Blog/China/Cultura Chinesa/Curiosidades/viver na China

As Lanternas Chinesas

Quem nunca viu uma foto de uma lanterna vermelha e não relacionou com a China imediatamente? Isso eu fazia, mesmo antes da China entrar na minha vida! =]

Quase tão antigas quanto à história da China, as lanternas chinesas devem datar de antes de 250 AC, e são um dos mais importantes símbolos chineses, reconhecidas

IMG_2765         IMG_2767

Lanternas num shopping da Cidade de Shanghai.

  As lanternas mais comuns são as vermelhas e ovais, decoradas com amarelo ou dourado, que representam a prosperidade e boa sorte.

Os materiais utilizados podem ser: bambu, madeira, vime ou fio de aço para a estrutura e papel de seda ou arroz para o revestimento. Para a decoração, quando têm, são usadas franjas de seda ou fitas nas bordas.

Só que nem sempre a lanterna foi usada para decoração e atrair prosperidade nas festividades chinesas, como o Ano Novo. Ela se originou como uma melhoria para manter o fogo usado como iluminação, já que o papel protegia a chama de ser apagada pelo vento e ainda oferecia uma forma mais difusa de luz.

Mas essa luz difusa acabou por estimular a criatividade das pessoas que começaram a enfeitar as suas lanternas, e logo isso se tornou uma espécie de ‘competição’.

E a coisa se tornou tão séria, que os melhores projetos, com exceção dos reservados para o Palácio Imperial, tornaram-se propriedade pública. E ser escolhido para pertencer ao Imperador consistia numa honra suprema.

Alguns especialistas históricos acreditam que o conceito de iluminação pública na Europa provém do contato europeu com China Imperial, onde “iluminação” muito tempo existia sob a forma das lanternas chinesas penduradas nas portas principais das casas e portões de entrada da propriedade.

Lanternas sendo comercializadas no Yu Garden, antes do Ano Novo Chinês,

Lanternas sendo comercializadas no Yu Garden, antes do Ano Novo Chinês,

Na China antiga, as famílias penduravam lanternas coloridas na entrada das casas e alguns escreviam enigmas em pedaços de papel, e fixavam nas lanternas. A resposta tinha de ser adivinhada a partir de uma palavra, um poema, ou uma frase. Adivinhar o significado desses enigmas, que geralmente eram instigantes, tornava a celebração mais interativa e divertida, o que estimulava as pessoas em criar lanternas cada vez mais bonitas e elaboradas  e enigmas mais interessantes.

Um fato interessante, é que além das lanternas, a tradição dos enigmas é mantida até hoje. Na festa do Ano Novo Chinês, na empresa em que meu marido trabalha, para ganharem os presentes que estavam sendo sorteados, os funcionários tinha que responder charadas. Fiquei impressionada com a empolgação e a participação de todos, mesmo não sabendo a resposta.

Hoje em dia, apesar de não haver mais a necessidade prática para as lanternas chinesas, elas ainda são usadas ​​e apreciadas pelo povo chinês, que continuam a ser um meio de expressão artística, tanto em termos de funcionalidade, como em decoração.

Para a sociedade chinesa as lanternas passaram a ser um símbolo das grandes celebrações. E a mais popular até os dias de hoje é o ‘Festival das Lanternas’, que acontece no ultimo dia de celebração do Ano Novo Chinês, como sendo um ‘gran finale’ dos 15 dias de festa.

As lanternas nas casas beirando o canal.

Mas ainda podemos ver as lanternas penduradas nas fachadas das casas em bairros mais ‘chineses’, ou melhor, fora da zona de desenvolvimento urbano. Os templos também usam muitas para sua decoração. E nas cidades das águas, que são conhecidas por Veneza Chinesa, as lanternas são parte integrante da paisagem bucólica.

E são lindas mesmo! Adoro… Principalmente quando são colocadas em tons degrade, já que o mundo descobriu que essas lanternas, sem a roupagem típica chinesa, mas sem deixar de ser chinesa, embelezam qualquer ambiente.

Zài Jian!

Anúncios

8 pensamentos sobre “As Lanternas Chinesas

  1. Pingback: A infindável lista de curiosidades chinesas | China na minha vida

  2. MINHA AMIGA QUE BOM TE CONHECER! MESMO QUE NÃO SEJA PESSOALMENTE POIS GOSTO MUITO DA CULTURA CHINESA PRINCIPALMENTE DA FILOSOFIA DO TAO DE LAO TZÉ A “AÇÃO PELA NÃO AÇÃO!” “A SABEDORIA DO VAZIO”.
    MESMO SEM TE CONHECER PESSOALMENTE EU TE ADMIRO E TE PARABENIZO POR TU SER ASSIM UMA PESSOA QUE FICA DISPONDO DO T
    EU PRECIOSO TEMPO PARA COMPARTILHAR COM AGENTE TODO ESSE CONHECIMENTO! NÃO TENHO DÚVIDA QUE TU É UMA PESSOA ILUMINADA! TE DESEJO QUE O GRANDE DRAGÃO DO UNIVERSO TE PROTEJA E TE FAÇA FELIZ!!!

    Curtir

  3. oi! São lindas, de encantar, são mágicas! Ainda não tenho, pq minha casa tá muito ruim! Simplesmente babo nelas!!!!!………A foto do canal é fascinante, alem do detalhe das lanternas, o telhadinho dos barcos e a ponte em arco ao fundo!…….Beijo grande para vc e familia!

    Curtir

Gostou do texto, tem algo para dividir? Deixe seu comentário aqui! =]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s