Blog/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/Viagens/viver na China

Experimentando coisas novas.

Como sempre falo, às vezes até acho que me torno repetitiva, aqui é um conhecer constante. Sempre há alguma coisa nova para ver, aprender, experimentar, sentir. E as sensações podem ir do deslumbramento ao nojo (uiii), como da empolgação a revolta! Mas não deixa de ser aprender e conhecer, certo?

Mas em Hangzhou pudemos ver a cidade, o parque em volta do lago, andamos de barco e até vi um outro barco enorme com cabeça de Dragão que foi impossível apreciar da outra vez. Mas nesse meio tempo, deu aquela fome no pessoal. E uma coisa meio complicada aqui, em especial nas cidades pequenas é arrumar uma comidinha rápida só para enganar o estômago. Nem pensar em coxinha e bolinhas de queijo…

 cbbb

Dentre o que se podia comprar, optamos pelo milho. Bom, pelo menos é parecido com o que temos no Brasil, é cozido num panelão com água (sem entrar nesse mérito da questão,ok?). Vamos lá. E realmente o milho nada tinha de diferente, além da falta de sal. Eles quase não usam sal aqui. Mas atendeu aos objetivos do pessoal. O que deixou a gente intrigado, foram as espigas de milho pretas. Sim, preto igual carvão.

Com a espiga amarela, todo mundo comeu sem medo e ainda posaram para foto…

E cada barraquinha que passávamos, tinha mais espigas pretas. Até que o Mário foi lá e comprou uma. Todos pensaram que ele ia comer, mas disse que já havia comprado, e esperava que alguém se aventurasse a experimentar. No final, quase todos deram uma mordidinha na espiga de milho preta e comunitária e sem sal!!!

 c99

coo

Com a preta… bem… foi mais difícil a ‘relação com o grupo’!

 cvv

A Carol, que nem mora aqui, turista de verdade, foi a corajosa em dar a primeira mordida!!

A Carol, que nem mora aqui, turista de verdade, foi a corajosa em dar a primeira mordida!!

Qual o gosto? Praticamente o mesmo da espiga amarela. Mas é muito esquisito comer aquilo. Como também deve ser esquisita a galinha preta que postei a foto outro dia. Vou pesquisar para saber por que isso. Tudo bem que a galinha e o milho serem pretos não têm nenhuma relação direta (acho, né?), mas a primeira coisa que nos veio à cabeça foi a relação galinha/milho/preto!

E nem perguntem o que havia nas outras panelas. Tirando as salsichas (que não tem o mesmo sabor das ocidentais) o restante eram uns bolinhos cozidos na água. Alguns até lembravam dumplings, mas esses deixamos para, quem sabe, uma próxima vez!

O almoço? Ah, foi no ‘Burguer King’ mesmo, na estação de trem. O restaurante que a guia tentou levar a gente, não agradou aos olhos e olfato dos turistas. J

Zái Jián.

Anúncios

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s