Blog/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

Acupuntura e equilíbrio

Desde 2004, no mesmo momento em que a vida na China começou a fazer parte do cotidiano da minha família, descobri a acupuntura. Meio que por necessidade, desespero e casualidade, cada qual com sua devida porcentagem.

Há muito tempo, já não sabia o que mais fazer com a bendita TPM e quando o Mário teve que mudar para a China, literalmente do outro lado do mundo, tudo piorou (para quem não lembra, ele veio sozinho em 2004). Cheguei ao ponto de me olhar no espelho e brigar comigo mesma.

No meio dessa confusão física e emocional, lendo um jornal de domingo, ainda no Brasil, me deparei com um anuncio indicando a acupuntura para uma série de coisas, entre elas a TPM. Na segunda liguei e marquei a primeira consulta, ou melhor, a primeira sessão de choro convulsivo. A chinesa que me atendeu não sabia o que fazer, quase chorou comigo sem entender o porquê.

Equilíbrio e harmonia

A acupuntura busca encontrar o equilíbrio no funcionamento do seu corpo. A energia deve fluir de maneira que todo o seu organismo se beneficie. Ao colocar uma agulha num determinado ponto, de acordo com a reação do corpo, em relação à dor ou sensibilidade, por exemplo, o médico pode perceber se há algo errado com seu equilíbrio emocional e/ou biológico (que no final sempre andam de mãos dadas, querendo você ou não!).

A jornada

Comecei fazendo 3 vezes por semana, depois passei para 2 e em 3 meses já estava indo somente 1 vez por semana. E o mais incrível: não sabia mais o que era TPM. Fiquei até um pouco desconfiada, sem saber como aqueles sintomas horríveis poderiam ter sumido assim, só com umas agulhas colocadas aqui e ali!

Pessoas que conviviam comigo há muito tempo, incluindo meus filhos, não acreditavam nas minhas reações. Sempre tinha sido uma pessoa explosiva, que tudo era motivo de desespero, de gritaria e discussões. Passei a ser mais calma, condescendente, menos impulsiva e ansiosa.

Nesse caminho, deixei a chinesa, pois os horários dela e o tipo de atendimento não me agradavam. Depois de muito tempo descobri que ela atendia em Santos nos mesmos moldes dos atendimentos em hospitais chineses (aqui cabe a hashtag: #entendedoresenterão).

Encontrei, também por acaso, um médico brasileiro, que deixou a pediatria para se especializar na acupuntura. Nosso vinculo foi tão grande, que até hoje mantemos a amizade que brotou dali e se estendeu para a família de ambos.

Talvez por isso e por descobrir que o atendimento aqui era igual ao da primeira chinesa que me atendeu, acabei tendo dificuldade de me encontrar. Hoje já tenho uma médica muito especial que me fez reencontrar o prazer e o equilíbrio da prática da acupuntura.

Depois de muitos anos, fazendo religiosamente uma sessão por semana, virei uma defensora ferrenha dessa terapia. Podia ter parado depois de um tempo, mas nunca quis. Cada sessão é para mim um momento só meu, exclusivo, para relaxar, meditar muitas vezes, outras somente dormir! Pouquíssimas vezes depois de a acupuntura ter entrado na minha rotina tive que tomar remédios para dor, resfriados etc.

Muitos me perguntam se dói. Não, geralmente não. Quando um ponto dói muito é porque justamente a energia não está fluindo ali, tem haver com algum órgão interno que não está funcionando corretamente, provavelmente por um estímulo emocional de raiva contida, estresse, tristeza etc. E a dor não é da agulhada. É como se fosse uma pressão, uma dor muscular na área ao redor da agulha.

Se você nunca tentou, experimente.

Garanto que vale à pena!

Isso não é um artigo técnico, nem tem pretensão de informar sobre a prática de acupuntura ou qualquer outra modalidade da medicina chinesa. Meu objetivo é deixar o relato de uma experiência de vida, de mudança de hábitos, de se abrir ao novo e deixar que as energias se alinhem, se permitir a cura.

A acupuntura mudou minha vida, e sou grata por isso. Dessa forma, dividir o caminho que percorri é o mínimo que posso fazer para ajudar outras pessoas a descobrirem outras possibilidades.

Zái Jiàn!

Anúncios

11 pensamentos sobre “Acupuntura e equilíbrio

  1. Estou fazendo acupuntura faz 2 meses tenho muitas dores e stress mas ja estou muito melhor moro em Florianópolis SC.
    Eu adorei seu blog já gostava de medicina chinesa mas agora estou muito interessada e muito fascinada por essa cultura maravilhosa . Obrigada por compartilhar.
    Bjus .

    Curtir

  2. Pingback: Tradicional Medicina Chinesa (TCM) | China na minha vida

  3. Olá! Estou viajando para a China no próximo mês e estou adorando seu blog! Você teria indicação de casa de massagens/acupuntura em Beijin? Pelo que li questão de dois meses você sentiu a diferença, mas em uma seção já se sente? E por favor! indicação do acupunturista do Brasil! Tenho muito interesse e sempre quis visitar! Obrigada!

    Curtir

    • OI Ana Flávia.
      Obrigada pela visita.
      E tenho certeza que você vai se surpreender com a China.
      Em Beijing eu já fui várias vezes, mas sempre como turista…rs Não conheço muito bem a cidade real. Mas posso te indicar o Dragoon Fly http://www.dragonfly.net.cn/eng/welcome-to-dragonfly-retreats.html
      Uma rede de SPAs que possui espaços em várias cidades da China. Aqui em Shanghai é meu preferido, pois acredito ser o melhor custo/benefício. Não é barato, mas não é absurdo o preço. O local é bonito, limpo e super zen! =]
      Se vier a Shanghai, entre em contato e boa viagem!

      Curtir

  4. Chris me passa a sua indicacao? Estava querendo tentar mas gostaria de uma indicacao como essa…É em Shanghai?….obrigada pelo incentivo tb….bjs

    Curtir

  5. Chris, adoro a acupuntura. Acho um tratamento super válido e funciona mesmo! Deveria voltar a fazer e acho que vou procurar por aqui, em Manila! Valeu! Você me incentivou! =)

    Curtir

    • Que nada Cleber, te passo por email o tel e endereço do Dr. Veiga, pois na realidade só fiquei com a Chinesa 2 meses. Depois encontrei esse médico que virou amigo, e os 4 anos seguintes, foi com ele que me tratei. Beijo.

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s