China/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

Da A Fu – As crianças que trazem grande sorte e fortuna

Já faz algum tempo, no meu aniversário para ser exata, ganhei de uma amiga essas estatuetas típicas da cidade de Wuxi, chamadas Da A Fu.

Adorei as figuras e, como não poderia deixar de ser, a embalagem em que estavam acomodadas. Já escrevi diversas vezes sobre isso aqui no blog: as embalagens na China são um capítulo à parte, lindas, criativas e algumas vezes, mais interessantes que os próprios presentes que elas embalam!

Mas vamos ao que interessa: esse casalzinho fofo demais.

A lenda de Da A Fu

Uma vez, um casal de grandes leões verdes famintos e ferozes caçavam crianças em Wuxi, Jiangsu (a cidade que a Bia foi visitar). Os lutadores eram muito raros naquela época e o único recurso dos aldeões era orar às suas divindades por ajuda e libertação.

Suas orações foram ouvidas pelo celestial Imperador de Jade, que enviou dois espíritos, que se manifestaram na forma de um menino e uma menina. Com astúcia, inteligência e habilidade, eles foram capazes de derrotar os dois leões para alegria e alívio do povo da aldeia.

Desde então, as estatuetas de barro foram modeladas em homenagem e respeito as duas crianças, com o significado de grande sorte e fortuna.

Estatuetas de argila Huishan

Além de Da A Fu, a cidade de Wuxi também é famosa por produzir as estatuetas de argila Huishan e são uma das artes populares mais famosas da China, com uma história que remonta a mais de mil anos.

Teve origem nas Dinastias do Sul e atingiu o auge na Dinastia Qing (a última dinastia do império chinês), quando um artista fez cinco estatuetas de barro para o imperador Qianlong e foi recompensado com muitos elogios da família real.

A produção de estatuetas de argila ganhou força nos reinados dos imperadores Tongzhi e Guangxu, e quando a imperatriz viúva Cixi celebrou seu 60º aniversário em 1895, os artesãos Huishan apresentaram um conjunto de esculturas requintadas.

As estatuetas de argila Huishan foram então designadas como uma homenagem à corte imperial.

As estatuetas de Huishan diferem das de outras localidades porque são sempre pequenas e apresentam uma cabeça grande. Eles se dividem em dois tipos – moldados e feitos à mão. As figuras mais baratas e moldadas costumam servir como brinquedos para crianças, enquanto as peças feitas à mão, que são refinadas e originais, tem seu valor nas alturas, como um objeto de arte. Os personagens retratados vêm principalmente de lendas e tramas de ópera chinesa.

Da A Fu, duas crianças gordas, com grandes cabeças, segurando um peixe ou um qilin (um animal mítico que se acredita punir os incrédulos), é a figura mais popular na arte de argila Huishan.

O Deus da Longevidade é outro personagem popular. Durante os períodos de festivais,  feriados chineses, esses personagens são os campeões de vendas nas feiras locais, representando os melhores desejos das pessoas para a família, amigos e vida.

Uma tradição em extinção

Assim como muitos outros artesanatos tradicionais da sociedade moderna, a confecção de estatuetas de barro está em perigo de extinção. As gerações mais novas gostam dos produtos, mas poucas mostram interesse em aprender as habilidades, sabendo que sua fabricação é um processo complicado, mas que traz poucos lucros.

Por isso, o governo chinês, iniciou há alguns anos, uma série de políticas e financiamentos para ajudar a preservar e repassar o artesanato: instituições e fábricas especializadas nessa arte popular foram estabelecidas, exemplares de primeira linha estão sendo adquiridos para coleções de museus nacionais e exibidos em galerias de arte, além de estimular os jovens a se tornarem aprendizes de artesãos respeitados e determinados a herdar e divulgar a cultura das estatuetas de barro.

Li numa edição do China Daily que a maior oficina de estatuetas de argila da China, Huican Clay Figure Studio, produz mais de dois milhões de esculturas de argila todos os anos e a interação com artistas de todo o mundo inspirou muito os artesãos locais, aumentando a popularidade de suas criações no mercado global. Atualmente, mais de 80% da produção do estúdio é exportada.

Como sempre digo, nunca paramos de descobrir coisas interessantes nessa cultura milenar.

Zái Jiàn!

3 pensamentos sobre “Da A Fu – As crianças que trazem grande sorte e fortuna

  1. Adorei! São muito lindas. A China tem muitas tradições interessantes, uma cultura muita rica. Eu queria te perguntar uma coisa que sempre me deixou curiosa, como eles penduram um quadro na parede de modo que ele fique inclinado para frente?

    Curtir

Deixe uma resposta para Audrey Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s