China/Palestras e Assessoria intercultural/viver na China

Já está chegando a hora ir

Quando escrevi meu livro, lembro que a introdução ao primeiro capitulo dizia que na vida tudo tem um começo, um meio e um fim, mas a única certeza é o inicio, pois o meio e o fim dependem de vários fatores, da trajetória que escolhemos traçar, do destino ou seja lá que nome queiram dar.

O fato é que hoje posso dizer que estou chegando ao fim de um período: o tempo de chamar a China de lar está terminando.

O fechamento de um ciclo, de uma fase da vida que foi muito maior do que sequer imaginávamos em 2004, quando a China entrou na minha vida. Mesmo em 2009, quando mudamos para Shanghai, não pensamos que seria por um período tão grande.

Enable Translator Disable Translator

E coincidentemente (ou não), dia 09 de janeiro completamos 12 anos em Shanghai, um ciclo completo no zodíaco chinês. Chegamos no ano do Rato e sairemos no ano do Rato. Detalhes que fazem a diferença quando passa aquele filme, um flashback da sua vida, na cabeça.

A China continuará na minha vida, claro, mas de outra forma, com outra intensidade. Tudo que aprendi aqui me acompanhara por onde quer que eu vá. Um dos meus filhos ficará na China, uma boa desculpa para voltar com frequência. Continuarei com meu trabalho de assessoria para empresas sobre cultura chinesa nos negócios e para  famílias que vem para esse lugar tão estranho, enigmático e distante.

Um dos maiores prazeres que a estada aqui me deu, foi o de ajudar as pessoas a enfrentarem o dragão e perceberem que ele nem é tão assustador assim, muito pelo contrário!

O que fica disso tudo

Além de toda experiência pessoal e profissional, muitas coisas estarão para sempre comigo, aquelas lembranças que grudam no nosso coração e jamais escapam, aqueles detalhes que nos fazem sorrir só pelo fato de lembrar, que aquecem a alma e nos mostram que tudo valeu a pena.

E o que levo de mais precioso disso tudo são as pessoas que passaram pela minha vida chinesa. Há muito tempo aprendi que são as relações humanas o grande tesouro que temos, os sentimentos que dinheiro nenhum pode comprar, que localização geográfica alguma poderá separar, que você pode carregar consigo para onde for.

Assim foi com as pessoas que já estavam na minha vida no Brasil, e continuam comigo até hoje, com as dezenas que passaram por aqui nesses 16 anos e também aquelas que vão continuar na China depois da minha partida.

A única certeza que tenho é que um dia vamos nos encontrar, porque como já falei muitas vezes em várias festas de despedida que participei nesses anos: O que a China uniu, o mundo não separa. Virou meio que um jargão nessas horas que são um misto de alegria pelo que está por vir e a saudade antecipada pelo que estamos deixando para trás.

Retalhos e presentes

Sempre fui fã de um poema que diz que “pessoas são presentes” que a vida nos dá. Algumas vem com pacotes bonitos caprichados, outras vem até desembrulhadas, mas são especiais do mesmo jeito. Até aquelas mais difíceis, que num primeiro momento queremos distância, que nos fazem chorar, nos machucam, no final, nos ensinam demais.

Sempre valorizei todas as pessoas que entram na minha vida, seja por um momento, uma temporada ou pela eternidade. São presentes sim, são parte da minha história da mesma forma que eu sou parte da história de cada uma delas.

E hoje, enquanto estava matutando esse texto, pensando no que ia escrever aqui, me deparei com um post no Instagram que falava que as pessoas são pequenos retalhos que vamos costurando na colcha da nossa vida (mais ou menos isso) e, claro, isso me emocionou e me fez parar e ter aqueles pensamentos que te fazem voar longe e colocar um sorriso nos lábios de pura emoção.

Com todas essas lembranças, que me enchem o coração de paz e amor, mais uma vez sou grata a China, ao que esse país me deu, a todos os presentes que carrego no coração e a enorme colcha de retalhos que me acompanha e aquece os dias mais frios e duros.

Não deixem de ler esse texto, que fala muito dessa vida de expatriado, seja onde for:

O aprendizado das despedidas

Então ficamos assim…

Continuarei por aqui, afinal a China tem mistérios para os próximos 1000 anos (é com  essa frase, termino minhas palestras). Novos formatos e propostas virão com certeza, um novo livro e outras coisas interessantes estão nos planos futuros, me aguardem.

Não há como eu expressar em palavras todos os sentimentos que envolvem essa despedida, essa mudança de vida, esse novo horizonte que está se abrindo. As sensações são estranhas, porque sempre fica aquele sentimento de que poderia ter aproveitado mais, aprendido mais, viajado mais…

Essa pandemia nos deixou engessados e sem poder completar todos os planos previstos para o ultimo ano na China, mesmo assim, tentamos tirar o máximo de tudo que pudemos.

E, como adoro uma trilha sonora, a única que me vem a cabeça há dias é essa do nosso bom e velho Roberto Carlos, que divido com vocês e retrata exatamente o que estou sentindo.

Já está chegando a hora de ir
Venho aqui me despedir e dizer
Em qualquer lugar por onde eu andar
Vou lembrar de você
Só me resta agora dizer adeus
E depois o meu caminho seguir
O meu coração aqui vou deixar
Não ligue se acaso eu chorar
Mas agora adeus!

Gratidão

Sou grata a China, como já falei diversas vezes, a minha família, meus amigos e também a você que sempre esteve aqui, que me incentivou a seguir, crescer, que faz parte da minha colcha de retalhos e a razão desse blog existir.

Continuamos juntos, já que o que a China uniu, o mundo não separa, não é mesmo?

Zài Jiàn!

23 pensamentos sobre “Já está chegando a hora ir

  1. Que belo o seu trabalho e obrigado por compartilhar suas impressões desta incrível e rica experiência. Meu filho e minha nora moraram vários anos na China e na Ásia e seus ótimos textos ajudaram a entender melhor a cultura daí e quem sabe diminuir a distância física que tinha com êles. Nas duas vezes que fui visitá-los a impressão é que tinha sido uma viagem a um outro planeta com experiências do futuro e também de um passado que ainda existe. Parabéns por ter aproveitado tão bem este tempo aí na China, Christine! Muito obrigado!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Cris
    Muito linda suas palavras e já estou ansiosa para ler o seu livro.
    As experiências são as nossas melhores lembranças e logo vira outro destino incrível também para ser desvendado.
    Que seja um ano iluminado em qualquer lugar do mundo que for.

    Curtir

  3. Christine Aqui é Paula Carvalhaes. Sou sua fã, li seu livro, dou de presente, e acompanho sua trajetória. Gosto do seu jeito bem humorado de descrever e analisar a vida. Para um ciclo que se encerra, outro ciclo se abre. Tenho certeza que será para sua felicidade. Aguardo notícias de sua trajetória. Felicidades e sucesso nesta nova etapa.

    Enviado do meu iPhone

    >

    Curtido por 1 pessoa

  4. Chris
    Vc foi meu presente da China! Embrulhado em uma caixa chinesa dessas maravilhosas com um laço e cartão em forma de lanterna chinesa em cima!
    Com vc minha vida fez mais sentido aí na China.E apesar de eu ser uma pessoa fechada e distante (+ nem tanto) daí de Shangai, vc tem cadeira e lugar na área VIP do meu coração!
    Foram pequenos momentos com grandes significados pra mim…
    Que o seu fechamento de ciclo seja repleto de energia positiva e de alegrias!
    E que seu novo ciclo e começo sejam igualmente surpreendentes!
    Que possamos seguir nos encontrando sempre que a vida conspirar a favor!
    Que o seu dragão bata asas rumo ao novo horizonte leve livre sabendo que a China estará na verdade sempre dentro dos nossos corações!
    Um beijo bem grande e um abraço bem apertado!
    Zàijiàn

    Enviado do meu iPhone

    Curtido por 1 pessoa

  5. Christine, sinto como se uma amiga estivesse partindo… Existe a China Before e a China After Christine, pois com você aprendemos tanta história, fatos e curiosidades sobre este enigmático país. E através de sua ótica nos encantamos, desmistificamos e queremos ter esse Dragão como um bicho de estimação.
    Continuarei por aqui, no blog e na China. Já aguardando o próximo livro.

    Aproveite seu novo caminho. Os próximos mil anos começam hoje!

    Abraços!

    Curtir

  6. Nossa, já tô com saudades.
    Super obrigado por dividir esta experiência de vocês. Por nos ensinar tanto sobre esta rica cultura e história. Fico imaginando a sua lista interminável de o que aprender ou conhecer na China…
    Parabéns pelo ciclo que ora fecham e que seus caminhos tenham muitas flores.
    Abraço

    Obter o Outlook para Android

    ________________________________

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s