Blog/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/Palestras e Assessoria intercultural/viver na China

A complicada etiqueta chinesa para negócios

Nos tempos atuais, é praticamente impossível para quem está no mundo corporativo, não ter um negócio sequer com a China.

Nessa busca em entender mais e conseguir melhores maneiras de se comunicar, aprender mandarim virou uma febre mundo afora. Mas o negócio é que só saber falar bem o idioma não garante um bom relacionamento comercial com os chineses. Claro que facilita muito, sem sombras de dúvida, mas as expectativas culturais e a etiqueta por trás da linguagem são ainda mais essenciais.

O desenvolvimento de insights sobre a cultura empresarial chinesa e a etiqueta social desse país vão ajudar a evitar problemas de comunicação e possíveis (grandes e irreparáveis) mal-entendidos.

Diz um velho ditado que quando se vai a Roma, haja como um romano. E acredito que isso se aplica para qualquer cultura. E quando se tem negócios na China, se deve usar essa regrinha de ouro.

O problema é que hoje em dia, os chineses estão rodando o mundo, fazendo investimentos altos, comprando tudo que podem, mas eles não conseguem entender e se adaptar facilmente às demais culturas (veja bem que isso é uma visão macro, nem todos são assim).

Esse ano, durante minha estada no Brasil, fiz palestra para uma empresa que estava sendo vendida a um grupo chinês, e eles queriam entender essa maneira peculiar de negociar, as entrelinhas que estavam nebulosas.

Então, apesar de eu já ter escrito sobre isso no passado (coloco os links no final do artigo), vamos fazer um breve resumo dessas regras básicas:

china-2526612_960_720

Começando bem

Para iniciar o encontro sem nenhum constrangimento, a regra básica é: nada de apertos de mãos efusivos e abraços calorosos, nem beijos, que são completamente proibidos. Assentir e sorrir são saudações comuns, assim como o aperto de mãos formal, que deve ser iniciado por quem convidou para a reunião.

O povo chinês fica muito feliz quando os estrangeiros usam palavras em mandarim, mesmo que seja somente para quebrar o gelo, mas tenha certeza dos significados exatos das expressões e usar nas situações apropriadas.

As mais usadas e ‘neutras’ são:

你好 – nǐ hǎo – oi, olá

很 高兴 认识 你 – hěn gāoxìng rènshí nǐ – Prazer em conhecê-lo

幸会 – xìng huì – estou encantado em conhecer você.

São expressões adequadas que sem dúvida irão impressionar!

A hierarquia é algo muito comum e respeitada na China, assim as pessoas devem ser abordadas pelos seus títulos seguidos de seu sobrenome. Na dúvida sobre o que usar, senhor e senhora é a regra básica.

A troca de cartões de visita é outra parte importante na etiqueta corporativa chinesa. Um cartão de visita é considerado como uma extensão da pessoa, portanto, trate-o com cuidado e mostre respeito. A postura educada a fazer é aceitar o cartão de visita com as duas mãos e examiná-lo com cuidado.

Durante a reunião

Como os ocidentais, os chineses iniciam uma conversa com perguntas banais, para quebrar o gelo. Perguntas como “você já comeu hoje? “ ou “onde você estava?”, são cortesias comuns na cultura chinesa, que tem o mesmo peso de “como você está?”, na cultura ocidental. Então, não se assuste e nem precisa se empolgar na resposta.

Quando a conversa se estende um pouco, devemos tomar cuidado com os tópicos do bate-papo.

Assuntos como clima, viagens, paisagens e comida são populares e seguros para usar enquanto conversa com o povo chinês. Falar sobre suas impressões positivas da China nesses aspectos é sempre bem-vindo.

Evite discussões políticas. É educado e sábio manter o respeito básico.

Tenha cuidado ao comentar com fortes declarações negativas. Para o povo chinês, é indelicado dar respostas negativas diretamente. O brusco “não” deve ser substituído pelo “talvez” ou “vamos pensar nisso”.

Então já sabe: se um chinês lhe disser “vou tentar fazer o melhor” ou “vamos ver o que posso fazer”, entenda que é um “não” de maneira polida. #ficaadica

sky-3323947_960_720

A importância da “boa face”

A face é um dos aspectos-chave da cultura chinesa. Uma pessoa chinesa sempre quer manter a boa face, nunca a perder. Levar alguém a ‘perder a face’ é uma das maiores gafes que se pode cometer em negócios com os chineses.

Respeitar a hierarquia e dar maior atenção aos mais velhos, é uma excelente maneira de manter a sua `boa face`.

Nas refeições

Durante um jantar chinês, há uma certa ordem na qual as pessoas devem se sentar, obedecendo a hierarquia e importância no evento. Então espere que mostrem seu lugar.

Não comece a comer antes dos outros, especialmente dos chefes e mais velhos.

Não deixe seu prato vazio. Caso contrário, terão a impressão que você ainda está com fome e não foi oferecido alimento suficiente no jantar. E eles continuarão a te oferecer comida, servindo mais pratos.

Se você convidar alguém para uma refeição, espera-se que você pague por ela. Também não mostre o dinheiro e nem o valor da conta na frente de seus convidados.

Sobre presentes

Quando você recebe um presente, assim como quando recebe um cartão de visita, aceite-o com as duas mãos. Não abra o presente imediatamente, a menos que a pessoa que o forneceu peça que você o abra.

Dar presentes aos chineses é uma espécie de arte. O mais importante é levar os tabus culturais a sério para evitar ofender o presenteado. A grosso modo: não dê relógios de parede, chapéus verdes ou crisântemos (principalmente os brancos) como presentes.

Os presentes não devem ser muito caros. E se os seus colegas de trabalho forem funcionários do governo, certifique-se de que não lhes dá uma razão para confundir a sua gentileza com suborno e causar qualquer tipo de constrangimento.

Mais informação

Como já escrevi, tem mais detalhes sobre tudo que foi escrito aqui nos links abaixo:

Negócios na China também tem suas regras

Presentear na China

A arte de presentear na China

Negócio da China

Etiqueta a mesa na China

Espero que essas informações possam ajudar nos seus negócios!

Zài Jián!

Quer saber mais como é viver na China?

Leia

China na minha vida – o que aprendi com o Dragão, disponível na

SBS – Vila Madalena, só clicar.

18193871_1510753465633619_4857218762978878562_n

6 pensamentos sobre “A complicada etiqueta chinesa para negócios

  1. Muito interessante o tema, e parabéns pela escrita.
    Eu estive com minha família em Hong Kong e Macau, em Abril. Adoramos tudo.
    Voltaremos à China, e a outros países asiáticos.
    Tenho escrito um diário de bordo em meu blog wwww.omiaudoleao.wordpress.com, na página do blog no Facebook e no grupo viajando pela Ásia tb no Facebook, sobre a viagem ainda recente.
    Eu notei muito presente e forte “a piedade filial” nos Chineses. Um pouco do q descreveu, penso q tb segue a piedade filial.
    Abraços,

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.