2. Eu costumava dizer que o mundo virou um ovinho de codorna. Mas também estou achando a ervilha mais apropriada! Belíssimo texto, amiga! Vou me informar sobre a ONG para ver como colaborar! Um abraço

    Curtir

  3. Chris, e isso mesmo….a idéia, a campanha, o mundo ser uma “ervilha”…E estamos todos tão longe mas todos tão perto ao mesmo tempo. Fico contente também de poder conhecer seu blog e, assim, conhecer um pouco mais da China. Um país que acabei por não conseguir ir enquanto a Mirela aí estava mas que ainda desejo conhecer. Um grande beijinho 🙂

    Curtir

  4. Olhando assim de fora… tenho a impressão que esta tal Silvana, não sou eu…rsrsr, sou grata ao amor, carinho e força que recebi, esses são os remédios mais importantes para cura do cancer… que iniciativa heim minha amiga…Parabéns!!! te amo!!

    Curtir

  5. ……..lindo!…..lindo!………lindo!……..teu jeito de escrever! Me perdoe primeiro falar e voltar a insistir , que vc faça um livro! Adorei o texto!
    Agora sim a campanha, linda e, sei o que é passar por isso, pois….lembra do salão de arte, quando fiz a virgem com o menino Jesus e pombinhas em volta?
    Foram para agradecer o sucesso da cirurgia da minha mãe, que teve de tirar uma mama!…………..Até hoje ela está bem, apesar da idade! ……………….preciso te mandar um email!!!!!!!!!estou ficando tratante!!!!!!!!!!!!!rsrsrsrsrsrsrsrs
    Beijo grande para vc e familia!

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s