Cenas da China real/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

Quando a China muda nossos hábitos…

 

…isso pode significar que estamos nos tornando quase chineses. Ou não…rs

Outro dia li um artigo em algum jornal, que o autor dizia porque ele já estava se tornando mais chinês a cada dia, e elencava algumas coisas numa lista.

Ai fiquei pensando, depois de 12 anos com a China na minha vida, e cheguei a conclusão que realmente a gente incorpora mesmo, hábitos, costumes… e mesmo não sendo algo tão chinês ( pois algumas coisas que fiquei pensando sobre as minhas mudanças depois que mudei para cá, são semelhantes a qualquer um que expatriar, seja para onde for), criamos comportamentos que provavelmente não existiriam se estivéssemos na nossa terra natal.

laughter-995213_960_720

Foto: Pixabay.com

 

E aí vai minha lista sobre as coisas chinesas que incorporei:

  1. Beber água quente, morna na realidade. E não só para tomar chá. É água pura mesmo! Mas sobre isso (e algumas outras coisas, que não vou repetir aqui) já havia escrito aqui, num artigo que fiz para o Nômades Digitais.
  2. Beber água quente, te leva ao outro hábito bem chinês, que é andar com seu copo térmico. Sempre. E ter vários…
  3. Ter um nome chinês. Se bem que aqui tem uma rede de padarias muito grande chamada Christine. Aí quando cheguei na faculdade, no meu primeiro curso de mandarim, o rapaz me pediu um nome e como não tinha, ele olhou o meu e disse: ahhh, igual o da padaria! E mandou ver em mandarim: 克里斯汀 , que se lê ‘Kè lǐsī tīng’. Meio sem graça, né?
  4. Não sair por aí abraçando e beijando todo mundo, principalmente aqueles que acabamos de conhecer… isso gera muito constrangimento entre os chineses.
  5. Raramente se preocupar com a sua segurança pessoal andando pelas ruas da cidade, mesmo sendo tarde da noite e com seu smartphone nas mãos. E entender que isso é a vida normal!!!
  6. Ter um teclado em mandarim no seu smartphone. E também em inglês, espanhol e português, e ficar mudando a cada novo toque de mensagem! 12595922_10205804546492940_1555817445_n
  7. Lembrar de dar gorjeta em restaurantes e serviços quando saio da China.
  8. Se assustar quando espaços públicos estão muito vazios.
  9. E com isso, outra coisa que sempre comento: Ter um novo conceito de multidão.
  10. Ter um aplicativo para checar as condições de poluição do ar. Se bem que eu não sou de ficar olhando a cada vez que preciso sair de casa, mas às vezes tá tão cinza, que a curiosidade fica maior.
  11. Ter máscaras em casa (às vezes na bolsa) para os dias muito poluídos. Se bem que quase nunca uso…
  12. Usar o wechat mais que os outros aplicativos de chat.
  13. Pagar tudo que for possível e transferir dinheiro com o ‘wechat wallet’ – carteira do wechat.
  14. Ser mais comum falar um ‘gambei’ quando se convida para um brinde, e não saber como chama um garçom, pois aqui é ‘fuyian’ para tudo.
  15. Sua moeda base para conversão passa a ser o yuan, ‘remembie’ para os mais familiarizados ou ‘kuai’ para quem já caiu de vez no mundo chinês.
  16. Não ter mais problemas para enfrentar os banheiros no chão, na realidade acaba sendo mais higiênico e natural (aiiii, achar natural é muiiiito chinês!)
  17. Celebrar, com tudo que há direito, dois ano novos: o ocidental e o chinês.
  18. Ter seu cartão de visitas/endereço em inglês e mandarim.
  19. Ficar boquiaberto com os preços das coisas em outros países, comparados com os preços das mesmas coisas na China, e sempre procurar a etiqueta e constatar: ahaaa, sabia, ‘made in China’! Segundo minha mãe, fiquei ‘pão-dura’ depois que mudei para cá (rs).
  20. Ter um estoque de envelopes vermelhos (hongbao) para dar de presente com dinheiro.
  21. Ter em casa uma garrafa de Baijiu (mesmo não tomando o dito cujo licor).
  22. Ficar sempre surpresa com o quanto o mundo, de modo geral, não sabe quase nada à respeito da China.
  23. Saber calcular o fuso de diversos lugares automaticamente, além de ter todos salvos no seu computador. Se bem que às vezes me confundo quando tem os horários de verão.
  24. Amar as crianças chinesas e achar todas lindas e fotrogafá-las. Não sei quantas fotos tenho delas.
  25. Reconhecer as características das 4 estações do ano perfeitamente. No Brasil, ao menos na minha região, a única coisa que nos dizia que a estação havia mudado era o calendário…
  26. Conhecer o zodíaco chinês tão bem quanto o ocidental, e saber seu signo de cor: dragão!

    chinese-891790_960_720

    Foto: Pixabay.com

  27. Pagar todas as contas em dinheiro vivo ou, no máximo, usar Union Pay, o cartão de débito chinês. Não ter mais dívidas no cartão de crédito, só comprar quando temos o dinheiro total do que queremos, foi uma das coisas que adorei ter incorporado da vida chinesa.
  28. Andar muito. Aqui mesmo que se vá de carro até algum lugar, a gente precisa andar léguas dentro dele até chegar onde quer.
  29. Abandonar os saltos altíssimos e finos e optar pelos sapatos confortáveis. (consequência do item 28).

Bom, é isso por enquanto…

Acho que se eu demorar mais um pouco para publicar, vou lembrar de mais coisas. Mas não deixem de conferir as que já coloquei num post antigo, que complementa essa.

E você que mora aqui, o que incorporou da sua vida chinesa?

E quem mora em outro país, conte o que incorporou dessa cultura. São sempre interessantes essas curiosidades.

Deixe seu comentário aqui.

Zài Jián!

Anúncios

9 pensamentos sobre “Quando a China muda nossos hábitos…

  1. Oi Christine! O número 22 é uma pena, passei a perceber que os canais quando noticiam sobre lugares fora do eixo América do Norte-Europa, só falam coisa ruim. Sobre a China só mostram terremoto, poluição, lugares pobres no interior (por isso meu pai tem a ideia de que todo o país é assim). Já quando é sobre os EUA eles dão espaços enormes pra falar sobre o carrossel mais antigo do Central Park (que ninguém quer saber, rs) ou algum lugar badalado em Nova York. É difícil, e no Brasil ainda tenho a impressão que como somos muito influenciados pelos EUA, então enxergar países como China e Coreia do Sul é uma grande dificuldade pra maioria das pessoas. O 27 é super legal e a cara do meu pai, vou até contar pra ele! Obrigada por compartilhar esses hábitos/curiosidades. Abraços

    Curtir

    • Oi Bianca,
      Obrigada pelo comentário. E eu te entendo. Por mais que falasse para meu pai sobre como é a China, ele só se convenceu quando veio aqui e viu com os próprios olhos. hahaha
      Faz parte… ainda se vê a China no Brasil como um lugar sem a mínima condição de viver. Ledo engano!
      Beijo grande.

      Curtir

  2. oi!
    boa tarde!
    procuro adotar o lance da água morna, mas ainda não consegui! comprar
    coisas só quando se tem o dinheiro todo, sempre fez parte da minha vida, e é fantástico!
    ………..beijo grande para vc e familia!

    Curtir

      • Interessante! Não só na China… mas mundo afora a gente tem sempre que se adaptar as diferenças culturais. O meu primeiro grande choque foi nos USA, quando cheguei com 16 anos numa família americana classe média…. Lá pelos inícios do ano 1960…. tudo era muuuuuuuiiiiiiiiiito diferente!
        Quanto a China, me diga… por que não usar cartão de crédito??? Internacional???? Para mim é muito mais fácil e seguro…. Eu vou passar 100 dias andando pela China carregando montão de dinheiro???
        Na minha outra correspondência te pedi um favor… Lembra? uma cidade sem poluição pequena, perto da sua querida Shangai…Uma pensão para eu ficar…. Dá para descobrir??

        Curtir

      • Oi Arcelina,
        Principalmente você que vai para o interior, o cartão de crédito não vai funcionar. Acredite. O que pode fazer é pegar um cartão visa pré-pago, que vc possa sacar dinheiro em ATM (caixa eletrônico), aí vc vai sacando aos poucos.
        Quanto a cidades sem poluição é meio difícil…mas aqui perto tem Hangzhou e Suzhou que são muito gostosas e fácil acesso a Shanghai pelo trem bala.
        http://www.hostelworld.com/findabed.php/ChosenCity.Hangzhou/ChosenCountry.China

        Esse link tem vários Hostels. Ai estão selecionados em Hangzhou, mas vc pode olhar para várias cidades.
        Pensão, no estilo do Brasil, eu desconheço.
        Abraço.

        Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s