Blog/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/Viagens/viver na China

Zhangjiajie – roteiro de viagem

Há muito tempo tinha vontade de conhecer esse lugar tão famoso na China, mas nunca encaixava nos planos de viagem.

Como nossa renovação de visto de visto de residência sempre acontece no final do ano, ficamos receosos do processo não terminar em tempo hábil para termos nosso passaporte em mãos novamente e podermos sair da China para algum lugar da Ásia, onde teríamos sol e calor.

Assim, vimos como melhor opção ficar por aqui e a oportunidade surgiu. Lá fomos nós passar nosso ano novo nas montanhas do Avatar!

Roteiro

Nosso roteiro foi de 4 noites. Vou dar a visão global aqui e depois escrevo sobre cada lugar nos próximos artigos.

Saímos de Shanghai de avião (ainda não é possível fazer essa viagem de trem bala), um voo de 2:15 hs.

Chegamos a Zhangjiajie e nos hospedamos no distrito de Wulingyuan, onde fica o Parque do Avatar. Ficamos nesse local por 2 noites. Esse distrito é onde tem os dois hotéis de rede internacional da cidade.

Visitamos no primeiro dia a famosa e temida ponte de vidro e o cânion que faz parte do parque. Uma experiência inesquecível e será o tópico do próximo artigo.

No segundo dia a visita foi no Zhangjiajie Forest Park, que inclui as montanhas mais famosas da China (Yuanjiajie – Avatar Mountain) e também a Tianzi Mountain. Esses dois pontos foram a nossa escolha para um dia de passeio, porque nesse parque tem mais locais a visitar. Inclusive o ticket vale por 4 dias.

No terceiro dia, deixamos o hotel pela manhã e fomos para o lago Baofeng (lindo!) e seguimos viagem para uma cidade antiga: Furong Old Town. Nem preciso dizer que quase enlouqueci com as ruazinhas, as lanternas e o povo desse lugar. Vai ser assunto para outro artigo (vão vendo que essa viagem vai render…). Essa cidade ficou famosa por um filme da década de 1980 que foi gravado lá.

No quarto dia, andamos mais um pouco pela cidade e voltamos para Zhangjiajie.

A viagem leva cerca de 3 horas de carro. Dessa vez nos hospedamos no centro da cidade mesmo e ficamos no hotel para a virada do ano. Um hotel chinês, claro, mas havia um jantar de ano novo. Como descemos tarde (às 19:00), não tinha mais nada no buffet. Aí optamos por ir ao restaurante chinês do hotel, e fazer nosso próprio jantar de ano novo (por sinal, a comida estava divina!).

Meia noite, contra todas as nossas expectativas chinesas, teve uma pequena queima de fogos (uns 3 minutos), mas nos pegou completamente de surpresa e já estávamos no quarto. Desde 2015, a queima de fogos é proibida na China, mas nas cidades pequenas no interior, as coisas sempre são mais flexíveis, podemos dizer assim.

No quinto e ultimo dia, já em 2020, saímos do hotel em direção a montanha Tianmen ou, como é mais conhecida, a Porta do Céu. Além do famoso buraco na montanha que leva ao céu, há mais uma ponte de vidro super-radical e o maior teleférico da China.

Infelizmente, essa foi a parte do passeio onde a expectativa e a realidade se encontraram. O tempo estava péssimo e não conseguimos ver direito quase nada. Por sinal, nem a sensação da altura na ponte e no teleférico foram as mesmas, pois a neblina nos poupou do desespero.

Pontos turísticos

Como já escrevi acima, vou fazer vários posts falando de cada um dos pontos visitados, nossas impressões e dicas para seu passeio ser perfeito.

O resumo da ópera é que, definitivamente, vale a pena. Nenhuma foto das montanhas do Avatar vai te mostrar a grandeza desse lugar. A natureza é bela e sábia. A formação rochosa com vegetação no seu topo é algo inexplicável. A energia é incrível.

Nos emocionamos, rimos, sentimos frio na barriga, nos vimos boquiabertos com a beleza de cada um desses locais visitados.

A China é um país surpreendente em vários aspectos, mas o turismo aqui é fenomenal. Não desmerecendo a dupla que é o cartão de entrada nesse país (Beijing e Shanghai), existe muito a se conhecer além delas.

O grande problema é que geralmente os pontos interessantes são muito distantes um do outro, e 20 dias pelo país do meio pode ser somente um aperitivo, para deixar o turista mais curioso com gostinho de “quero mais”.

E fiquem ligados, que a viagem vai começar.

Zái Jiàn!

7 pensamentos sobre “Zhangjiajie – roteiro de viagem

  1. Muito obrigado pelo post. Um dos destinos que quero muito fazer na China.
    Se puder falar das opções de pacotes para o lugar eu agradeço.

    Curtir

  2. Pingback: Nada será como antes. | China na minha vida

  3. Nossa quero muito fazer esta viagem. Mas como ir de shanghai Ou de xian ate lá é para mim uma incógnita.
    É necessário ficar neste hotéis internacionais?
    O meu interesse maior é subir a montanha, nem faço questão de ir no parque. Para ir na ponte tem que agendar né?

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s