Blog/Cenas da China real/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

Vou de taxi…

Todo mundo já sabe que em termos de transporte aqui eles são mais do que criativos! E que a bicicleta é o principal meio de transporte da população. Então os taxis também são à partir de bicicletas… claro que a modernidade impôs o desenvolvimento, e hoje as bicicletas são elétricas ou motorizadas. As motinhos tipo “vespa”, também são uma febre aqui. Mas existem algumas que se compra no supermercado e custa menos que uma boa bicicleta! E os taxis são uma adaptação das carroças com as bicicletas ou motos.

taxia

Mas esse tipo de taxi faz um sucesso maluco dentro dos bairros. Eles te levam para os lugares próximos, mas um pouco distantes para ir a pé, e o preço é uma bagatela. Coisa em torno de R$1,50 ou R$2,00. E para nós, além de tudo é divertido e inusitado. O taxi normal, nem sempre te leva tão perto e, mesmo quando leva, te cobra o mínimo de corrida, que seria pelo menos o dobro disso.

O estado de conservação e a limpeza desses veículos é uma coisa para não se prestar muita atenção ou então você desiste de sentar na cadeirinha! J

O interessante é que eles são organizados, possuem pontos nas saídas do Metrô e respeitam, até o limite chinês, as filas e ordem de serviço. Agora você tem que arranhar um mandarim, senão fica difícil. Nos taxis comuns, aqui em Shanghai, temos a possibilidade de ligar para um call center e nos explicamos em inglês, mas nas carrocinhas, nada feito.

Só andei nesses taxis uma vez, e foi muito engraçado que não quiseram levar eu e o Mário juntos. Ele teve que ir sozinho e eu fui com o Nelson em outro, atrás. Como era verão, as coberturas haviam sido dispensadas, então tivemos nossa aventura com “cabelos ao vento”!

E usar esses taxis é, definitivamente, se incorporar a vida na China.

Até a próxima!

Anúncios

4 pensamentos sobre “Vou de taxi…

  1. Kkk, adorei näo olhar para a conservação e a limpeza, aqui na Alemanha também tem um tipo parecido nas festas tipo Oktoberfest, só que é com bicicletas e näo motos, eu andei uma vez também, mas confesso que me deu um medinho grande. O danado pedalava igual doido, credo eu apelidei de abobóra turbinada (já que era desta cor a “carroceria”.
    Mas acho que isto é bem um tipico retrato da China, as bicicletas e estes “taxis”.
    Adorei! Já estou imaginando aqui a sensacao de cabelos ao vento…
    beijos
    Lola

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s