Cenas da China real/China/Curiosidades/Dicas de Shanghai/viver na China

Wukang Mansion – Um ícone de Shanghai

Shanghai é uma cidade de ícones, de construções bem antigas que se mesclam de uma forma harmônica aos novos arranha céus que ganharam todos os cartões postais da cidade.

Mesmo assim, alguns dos edifícios da antiga Shanghai, ainda são reverenciados e pontos quase obrigatórios de se visitar quando estamos na cidade. E a Wukang Mansion é um deles.

Wukang Mansion

A Mansão Wukang ou o Wukang Buiding (武康 大楼), também conhecido como Normandy Apartaments ou International Savings Society Apartments (esse foi o nome original dele) é um prédio histórico protegido pelo patrimônio cultural da cidade, na antiga área de Concessão Francesa em Shanghai.

O antigo Normandy Apartments foi renomeado em 1953 para Wukang Mansion, pela sua localização.

Em 2008, foi restaurado pelo governo do distrito de Xuhui.

Localizado na Wukang Road,  esquina com a Middle Huaihai Road, seu endereço completo é 1836–1858 Middle Huaihai Road.

Arquitetura Europeia

Concluído em 1924, o edifício de oito andares foi projetado pelo renomado arquiteto húngaro-eslovaco László Hudec (1893–1958), que também projetou muitos outros prédios que viraram atração em Shanghai, mas nenhum tão marcante como esse.

É em estilo renascentista francês, foi inspirado no navio da Primeira Guerra Mundial, Normandy, e recebeu seu nome na época. Realmente o edifício parece a proa de um navio.

A incomum forma de cunha do edifício é uma reminiscência do Flatiron Building em Nova York.

O prédio de concreto tem 30 metros de altura, ocupa uma área de 1.580 metros quadrados num dos pontos mais nobres da cidade. Havia originalmente 63 apartamentos, 30 quartos de empregados e três elevadores.

Glamour e Tragédia

Originalmente construído para funcionários ocidentais de empresas baseadas nas concessões estrangeiras, o prédio foi comprado por Kung Ling-wei, filha de um rico banqueiro em 1942.

Kung se mudou para o prédio, que também se tornou popular entre as celebridades de Shanghai, centro da indústria cinematográfica chinesa durante a era da República da China.

Com as mudanças culturais que se passaram pela China, o prédio começou a perder sua importância dentro do contexto. Com Mao no poder, a opinião pública voltou-se contra os outrora adorados atores e atrizes da mansão, e passou de local de glamour e admiração, para palco de tragédias e suicídios.

Durante a Revolução Cultural (1966-1976), os Guardas Vermelhos renomearam o edifício para Torre Anti-Revisionista, mas moradores locais referiram-se a ele como “Prancha de Mergulho” devido às dezenas de suicídios de intelectuais e artistas que foram perseguidos como “inimigos do Estado”.

Uma residente ilustre era Shangguan Yunzhu, que chegou à fama nos anos 1940 e foi considerada uma das atrizes mais talentosas da China, além de ter como fã, ninguém mais que o próprio Mao Zedong.

Shangguan foi espancada por seguidores da esposa de Mao e pressionada a confessar seu relacionamento com o presidente. Em 23 de novembro de 1968, Shangguan pulou da sacada de seu apartamento.

E assim outras tragédias se seguiram. Por ser, na época, com seus 8 andares, um dos edifícios mais altos da cidade, mesmo pessoas que não viviam ali, foram ao local para se jogar de suas sacadas.

Nos dias de hoje

Depois do renascimento de Shanghai, muita coisa mudou e o governo da cidade resolveu investir na preservação do patrimônio que conta uma parte muito importante da história.

Hoje, o Wukang Buiding, tem seu destaque e seus moradores que tentam preservar sua privacidade, já que há centenas de turistas e curiosos todo final de semana rodeando suas entradas e tentando um ângulo melhor para uma foto ou saber de como vivem as pessoas que decidiram continuar a viver num local que, segundo a lenda, tem muitos fantasmas.

Eu mesmo tenho várias fotos do prédio, pois é um local que passo constantemente.

Nas minhas buscas por informação, encontrei um artigo com fotos inéditas de dentro do prédio. O fotógrafo e o autor do texto, driblaram a segurança e conseguiram adentrar e mostrar ângulos que jamais imaginei conseguir ver.

Vale clicar aqui (o titulo foi uma tradução livre e simplificada e o texto está em inglês, mas somente as fotos já valem a pena): Fotos raras de dentro do Wukang Buiding

Vejam nos destaques no Instagram @chinanaminhavida, alguns videos que fiz sobre o assédio dos turistas ao entorno do edifício.

Uma dica

Na mesma calçado do prédio, na Wukang Lu, existe um Centro de Atendimento ao Turista, com maquetes das principais construções da região que foram tombadas pela municipalidade, entre elas o Wukang Mansion.

E assim é Shanghai.

Uma cidade que nunca para de nos surpreender com suas histórias.

Zái Jiàn!

2 pensamentos sobre “Wukang Mansion – Um ícone de Shanghai

  1. Conheci seu site a pouquíssimo tempo, mas a cada blog que eu leio eu fico com ainda mais vontade de conhecer a China pessoalmente. Por hora eu apenas agradeço pelo conteúdo postado aqui. =D

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s