Blog/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

Crendices populares.

Vocês pensam que só brasileiro é cheio de crenças, lendas e supertições? Que só os ocidentais inventam estórias para as crianças para trocar por bom comportamento e/ou cumprimento de tarefas, como “Assim, Papai Noel não trará seu presente no Natal”…?

Não! Os chineses são um povo cheio de superstições, crendices populares e… mentirinhas cheias de ‘boas intenções’ para as crianças entrarem na linha…rs

Encontrei algumas dessas supertições entre meus papeis e resolvi compartilhar, afinal se você estiver precisando de um novo argumento com seu pimpolho, quem sabe a sabedoria chinesa possa te ajudar, né? =O

Como era de se esperar, elas são baseadas na cultura e costumes chineses, então tem haver com pés de galinha, arroz, pato, porco e chopsticks (palitinhos usados como talher), entre outras coisinhas mais. E como toda boa supertição, é passada de geração a geração! Vamos lá:

★ # Os lenços vermelhos usados pelos jovens pioneiros da revolução eram tingidas com o sangue dos mártires. (e.t.: as crianças chinesas usam até hoje um lenço vermelho no pescoço para ir à escola, independente do uniforme, em todas as escolas primárias).

★ # Sempre coma a mesma quantidade de pés de galinha ou sua mão vai tremer quando você escrever e os caracteres ficarão ilegíveis. (qualquer mínima alteração no desenho dos caracteres pode mudar completamente o significado dele, um traço torto descaracteriza completamente).

★ # Se duas pessoas lavam seus rostos com a mesma água, elas vão brigar mais tarde.

★ # Se seus chopsticks caírem enquanto você come é sinal que receberá visitas em casa.

★ # Se você montar num cachorro, o gancho das suas calças irão se abrir (descosturar ou rasgar, não entendi bem…)

★ # Coma rabo de porco e sua cabeça nunca vai parar de sacudir! Aiii.

★ # Lave seu rosto duas vezes ou você se tornará um ladrão quando crescer. (OMG!!! Essa é de assustar, deve ser a versão do bicho papão…)

★ # Se você comer ovas de peixe, nunca aprenderá a contar as coisas corretamente.

★ # Se você morder a sua língua quando falar, significa que terá carne no jantar dessa noite. (esse acho que vem da época da grande fome, onde ter carne na refeição era para poucos).

★ # Se você cortar as unhas do pé a noite, você vai levar um tombo no dia seguinte.

★ # Se você não cuspir as semente da melancia, vai crescer uma melancia na sua barriga.

★ # Se você não terminar o arroz da sua cumbuca, você terá sardas no seu rosto.

★ # Se você cair muitas vezes, seu traseiro vai partir em dois. =O

★ # Crianças não podem comer as unhas do frango, senão vão rasgar as páginas dos livros quando crescerem.

★ # Duas pessoas que dividem a cabeça do pato (para comer), vão acabar brigando.

★ # Comer a cera do ouvido faz você ficar mudo. (ecaaaa).

★ # Espirrar uma vez significa que alguém está com saudades de você. Espirrar duas vezes seguidas significa que estão falando mal de você. (vamos ficar atentos aos espirros…rs)

Ainda encontrei alguns que possuem a mesma ‘base’, o mesmo tema, mas com consequências ou ações diferentes:

★ # Não aponte para lua com o dedo ou você terá suas orelhas cortadas. (oh, dó! Por isso as crianças costumam apontar com o punho… melhor prevenir sempre, né?)

★ # Quando caem, os dentes de leite devem ser jogados no telhado ou enterrados perto da entrada, caso contrário a criança não crescerá. (ou não será um adulto alto).

★ # Se abrir um guarda chuva dentro de casa, você não será um adulto alto.

★ # Se alguém pisar na sua sombra, você não será um adulto alto.

Engraçada essa preocupação com o ‘ser alto’, talvez porque os chineses das gerações passadas tinham uma estatura bem baixa, e devia ser o sonho de consumo ser alto. Hoje vemos adolescentes bem altos por aqui. Acima do padrão com que estamos acostumados a imaginar o chinês.

E para finalizar, achei uma crença que deve ser universal:

★ # Criança que brinca com fogo, molha a cama à noite!

No final dessa brincadeira podemos ver que crenças e supertições são comuns a todos os povos, cada qual utilizando sua cultura como base das ‘lições’. Da mesma forma a invenção de ‘mentirinhas brancas’ (rs) para tentar conter ou ensinar os pequenos também é universal.

 Quando vejo um grupo de adolescentes chineses saindo da escola em bando, rindo, colocando o pé na frente do colega para derrubá-lo, gritando e bagunçando pelas ruas, percebo que todos somos iguais de verdade. Mesmo nas escolas internacionais ou conversando com amigos de outras nacionalidades sobre filhos e comportamento, de um modo geral a situação é a mesma.

Mudamos de língua, de cor, de localização geográfica, mas somos pessoas que dentro da faixa etária, da condição básica de vida, temos mais ou menos as mesmas reações e atitudes. Crianças querem suas mães/pais, adolescentes querem distância deles, jovens morrem de saudades da comida de casa e dos pais! E os adultos reclamam das mesmas coisas sobre os filhos.

E todos usamos as mesmas frases feitas, herdadas das gerações anteriores, para lidar com a vida, seja em que parte do globo estamos vivendo.

Zài Jiàn!

Anúncios

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s