China/Curiosidades/Viagens/viver na China

Curiosidades sobre Macau

Talvez por estar vivendo em Portugal, virei meus olhos um pouco mais para esse país que desde 1999 faz parte oficialmente da China (denominado SAR – Special Administrative Region) e governado sob o acordo “um país, dois sistemas” por 50 anos, por uma autoridade local eleita, assim como Hong Kong.

O fato é que Macau, com seu mini território, é um lugar que encanta e tem muitas curiosidades envolvendo seu colonizador, Portugal, e nossa amada língua portuguesa.

Vamos começar pela história

Macau foi “alugado” a Portugal em 1557 como entreposto comercial e tornou-se oficialmente território português em 1887. O legado de 450 anos que os portugueses deixaram em Macau continua vivo através da sua distinta arquitetura, cultura e culinária. Além disso, o português continua sendo uma língua oficial, apesar de não encontrarmos quase ninguém que fale o idioma pelas ruas da cidade (com exceção dos portugueses e brasileiros que vivem por lá).

A fachada barroca de cinco níveis e o lance de 66 degraus de pedra que conduzem a ela são tudo o que resta da Catedral de São Paulo, que serviu como ponto de tráfico humano de escravos chineses para Portugal.

Reza a lenda que o nome ‘Macau’ foi cunhado devido a um mal-entendido entre portugueses e locais, quando os primeiros chegaram a ilha. Eles perguntaram aos moradores o nome do lugar, mas os locais entenderam mal e responderam com ‘A-Ma-Gau’, pensando que os portugueses estavam perguntando o nome do templo local chamado A-Ma. A partir daí, os portugueses tomaram ‘A-Ma-Gau’ e o território ficou oficialmente conhecido como Macau.

Ainda sobre o idioma

No final, o povo não falava português, nem cantonês (que é a língua mais falada no sul da China e em Hong Kong) e muito menos mandarim.

Eles falavam Patuá, que é uma língua crioula (mistura de português e cantonês) e desenvolvida em Macau para se tornar a língua da comunidade eurasiano indígena dos macaenses. Em 2009, a UNESCO classificou o patuá como uma língua “criticamente ameaçada”. Em 2000, estimava-se que existiam apenas 50 falantes de Patuá em todo o mundo.

Ainda hoje, há uma mistura muito grande entre o idioma usado no cotidiano macauense. O acento é bem diferente do mandarim e em alguns casos até do cantonês, mesmo em palavras que teoricamente são as mesmas.

E a culinária?

A ‘cozinha macaense’ é uma mistura de ingredientes e técnicas culinárias do sul da China e de Portugal, com ingredientes e temperos da Europa, América do Sul, África, Índia e Sudeste Asiático e ingredientes chineses locais. Com uma história que remonta a mais de 400 anos, a culinária é frequentemente considerada a primeira cozinha de fusão do mundo.

E, claro, que os famosos pasteis de nata portugueses é o doce mais famoso e popular de Macau. Na realidade, esse doce se espalhou pela China e hoje é possível comprar e saborear deliciosos pasteis de nata em qualquer lugar da China Continental.

A Las Vegas da Ásia

Isso mesmo! Já faz tempo que a arrecadação nos casinos macauenses ultrapassa de longe a arrecadação de Las Vegas… quem diria, hem?

Foto 4 em Pexels.com

Macau é considerada a capital mundial do jogo de azar, traz mais de US $ 33 bilhões em receitas, mais de 5 vezes o valor da Las Vegas Strip, e é responsável por mais de 40% do PIB.

Numa comparação de tempos de pandemia: existem 4 vezes mais mesas de jogos por 1.000 residentes do que leitos hospitalares.

De acordo com o Fundo Monetário Internacional, em outubro de 2017, Macau é o segundo país / território mais rico do planeta. Seu PIB per capita é de US $ 114.430. Além disso, Macau tem dívida pública zero e reservas fiscais de 55 mil milhões de dólares no final de 2016.

Por conta da arrecadação gigantesca com os impostos dos casinos, o governo local concede anualmente, como uma espécie de bônus de final de ano,  aos residentes permanentes de Macau 9.000 patacas (cerca de US $ 1.200) e aos residentes não permanentes 5.400 patacas (cerca de US $ 670). Este valor permaneceu inalterado desde 2014.

Ahhh, havia esquecido de mencionar: a moeda local chama-se PATACA! Isso te lembra alguma coisa?

Super população

Enquanto outros lugares podem parecer mais superpovoados, o segredo de Macau é seu tamanho minúsculo. Uma população de 648.500 pessoas se espreme em apenas 30,5 quilômetros quadrados, tornando-o, oficialmente, o território mais densamente povoado do planeta.

Então é isso!

Fui duas vezes a Macau, queria ter ido mais. Adoro a parte velha, onde as praças remontam a Portugal e muitos lugares que conhecemos no Brasil.

Nos dois links abaixo, deixo minhas impressões de viagem a esse lugar pitoresco e acolhedor.

Macau

Visita a Macau – uma surpresa com certeza

Espero que essas informações tenham surpreendido você.

Para mim, a melhor de todas é a PATACA… não há uma vez que eu lembre do nome dessa moeda e não lembre da cena do Tio Patinhas se jogando na sua piscina de PATACAS.

Zái Jiàn!

3 pensamentos sobre “Curiosidades sobre Macau

  1. Estive um dia em Macau. Eu gostei, mas achei um pouco agitado. rsrs
    Na chegada fomos abordados por um senhor que nos quis enganar com um passeio muito caro. Achei o transporte público bom e barato.
    Macau é uma mistura interessante.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s