Cenas da China real/China/Curiosidades/viver na China

Superstições – fantasmas chineses e antepassados

Não é a primeira vez que vou escrever sobre esse tópico, e talvez até repita alguma informação já transmitida, mas sempre descubro uma nova superstição chinesa. Para coisas que nem sequer poderia imaginar.

A questão dessas crenças é muito antiga e somente foi abafada na época de Mao (1949 – 1976) onde a religião era algo proibido e as superstições vistas como hábitos burgueses.

Mas quem conhece um pouco da história, sabe que Mao T’se Tung era a superstição em pessoa. E eu realmente acredito que ele levava muito a sério suas crenças.

Na realidade não só ele, mas todo o chinês. Haja visto que assim que terminou o período Maoísta, toda a filosofia chinesa (taoísmo, budismo e confucionismo) voltaram com força total. E as superstições, enraizadas na memória popular, ganharam mais força. Mais ou menos aquela história de ‘fechar a vácuo’, colocar sob pressão… na hora que explode… explode.

Adoração dos espíritos

Pode até parecer estranho em se falando de China, mas o culto a algumas divindades e aos seus ancestrais (da própria família), com centenas de rituais, são coisas corriqueiras aqui.

Queimar incenso e fazer oferendas aos mortos são as principais. Aqui, no dia dos mortos são queimados réplicas de bem de consumo (carros, jóias, casas) e dinheiro de mentira, com o objetivo de garantir condições para que seus antepassados vivam bem lá em cima!

foto da página: papermau.blogspot.co.uk

foto da página: papermau.blogspot.co.uk

O filho mais velho tem a responsabilidade de venerar o espírito dos familiares já falecidos e não os privar de receber ‘coisas’ que garantam sua sobrevivência ‘no além’. Caso contrário estarão condenados a uma “existência eterna” de fome e privação.  Já os pais apenas de mulheres, segundo a cultura, estão condenados a serem “espíritos famintos”, pois não terão quem envie esses ‘presentes’. Essa é mais uma das inúmeras razões que fazem o chinês dar tanta importância ao filho do sexo masculino, que se arrasta a milhares de anos! Mas isso é outro assunto que não vamos falar agora.

Os fantasmas

É quase um paradoxo, mas os mesmos que veneram os espíritos dos ancestrais, morrem de medo de fantasma! E tem atitudes interessantes…

  • Olhar para um cadáver traz má sorte: o espírito do morto pode atacar.
  • O sétimo mês calendário chinês é o mês dos ‘fantasmas’ e consideram perigoso viajar.
  • Estender roupa lavada à noite é arriscado pois elas podem ser atacadas por fantasmas.
  • Grande parte dos Chineses não sabe nadar ou tem medo do mar, pois acreditam que os fantasmas residem no mar. :-O

fantasmas-do-bac3ba

Curiosidades sobre a superstição chinesa

A produção de artefactos religiosos é um negócio muito rentável na China. Ninguém deixa de ter o amuleto certo para cada etapa da vida ou do calendário lunar, do seu ano de nascimento, para a casa ou o carro novo.

É comum consultar todo o tipo de “oráculos” antes de acontecimentos importantes na vida, como por exemplo um casamento, alterações na carreira, viagens, período para engravidar… e tudo mais que você possa imaginar.

Os templos na China estão sempre lotados e com cultos individuais como a queima de incenso, oferendas aos deuses, o que torna o local especial, exótico muitas vezes e com uma energia diferente. É um dos poucos locais na China que reúnem um número grande de pessoas e é praticamente silencioso.

Pingyao_18

Foto de Cibele Câmara. Templo em Pingyao – China.

Os Chineses ‘oram’ por dinheiro e sucesso na vida acadêmica e na profissional, por boa saúde, pelo nascimento de um filho varão, para encontrar um parceiro…

Acreditam nas técnicas de ‘feng shui’ (vento e água), para harmonizar os ambientes.

E para finalizar esse artigo sobre crenças populares (pois com certeza, outros virão): eles acreditam que contar os degraus enquanto se sobe ou desce traz azar.

Descobri que devo ser muito azarada… Já contei muito degrau na vida! E depois que li isso, sem querer me vejo contando degraus! Deve ser o subconsciente, não é? Rs

E você, conhece alguma outra superstição chinesa?

Deixe aqui nos comentários!

Zái Jiàn!

Anúncios

5 pensamentos sobre “Superstições – fantasmas chineses e antepassados

  1. Oieeee
    Muito interessante, algumas coisas achei muito engraçadas.
    Cansou do barulho(e pelo jeito fazem muito),vai para o templo…rsrsrs
    Nossa!!!… serei uma azarada eterna, a minha vida inteira tive esse costume de contar degraus,,,hahahaha
    Beijos
    *Ainda bem q toda a nossa família tem filhos homens.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Christine achei muito interessante e confesso que muito do que descreveu é comum a outros povos.
    Destaco o caso dos espíritos onde muita coisa é praticamente semelhante demais como o caso da responsabilidade do filho mais velho que na cultura Bantu quando descreve por que não se conhece Deus (Nzambi) e somente as deidades Jinkinsi. Se achar interessante tenho a lenda.
    O Oráculo que lá em chama de Nbomgo e são usados Tufeles que são esculturas feitas em forma de pessoas e animais além de objetos por senhoras que já não ovulam para evitar a contaminação de um espírito chamado Issasserin. O mais completo tem 210 peças que sacudidas na cabaça ou ao cesto deem ser lidas para dar norteio ao cliente aflito.
    O medo do mar, já que também ele leva o nome de Kalunga (Deus – aquele que junta) pois segundo outros povos da cultura Bantu acreditam que é de lá que todos os espíritos se reúnem.
    Tomás de Aquino, Tommaso d’Aquino em seu estudo a Metafísica da Língua Bantu por, Luiz Jean Lauand da Fac. Educ. Univ. São Paulo descreve com propriedade esses nomes ou nomeações, caso interesse leia neste link : https://planetareligare.wordpress.com/2015/01/09/significado-do-nome-el-jabel-e-kambami/

    Sabe desculpa mas adoro procurar semelhanças entre culturas.
    Abraços!

    Zái Jiàn!

    Curtir

    • Mas essa busca é interessante demais. Vou ler com calma. E o mais mágico de tudo isso, é que achamos algumas coisas ‘esquisitas’ na cultura chinesa, que é esse o mote nesse texto, mas podemos ver as coisas se repetirem em outras culturas também.
      Algumas das crendices populares chinesas são vistas em outros povos, inclusive no Brasil, com a adaptação cultural necessária.
      Nesse grande mundo pequeno as coisas se repetem. O engraçado é que, muitas vezes, nos vemos criticando ou ridicularizando um costume, sendo que praticamos algo muito semelhante e não nos damos conta!
      Obrigada pelo link!
      Zái Jiàn!

      Curtido por 1 pessoa

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s