Blog/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

Comércio de rua.

Já que falei dos ambulantes, resolvi descrever o comércio de rua. Mas não estou falando daquele comércio que fica na rua, ou seja, fora dos shoppings, das galerias; lojas com espaço delimitado, porta que abre e fecha dentro do horário determinado como ‘comercial’. O ‘comércio de rua’ a que me refiro é literalmente o que está estabelecido na RUA ou na calçada, no meio do povo passando aos milhares. Lembre-se que aqui o conceito de privacidade, de público e privado, ainda é muito relativo. Uma coisa cultural que precisará de muito tempo para mudar.

Mas claro que não vemos isso na Shanghai globalizada, no gueto em que vivem os estrangeiros e turistas. Esse tipo de comércio está nas pequenas ruas que circundam o espaço nobre, nos becos e nos bairros mais populares (ou chineses de verdade). É só andar 100m fora das principais avenidas que damos de cara com a realidade.

Pois bem, agora que está esclarecido o ‘conceito’, vamos ao que interessa.

Está precisando cortar o cabelo, fazer a barba ou as unhas? Que tal se utilizar de um dos cabeleireiros/barbeiros de rua? Sim, existem aos montes. É só chegar e sentar. Por 10 remembies se corta o cabelo, mais alguns trocados, teremos o serviço completo.

 Marlibarbeiro

cidabarbeiro

Lilibarbeiro

Esses três ‘flagrantes da vida real na China’ foram feitos por Marli, Cida e Liliane, respectivamente. Xiè xiè, péng you!

A roupa precisa de um reparo? As costureiras com suas máquinas portáteis estão ali para isso. E há até os que se enrolem num pano para experimentar ali mesmo. :O

 imagesCAJUOLYD    imagesCADND3TQ

Está precisando de um reparo em casa? É só passar numa rua que vende material de construção de um lado e do outro podemos ver centenas de homens sentados com suas plaquinhas oferecendo o serviço. Pelo menos isso foi o que meu motorista me explicou sobre o que estava escrito nas plaquinhas! A foto não ficou muito boa, mas dá para ter uma idéia.

set115

Esse tipo de serviço, também se encontra para aluguel de carros e vans. E os que vêm com 3 relógios e uma cartela com fotos das bolsas mais badaladas, te abordando na calçada e oferecendo como ‘oliginal and vely good quality’. Só que nesse caso, tem que se acompanhar o ‘agente’ até sabe-se lá aonde… provavelmente um quartinho atrás de uma loja de roupa ou coisa parecida. Mas aí já vamos entrar em outro nível de comércio, que prefiro deixar fora desse espaço.

E aí? Decidiu em qual ‘hair studio’ você vai dar uma repaginada no seu visual?

Zái Jiàn!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.