Blog/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/Viagens/viver na China

De trem bala para Hangzhou

No final de semana nos juntamos a um grupo e fomos a Hangzhou de trem bala (high-speedy train). Já havíamos ido até essa cidade, mas dessa vez teríamos 2 motivos para repetir o passeio: primeiro por conta de andar no trem (fizemos em 1 hora um trajeto de 2:30hs, com uma parada de 10 minutos em Jiaxing) e a outra era poder conhecer a cidade porque na outra vez era feriado e simplesmente a única coisa que fizemos foi posar de ‘modelo’ para os chineses que nunca tinham visto ocidentais. E olha que eram muitos!

Mas a aventura começou para comprar o ticket. Lá fui eu na estação de Honqiao, que também é o aeroporto doméstico, as 18:00. Vocês devem estar se perguntando como uma pessoa em são consciência comete uma falha de logística desse tamanho. Por que se essa hora já é um tumulto no Brasil, imaginem aqui. Nunca havia ido a esse terminal, que fica no subsolo do Aeroporto de Honqiao. Para começar ele é imensamente grande, como todo mundo já poderia imaginar. Limpo e com muita sinalização. Mas, infelizmente nem tudo está em inglês. Dificuldade que no andar de cima(aeroporto) não há .

1191 1188

Aí eu digo que mais do que não saber falar, acho que é pior não saber ler. Porque não dá para tentar, não é possível você olhar para a palavra e copiar num tradutor eletrônico, porque simplesmente é complexo demais. Então a sensação de ser analfabeto por uma pessoa que aprendeu a ler e escrever, é irritante e frustrante.

1189  1190

A fila foi outra coisa que me deixou super irritada, porque aqui não adianta, fila é um aglomerado de pessoas tentando passar sua frente de qualquer jeito. E se você pensa que quando está no guichê, está tranqüilo, pode ir tirando o cavalo da chuva! Sem a menor cerimônia aparecem dois braços por cima do seu ombro, tentando acessar a janelinha ao mesmo tempo. Olha, nessas horas toda a minha teoria que temos que aprender a lidar com eles, afinal somos nós os estrangeiros, cai por terra.

E depois de muito custo e de quase sair no braço com meia dúzia de chineses, eu (a esperta laowai que foi na hora do rush comprar tickets para o dia seguinte) consegui sair com as 8 passagens na mão e de ida e volta! Uhuuu… venci essa etapa, apesar de ter contado com a ajuda do motorista. Que também quase eliminei de raiva, porque ao invés de me ajudar, ficou xeretando a vida de todo mundo na fila. E só parou ao meu lado quando eu estava na internet no celular (por que a curiosidade mata o chinês). Mas na hora que cheguei ao guichê, ele apareceu do nada e me ajudou.

61430628_n - Copy

Essa foto é de alguma dessas pessoas que estão aí! Foi tanta máquina…

Quando saímos daquele amontoado de pessoas, eu guardando carteira, celular, troco, passaportes e tickets, Sr. Liu olha para mim e diz: me dá que eu quero ver. E eu: Ver o quê, Liu? E ele: os tickets, quero ver os tickets. Por um momento, muito breve, me passou pela cabeça dar um grito bem alto no meio da estação. Mas me contive e falei em português mesmo: DEIXA DE SER METIDO, nem eu vi os tickets ainda (aí já voltei para o inglês). E vocês pensam que ele se deu por vencido? Não, foi andando ao meu lado, louco para pegar aqueles papeizinhos nas mãos, e continuou perguntando: quanto custou? Que horas é o trem? Vocês voltam amanhã? Só um alerta para os mais distraídos: foi ele que me ajudou a comprar os tíquetes!

 90171173_n - Copy

Entre mortos e feridos, todos salvos e no dia seguinte às 9:36 da manhã (mais um ‘pause’ na narrativa, frisei o horário, porque quando falei que o trem era às 9:30, ele olhou para mim e disse: desculpa, você está errada: é 9:36.(Arghhhh, #$@%¨&$) estávamos todos em frente ao portão de embarque. O trem é limpo, super confortável, e chegou à velocidade de 300km por hora, sem a gente nem perceber. Dava até para tirar fotos da janela.

Zái Jiàn!

Anúncios

5 pensamentos sobre “De trem bala para Hangzhou

  1. Olá.
    Pretendo conhecer parte da China em Maio/2017 e Hangzhou faz parte de meu itinerário (trêm/ônibus). Sabe dizer se 2 noites são suficientes para conhecer um pouco do local?

    Curtir

  2. Pingback: Patrimônios da Humanidade na China – UNESCO 11 | China na minha vida

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s