China/Compras/Curiosidades/viver na China

11.11 na China – o maior fenômeno de vendas do mundo

O mundo já sabe que a China criou a maior venda online do mundo, no dia 11 de novembro, com faturamento de muitos dígitos, e movimenta o mercado quase como um tufão.

A pergunta que fica é: de onde surgiu esse evento que sacode o comércio chinês e, agora, o do mundo?

Essa semana li uma matéria numa revista para estrangeiros, uma matéria sobre isso. Resolvi fazer um apanhado do todo e colocar os fatos mais interessantes para vocês entenderem o fenomenal 11.11!

O que significa o 11.11

O “Dia dos Solteiros”, “Singles Day” em inglês, chama-se “guanggun jie” (光棍节) em mandarim. Hoje em dia, no entanto, é mais conhecido como “shuang shiyi” (双 十一), ou “duplo 11”.

Como já escrevi muitas vezes, o chinês adora um simbolismo, uma comparação de sons e caracteres. E assim não seria diferente com o 11.11, que escrito evoca a imagem de quatro mastros ou (mais ao estilo chinês de interpretar) quatro árvores sem folhas. O termo chinês “guanggun” significa literalmente “galhos nus” e refere-se especificamente a homens solteiros.

Vale lembrar que mulheres solteiras, pelo menos aquelas que atingiram a idade de 28 anos sem encontrar um marido, são conhecidas como “shengnu”, que numa tradução literal seria “mulher que sobrou”. Isso é um assunto bem controverso que já escrevi sobre, aqui nesse link.

Como surgiu o 11.11

O Dia do Solteiro foi criado de maneira inocente, em um dormitório da Universidade de Nanjing, em 1993, por quatro estudantes solteiros que procuravam animar suas vidas solitárias com atividades divertidas em grupo para solteiros como KTV (karaokê) e comer “youtiao”, uma iguaria tradicional do café da manhã, que lembra o número 1.  A ideia rapidamente se transformou numa tradição nacional para jovens solteiros.

Como o Alibaba entrou nessa história

Na China moderna e consumista, alguém tinha que criar o Dia dos Namorados para solteiros com características chinesas, e aí que entrou o Alibaba (mais conhecido como Taobao/Tmall aqui para nós e o famoso AliExpress no Brasil).

Em 2009, a empresa procurava uma maneira de aumentar as vendas durante a pausa comercial entre o feriado de outubro (Golden Week) e o ano novo chinês. Assim aproveitou o Dia do Solteiro, que já era uma data popular e possuía como sua principal base de usuários, jovens experientes na Internet.

Para sua estratégia de marketing fazer efeito, convenceu 27 comerciantes a oferecer seus produtos com desconto no Tmall/Taobao. Em 2014, 27.000 lojas já estavam dentro do evento.

Um fenômeno que bate a Cyber ​​Monday + Black Friday

O 11.11 registra um crescimento fenomenal ano a ano, com as vendas em 2013 quase dobrando os US$ 3 bilhões de 2012.

Em 2014, as vendas do dia do solteiro atingiram mais de US$ 9,3 bilhões e excederam em muito as vendas combinadas da Black Friday e da Cyber ​​Monday.

Nos primeiros 90 minutos de 11 de novembro de 2015, o Alibaba registrou vendas de US$ 5 milhões.

Em 2016, bateu recordes novamente, ganhando RMB35 bilhões (US$ 5 bilhões) na primeira hora de vendas.

No ano passado, as vendas totais alcançaram a impressionante cifra de RMB213,5 bilhões, com RMB10 bilhões nos primeiros 125 segundos.

A era dos smartphones

Quando tudo começou, ainda era preciso usar o computador para finalizar as compras. Hoje, os 1,56 bilhões de smartphones ativos da China (numero maior que a população do país) + a facilidade do pagamento online instantâneo, geram um tremendo crescimento de receita no comércio eletrônico.

Logística e a participação de outros países

Em 2018, 230 países concluíram transações com durante o 11.11, com o Japão vendendo em primeiro lugar, seguido pelos Estados Unidos em segundo e Coréia do Sul e Austrália ficaram em terceiro e quarto, respectivamente.

Somente em Guangzhou neste ano, o número de encomendas que serão processadas deverá atingir 750 milhões de pacotes, uma coisa difícil de imaginar.

Para ajudar a enfrentar o aumento nas entregas, foram contratados mais 100.000 entregadores temporários e cerca de 20.000 veículos também estarão a postos.

Agora é esperar…

Vamos conferir amanhã quais serão os números astronômicos dessa edição do 11.11. A China inteira está em polvorosa e já vi que no Brasil algumas lojas pegaram a data “emprestada” para movimentar o mercado de consumo. Depois dizem que o chinês que copia tudo, né?

Além disso, as festas e programas para o Dia dos Solteiros, também ganharam mais fama e adeptos. Vários restaurantes, bares e clubs oferecem programação especial para os que querem encontrar sua cara metade.

O artigo da That’s Shanghai na integra, de onde tirei as informações para esse texto esta nesse link, em inglês.

E você, já está com seu carrinho cheio de boas ofertas?

Zái Jiàn!

Um pensamento sobre “11.11 na China – o maior fenômeno de vendas do mundo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s