Blog/China/Compras/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

Edição Extraordinária!

Olha, que pena que não tenho e nem sei colocar aquela musica do Jornal Nacional….=]

Hoje merecia. Depois de fazer um monte de coisas, quase no fim da tarde, decidi ir ao IKEA comprar uma abajour para meu quarto. Caramba, já estou aqui há 3 meses e todos os dias a noite penso ‘ preciso comprar o abajur’., mas nunca lembrava durante o dia ou quando lembrava não conseguia ir comprar… bom ai a coisa vai se alongando de uma forma irritante!

sleeping2

E lá fui eu, acabada depois de um dia cheio. Para meu desespero, a loja estava mais movimentada que o normal num dia de semana. Muita gente, crianças, avós correndo atrás… uma zona ‘made in China’ mesmo!

Aí dei uma parada na área de sofás, para olhar as novidades e de repente, dou de cara com o sujeito, sem o tênis confortavelmente deitado no sofazão de couro e ainda falando no celular, assim… aquele papo com o amigo de infância que resolve te ligar depois de 15 anos? Ele ria, colocava o braço atrás da cabeça. Levantava os joelhos, cruzava as pernas. Pena que a foto saiu tremida, e nem dá para ver o tênis que estava no chão, no L do sofá, mas era preto também.

Bom, já escrevi um post sobre a questão de dormir em qualquer lugar, dá uma olhada aqui. Só que hoje o pessoal estava mais, como posso dizer…, à vontade, literalmente se sentindo em casa. O que me chamou atenção é que nem estamos mais no inverno de rachar (porque as pessoas vão para a loja para se esquentar, já que nem todos tem calefação em casa) e nem chegamos ao verão insuportável (em que as pessoas vão para se refrescar…situação invertida). Muito pelo contrário, estamos na melhor época do ano para sair na rua, andar, aproveitar a brisa fresca. A primavera aqui é muito bonita, muitas flores, tudo colorido, as pessoas param de usar os casacões escuros e pesados e parece que todo mundo fica feliz. Uma delicia mesmo!

Mas hoje ninguém quis saber da rua. Se enfiaram na loja. Quando cheguei na sessão de camas (a Ikea é como a TokStock, você tem que andar léguas até chegar na parte de compras propriamente dita), aí a coisa desandou de vez. Olhei para dentro de um dos apartamentos montados e pela porta de saída vi um homem abraçado com o travesseiro. Meu Deus, não era possível. Voltei e fotografei claro. Gente, o cara estava babando!

Dei uns dois passos e pensei, e se a foto não ficou boa? Vou entrar no ambiente e bater outra foto de um ângulo melhor. Gente, a mulher (que devia ser a dele, vai saber) estava do outro lado da cama: roncando!!!!!!

E as crianças brincando, o povo passando, indo tocar nos objetos expostos na mesa de cabeceira, e a mulher dormindo. Me deu uma vontade de acordá-la e cantar a musica do Eduardo Dusek: ‘levanta, me traz o café… que o mundo acabou!!!’ =] Olha, eu já vi muita coisa nessa Ikea, situações que nem os ‘trapalhões’ no auge da carreira iam sequer imaginar. Mas hoje foi assim, assim.

sleeping3

Pensam que acabou minha aventura? Continuei caminhando e pela lógica de distribuição da loja, passei pelas cômodas e guarda roupas. E tem um corner com pequenos armários, resolvi entrar para olhar, porque gosto de ver as ideias, na realidade não consigo entrar no Ikea e passar reto pela coisas, adoro olhar, abrir portas, ver para serve. =]

Quando estou saindo daquele lugar, que fica fora do caminho traçado, vi um grupo de uns 10 adolescentes entrando por onde eu ia passar. A loja já estava uma zona mesmo, quem iria estranhar um grupo de adolescentes barulhentos e fashionistas ao melhor estilo chinês (qualquer dia falo mais sobre esse estilo…). Aí ficou uma situação meio confusa, eles falavam, olhavam para mim, falavam entre eles, olhavam de novo, meio que assustados, estranhos. Aí pedi licença para tentar romper a barreira e…. o inimaginável aconteceu!

 Sleeping1Eles começaram a gritar que não, metade em inglês e metade em chinês, para eu não sair, por favor, e aí sacaram as máquinas e iphones e celulares e não sei mais o que e começaram a tirar fotos e dizer que eu era bonita, que els queriam tirar fotos. Eu fiquei tão sem ação, que uma delas percebeu, veio correndo, parou ao meu lado e deu a máquina para a amiga. Segundo round: começou outra gritaria e aí todas começaram a se revezar e tirar fotos e os rapazes (que não se aproximaram) viraram os fotógrafos com 4 máquinas na mão. Olha, eu estava tão em choque, que não tive reação. Foi uma coisa tão SURREAL, tão inusitada nessa altura da minha vida na China, e principalmente por ser em Shanghai e nesse local, onde normalmente tem muitos estrangeiros.

Nem em Chang Chun, que está na fronteira com o fim do mundo (ou o começo, como preferirem), onde os chineses vêem estrangeiros em filmes de 10 anos atrás e realmente param e te olham e tentam conversar. Nem lá, mesmo em 2005, que a China não era metade do que é hoje, eu passei por uma situação dessas. Agora, enquanto escrevo, fico relembrando e quanto mais penso, mais esquisita vejo que foi a situação.

 student

Bom, para encerrar, como estou meio fanática com esse blog, no meio da confusão, só consegui pensar, isso tem que ir para o blog. Aí tirei meu iphone e pedi para o rapaz tirar a foto com as duas ultimas que estavam ao meu lado, deveria ter tirado com todos, nessa altura do campeonato, mas até que tive presença de espírito para alguma coisa….rs E a felicidade deles foi maior ainda, outra gritaria. Aí eles abriram a roda e me deram passagem dizendo tchau e obrigado nos dois idiomas. Claro, que com aquela bagunça, tinha um monte de chinês parado na passagem para ver o que estava havendo.

E continuei fazendo minha caminhada, até chegar onde eu realmente queria. Quanto mais eu tento entender, mais confusa eu fico. O que eles viram em mim? Já havia andado o dia todo, devia estar com uma cara de morta viva, hoje foi um dia que não passei nem rímel, sai de casa para ir ao supermercado. Imagina se esse povo dá de cara com um superstar da vida? Eles sufocam o infeliz, ah sufocam…

 Zài Jiàn!

PS: isso aconteceu na quinta feira, mas meu computador resolveu se rebelar e nem quer saber de entrar na net. Tive que esperar o final de semana para usar o computador do M[ario. Vou colocar mais um post ainda, porque parece que o lap revoltado vai voltar do conserto, talvez na quarta feira!

Anúncios

3 pensamentos sobre “Edição Extraordinária!

  1. Gente!!! Não tinha lido esse texto e MORRI de rir! Hahahahahahahah! Amei os chineses dormindo no IKEA como se fossem a casa deles! E sobre “celebrity for a day”, comentamos sobre isso em Boracay! Morri! ADOREI!

    Curtir

  2. Pingback: Caça ao tesouro em Shanghai. | China na minha vida

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s